Cientistas criam método que transforma em pedra os gases de efeito de estufa

Pela primeira vez, cientistas conseguiram injectar com sucesso CO2 em solo de basalto vulcânico e solidificá-lo, oferecendo uma solução promissora para o armazenamento deste gás de efeito estufa, ligado ao aquecimento global.

Segundo um estudo publicado esta quinta-feira na revista Science., uma equipa de cientistas conseguiu bombear emissões de dióxido de carbono para o interior da terra e transformar, em poucos meses, num gás em sólido armazenável.

Este resultado é radicalmente mais rápido do que as previsões anteriores, que sugeriram que o processo de solidificação do CO2 poderia demorar centenas ou inclusive milhares de anos a ser concluído.

O estudo faz parte do Carbfix, um projeto piloto, lançado em 2012 na central geotérmica de Hellisheidi, na Islândia.

Os cientistas e engenheiros envolvidos no projecto experimentaram combinar o CO2 e outros gases com água, e canalizar a mistura para o subsolo.

O objectivo era desenvolver um método seguro para armazenar CO2, evitando que o gás escape para a atmosfera e contribua para o aquecimento global.

A central de Hellisheidi, a maior instalação geotérmica do mundo, que fornece energia à capital islandesa, Reykjavik, bombeia água vulcânica aquecida com energia geotérmica subterrânea para fazer as turbinas funcionarem.

O processo produz 40.000 toneladas de CO2 por ano.

Embora corresponda a apenas 5% das emissões de uma central a carvão do mesmo tamanho, a quantidade é significativa.

Tecnologia necessária

Durante anos, os investigadores sugeriram métodos de captura e armazenamento de gás carbónico como este, mas houve dificuldades no desenvolvimento da tecnologia necessária.

Na natureza, o basalto em contacto com o CO2 e a água produz uma reacção química que resulta em um mineral calcário branco.

(dr) Carbfix

Adeus, gases de efeito de estufa. Olá, algo parecido com pedra-pomes

Adeus, gases de efeito de estufa. Olá, algo parecido com pedra-pomes

Os cientistas não sabiam, no entanto, quanto tempo esta reacção levaria. Estudos anteriores estimaram que a solidificação poderia demorar milénios.

O aproveitamento do basalto subterrâneo de Hellisheidi revelou-se óptimo, com 95% do CO2 injectado solidificado em menos de dois anos.

“Isso significa que podemos bombear para o subsolo grandes quantidades de CO2 e armazená-lo de uma maneira muito segura num curto período de tempo”, diz Martin Stute, hidrologista do Observatório da Terra da Universidade de Columbia, noe EUA, e um dos autores do estudo.

“No futuro, poderíamos pensar em usar este método em centrais nucleares em lugares onde haja muito basalto – e há muitos lugares assim”, acrescenta Stute.

Segundo os pesquisadores do estudo, a maior parte do relevo oceânico do mundo e cerca de 10% das rochas continentais são compostos por basalto.

Um relatório de 2014 do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas alertou, que se não dominássemos a tecnologia de captura e armazenamento de gás carbónico, poderia ser impossível limitar adequadamente o aquecimento global.

A maior parte das experiências anteriores não foi bem sucedida, porque o CO2 puro foi injectado em arenito ou aquíferos salinos, em vez de misturar o gás com água e armazená-lo no basalto.

O basalto, uma rocha porosa, é rico em cálcio, ferro e magnésio, minerais que são necessários para solidificar o carbono para o armazenamento, de acordo com os pesquisadores.

Poderá não haver uma solução global, única, para o problema do aquecimento global.

Talvez haja na realidade pequenas soluções para partes do problema, e esta bem pode ser uma delas.

ZAP / EcoD

PARTILHAR

RESPONDER

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …

Pela primeira vez em 300 anos, é possível visitar esta ilha em Cabo Cod

Pela primeira vez em 300 anos, uma ilha ao largo da costa de Cabo Cod, península em forma de gancho no estado norte-americano de Massachusetts, está aberta ao público. A Ilha Sipson é propriedade privada desde …