Cientistas criam exame de sangue que identifica proteínas tóxicas ligadas ao Alzheimer

Cientistas no Japão e na Austrália desenvolveram um exame de sangue que pode detetar proteínas tóxicas ligadas ao Alzheimer.

O trabalho, cujo resultado foi publicado na quarta-feira na revista científica Nature, é um passo importante para a descoberta de um exame mais simples para identificar a doença – especialmente quando está em estágio inicial.

O teste teve 90% de precisão quando aplicado em pessoas saudáveis, com perda de memória e em pacientes com Alzheimer, avança a BBC.

Os especialistas disseram que ainda é necessário aperfeiçoar o método, mas ressaltaram que os resultados são bastante promissores.

A doença de Alzheimer começa anos antes de os pacientes terem qualquer sintoma de perda de memória. A chave para a cura, segundo os especialistas, será descobri-la antes que haja perda definitiva das células cerebrais – por isso há tantas pesquisas em curso sobre o Alzheimer.

Uma das abordagens tem-se concentrado nos níveis de proteínas tóxicas, chamadas beta-amiloides, que são acumuladas em placas no cérebro durante a doença. Estas proteínas podem ser detetadas através de ressonância magnética cerebral, mas este é um exame caro e pouco prático.

A nova pesquisa, uma colaboração entre universidades do Japão e da Austrália, procura fragmentos de beta-amiloides que acabam na corrente sanguínea. Ao avaliar os índices de tipos de fragmentos da proteína, os investigadores puderam prever precisamente os níveis de beta-amiloides no cérebro.

O estudo mostrou que é possível avaliar o sangue de forma a ver o que está a acontecer no cérebro.

O dr. Abdul Hye, cientista da universidade King’s College, de Londres, diz que a pesquisa tem implicações importantes. “É a primeira vez que um grupo mostrou uma forte associação entre o plasma amiloide do sangue com o líquido cerebral e cefalorraquidiano”.

O teste é bastante mais barato do que uma ressonância magnética cerebral e, segundo os cientistas, pode proporcionar uma triagem mais ampla e eficiente da população.

Até ao momento não há tratamento para mudar o decorrer do Alzheimer, pelo que o novo exame teria uso limitado no tratamento de pacientes. No entanto, em estudos clínicos revelar-se-ia útil.

A professora Tara Spires-Jones, do Centro de Descobertas de Ciências do Cérebro, da Universidade de Edimburgo, diz que os dados são promissores. “E podem ser usados no futuro, em particular para escolher as pessoas que se encaixam nos testes clínicos e para medir se os níveis de amiloide mudam nos tratamentos que serão testados”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Buraco negro apanhado a engolir uma estrela de neutrões

Um buraco negro que engole uma estrela de neutrões terá sido detetado pela primeira vez devido a ondas gravitacionais, anunciaram esta segunda-feira cientistas. Segundo a investigadora Susan Scott, da Universidade Nacional da Austrália, que participou no …

O novo Bugatti Centodieci é mais caro do que um caça F-16

https://vimeo.com/354910872 Fica mais barato comprar um caça Lockheed F-16 de 1980 usado, do que comprar o novo Bugatti Centodieci. O exclusivo veículo da marca italiana custa 8 milhões de dólares O Centodieci, o novo modelo da Bugatti, …

Mergulhador encontra GoPro que mostra últimos momentos de vida do dono

Um mergulhador encontrou uma GoPro com os momentos finais de um jovem que se tinha afogado numa cascata no Tenessee. O achado acontece dois anos depois da sua morte, e veio dar resposta a algumas …

Vá de férias para uma ilha paradisíaca (e volte com um cão adotado)

Na ilha de Providenciales, no arquipélago das Ilhas Turcas e Caicos, nas Caraíbas, há cães a brincar pelo areal, prontos para serem adotados por turistas. A iniciativa pretende combater o abandono destes animais. São os turistas …

"TONY" é o documentário português mais visto de sempre

O filme documental "TONY", de Jorge Pelicano, que conta a vida do cantor Tony Carreira, é o documentário português mais visto de sempre em Portugal, de acordo com números do Instituto do Cinema e do …

Há milhões de abelhas a morrer no Brasil (e isso é um aviso)

A morte em massa de abelhas devido aos químicos agrícolas já é há muito tempo uma preocupação no Brasil, onde, entre 1990 e 2016, o uso de pesticidas aumentou 770%, de acordo com a FAO, …

Brexit. Holandeses preparam festa na praia para se despedirem do Reino Unido

Milhares de holandeses pretendem despedir-se do Reino Unido na praia, degustando pratos europeus, uma ideia criada nas redes sociais este fim de semana e que tem conquistado o interesse generalizado. De acordo com a agência Lusa, …

Bolsonaro usa vídeo de caça a baleias na Dinamarca para criticar Noruega

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, usou um vídeo de caça à baleia para atacar a Noruega, país que suspendeu os apoios à preservação da Amazónia, mas as imagens utilizadas são das Ilhas Faroé, da Dinamarca. "Vejam …

Rússia cria comissão para investigar "ingerência estrangeira" na política interna

Criação de uma comissão para investigar a "ingerência estrangeira" na política interna da Rússia acontece depois de várias manifestações contra Putin, que Moscovo diz mostrarem envolvimento ocidental. A câmara baixa do parlamento russo anunciou esta segunda-feira …

Novo planeta gigante detetado a orbitar estrela que dista 63,4 anos-luz da Terra

O novo planeta tem uma massa cerca de três mil vezes maior do que a da Terra e orbita a sua estrela a uma distância quase três vezes superior à que separa o Sol do …