Cientistas apanharam electrões a desaparecer entre orbitais atómicas

Frank Ceballos / Universidade do Kansas

-

Cientistas descobriram uma movimentação quântica muito estranha ao observarem electrões que viajam entre orbitais atómicas de três materiais. Em vez de viajarem da camada superior para a camada intermédia, esses electrões passaram directamente para a terceira, sem passar pela segunda.

Este fenómeno bizarro poderia ser usado para criar novos materiais Van der Waals, que combinam nanomateriais únicos para produzir novas propriedades úteis.

A força Van der Waals, assim chamada em homenagem ao cientista holandês Johannes Diderik van der Waals, é o que permite que as lagartixas andem pelas paredes – e também descreve qualquer tipo de forças de atracção entre moléculas que não acontecem sob a forma tradicional de ligações iónicas ou covalentes.

De uma forma simples, a força de Van der Waals é o resultado das atracções mecânicas entre partículas, em vez da atracção comum entre partículas positivas e negativas.

Há poucos anos, cientistas começaram a usar essas forças para criar novos materiais ao empilhar estruturas 2D diferentes sem ligações normais. Até agora, sabe-se muito pouco sobre a forma como os electrões viajam através desses materiais Van de Waals, e quão úteis são para aplicações electrónicas.

A experiência

Para descobrir isso, os especialistas realizaram experiências com materiais compostos por três camadas 2D que se unem por atrações Van der Waals.

As três camadas testadas foram o MoS2 (bissulfeto de molibdénio), o WS2 (sulfureto de tungsténio) e o MoSe2 (seleneto de molibdénio), todos materiais semicondutores, o que significa que conseguem conduzir electrões sem resistência.

Além disso, os materiais supercondutores respondem à luz com cores diferentes, o que significa que os especialistas podem usar lasers com cores diferentes para atingir apenas electrões em cada uma das três camadas, sem interferir nas outras. Isso permitiu que pudessem observar para onde é que os electrões viajam no material.

Para colocar os electrões em movimento, os cientistas usaram impulsos ultra-curtos de laser de apenas 100 femtossegundos (um milionésimo de um bilionésimo de segundo) para libertar electrões da camada de MoS2.

“A cor do impulso de laser foi escolhida para que apenas os electrões da camada superior fossem libertados”, descreve Hui Zhao, da Universidade de Kansas (EUA).

“Depois usámos outro impulso de laser com a cor certa para a camada inferior de MoS2, para detectar o aparecimento desses electrões nesta camada. O segundo impulso foi realizado para atingir a amostra 1 picossegundo – cerca de mil femtossegundos – depois do primeiro impulso”, explica o especialista.

A equipa concluiu que os electrões se movimentavam da camada superior para a camada inferior em apenas 1 picossegundo.

Para descobrir como é que tal situação estava a acontecer, os cientistas usaram um terceiro impulso de laser com outra cor para monitorizar a camada central – e descobriram que nenhum elétrão passou por ela, desafiando a física tradicional.

“Se esses electrões seguissem o senso comum como as partículas clássicas fazem, deveriam passar pela camada central, neste picossegundo”, diz Zhao.

Para confirmar que não houve nenhum erro na experiência, o procedimento foi repetido por outra equipa, na Universidade de Nebraska-Lincoln, nos EUA, e os resultados foram exactamente iguais.

De acordo com o estudo publicado na revista Nano Letters, este é um óptimo sinal de que os materiais Van der Waals podem revolucionar as tecnologias e permitir o desenvolvimento de novos materiais.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não sou especialista, mas parece-me o bem conhecido efeito túnel.
    Este efeito é utilizado comercialmente nos díodos de efeito túnel, e outros.

RESPONDER

Dymka, a gata que perdeu as patas e recebeu próteses de titânio impressas em 3D

Dymka, uma gata russa, ganhou um novo estímulo na sua vida depois de um grupo de veterinários realizar uma cirurgia para substituir as suas patas por próteses feitas de titânio impressas em 3D. A universidade revelou …

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …