Cientistas descobrem novas evidências de água na Lua

Uma nova análise de dados obtidos por satélite aponta para a existência de água em vários depósitos vulcânicos distribuídos pela superfície da Lua, segundo um estudo publicado na revista “Nature Geoscience”.

Investigadores do Departamento de Ciências Planetárias, da Terra e do Meio Ambiente, da Universidade de Brown, nos EUA, autores de um estudo publicado esta segunda-feira, indicaram que a água contida nos antigos depósitos reforça a ideia de que o manto do satélite natural da Terra é surpreendentemente rico em água.

A água encontrada teria forma de cristais formados por uma explosão de magma procedente do interior profundo da Lua.

Durante anos, os cientistas assumiram que o interior da Lua não continha água, mas a ideia começou a mudar em 2008, quando um grupo de geólogos da Universidade de Brown detetou sinais da substância em cristais vulcânicos trazidos à Terra pelas missões Apollo 15 e 17.

O diretor da pesquisa, Ralph Milliken, apontou que os dados da órbita permitiram examinar os grandes depósitos piroclásticos – materiais emitidos por algum tipo de explosão vulcânica – da Lua.

Os cientistas encontraram evidência de água em quase todos os depósitos piroclásticos observados e mapeados, inclusive nos que estão perto do local de aterragem das missões Apollo 15 e 17, onde foram recolhidas amostras de cristais. “A distribuição destes depósitos ricos em água é a chave”, disse Miliken.

Estão distribuídos pela superfície, o que nos diz que a água encontrada nas amostras das missões não foi um caso isolado. Os piroclásticos parecem ser universalmente ricos em água, o que sugere que o mesmo pode acontecer no manto lunar”, sublinhou.

A ideia de que o interior da Lua é rico em água gera dúvidas sobre a formação do satélite, já que os cientistas estimam que foi criado pelos restos de um objeto do tamanho de Marte que chocou contra a Terra nos primeiros períodos da história do Sistema Solar.

Uma das razões pelas quais os especialistas tinham assumido que o interior da Lua era seco é que parece improvável que o hidrogénio necessário para a formação de água pudesse ter sobrevivido ao calor do impacto, segundo a pesquisa.

“A crescente evidência de água no interior da Lua sugere que a água sobreviveu de alguma maneira, ou que chegou pouco depois por causa do impacto de asteróides ou cometas antes que a Lua tivesse solidificado completamente”, apontou Shuai Li, cientista da Universidade do Havai, que colaborou com Milliken.

Os investigadores estimam que os depósitos são grandes e que a água pode ser extraída. “Outros estudos sugeriram a presença de água gelada nas regiões escuras dos polos lunares, mas os depósitos piroclásticos estão num local de mais fácil acesso”, disse Li.

Os investigadores indicam que para a deteção de água nos depósitos vulcânicos foram utilizados espectrómetros orbitais, que ajudam a medir a luz refletida da superfície lunar para conhecer componentes ou minerais que possam estar no satélite.

EFE // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) está, esta terça-feira, a fazer buscas na Câmara Municipal de Lisboa, nas instalações do departamento de gestão urbanística, situadas no Campo Grande, e nos Paços do Concelho. Ao que o jornal online …

Portugal regista mais 424 casos e cinco óbitos por covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais cinco mortes e 424 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

Ministro reconhece que retoma do Ensino Superior tem de ser "gradual"

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior considerou, esta segunda-feira, que a retoma das atividades letivas tem de ser feita de forma “gradual e faseada”, mas mostrou-se satisfeito com a responsabilidade demonstrada por docentes …

Apenas uma em cada 500 pessoas foram vacinadas nos países pobres. Greta Thunberg apoia vacinação equitativa com 100 mil euros

Apenas uma em cada 500 pessoas, em média, foi vacinada contra a covid-19 nos países pobres, enquanto nos ricos uma em cada quatro já está parcial ou totalmente imunizada, revelou esta segunda-feira a Organização Mundial …

Mário Soares vai dar nome a uma rua na Covilhã

O antigo Presidente da República Mário Soares vai dar nome a uma das ruas da Covilhã, numa homenagem que integra as comemorações do 25 de Abril naquela cidade do distrito de Castelo Branco. O programa preparado …

"Estava em segredo". Comissão de inquérito abre investigação à divulgação do relatório secreto de Costa Pinto

A Comissão Parlamentar de Inquérito ao Novo Banco abriu esta terça-feira uma investigação sumária à divulgação do chamado “Relatório Costa Pinto”. A notícia é avançada esta terça-feira pelo jornal online Observador, o mesmo órgão de comunicação …

Cheias em Luanda fazem 14 mortos e mais de 8 mil desalojados

As chuvas torrenciais que esta segunda-feira provocaram o caos em Luanda, deixaram 14 mortos e mais de oito mil pessoas desalojadas, segundo dados transmitidos esta noite pelo porta-voz do serviço de protecção civil e bombeiros. Faustino …

De Ronaldo a Félix. Seleção pode perder oito jogadores com a Superliga

Se a Superliga Europeia avançar, assim como as ameaças da UEFA, a seleção das quinas poderia ficar sem oito jogadores, tendo em conta a última convocatória para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022. A …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Franceses com passe para poder viajar. Grécia já recebe estrangeiros vacinados ou testados

Numa altura em que vários países já fazem planos de abertura ao turismo, como é o caso de França e Grécia, há outros que ainda se mostram com receio de avançar. Em Itália o número …