/

Cientistas descobrem nova espécie de primata em Angola

Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos – comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O traço mais característico do animal, também conhecido por bushbaby (bebé do mato), é o seu grito, um piar trinado em crescendo seguido de um chilreio – também utilizado pelas outras espécies de galagos, mas que, precisamente, o distingue destas – e que serve para se manter em contacto com os membros do grupo ou para avisar elementos rivais.

Este galago angolano é três vezes maior do que as restantes espécies desta família de primatas noturnos com olhos e orelhas grandes, de acordo com os especialistas da Universidade de Oxford Brookes, no Reino Unido.

Segundo o estudo publicado no American Journal of Physical Anthropology, a equipa identificou 36 indivíduos e ainda sabe pouco sobre a sua dieta ou hábitos. O local onde os animais foram avistados não é uma zona de selva protegida, pelo que está fortemente ameaçada.

“A indústria madeireira está a crescer incrivelmente em Angola nesta altura. O habitat destes animais está a desaparecer”, afirmou a principal autora do estudo, Magdalena Svensson.

O galago anão angolano é apenas a quinta nova espécie de primatas descoberta no continente africano desde 2000 e Svensson acredita que há mais espécies por descobrir.

A vida selvagem naquela região angolana encontra-se ainda pouco estudada, em parte devido à guerra civil que devastou o país desde meados da década de 70 do século passado até 2002.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.