Cientistas acabam de descobrir novos tipos de células no cérebro humano

Uma equipa de cientistas do Instituto Salk e da Universidade da Califórnia em San Diego, ambos nos EUA, criou uma nova forma de categorizar neurónios a nível molecular – esforço que, segundo anunciaram os cientistas, revelou novos tipos de células cerebrais.

De acordo com um dos autores do estudo, Joseph Ecker, há muitas décadas que os neurónios são identificados pela sua forma. Agora, com a nova abordagem molecular, os cientistas podem separar os tipos de célula de forma muito mais precisa.

Em suma, ao sequenciar a estrutura molecular dos neurónios, podemos começar a ordená-los em subgrupos para ter uma melhor compreensão da funcionalidade de cada um.

Mapear exactamente como o cérebro humano funciona é, talvez, o passo mais promissor quando se trata de encontrar novas formas de combater doenças neurológicas e até permitir-nos melhorar a inteligência humana.

“É impressionante que possamos separar um cérebro em células individuais, sequenciar os seus metilomas e identificar muitos novos tipos de células, juntamente com os seus elementos reguladores de genes, que tornam esses neurónios distintos uns dos outros”, observa Ecker.

wellcomeimages / Flickr

Há centenas, senão milhares, de tipos de células cerebrais com diferentes funções e comportamentos

A pesquisa permitirá aos cientistas criar uma “lista de peças” completa de cada neurónio,  e a sua respectiva função. Segundo Chongyuan Luo, co-autor do estudo, esse mapeamento abrirá novas portas no conhecimento do nosso cérebro.

Há centenas, senão milhares, de tipos de células cerebrais que têm diferentes funções e comportamentos. E é importante saber quais são todos esses tipos de células, para entender como funciona o cérebro”.

O próximo passo da pesquisa é agora estudar diferenças moleculares no cérebro de indivíduos saudáveis versus indivíduos com doenças cerebrais.

Salk Instiutute

A equipa de investigadores: Chongyuan Luo, Margarita Behrens, Joseph Ecker, Christopher Keown, Eran Mukamel

“Se houver um defeito em apenas 1% das células, devemos poder vê-lo com este método”, explica Luo. “Até agora, não teríamos hipóteses de identificar o que quer que fosse numa tão pequena percentagem de células”.

Ao determinar os tipos de células exactos que podem ser responsáveis por uma doença, estudos futuros poderiam concentrar-se em corrigir essa anomalia. “Podemos desenvolver, a partir desta informação, novas ferramentas para estudar populações celulares particulares, uma vez que saibamos que elas existem”, conclui Ecker.

O estudo foi publicado na revista Science no dia 10 deste mês.

PARTILHAR

RESPONDER

Voos entre Portugal e Reino Unido suspensos a partir de sábado

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta quinta-feira, depois do Conselho Europeu, que as ligações aéreas de e para o Reino Unido ficarão suspensas a partir das zero horas deste sábado, visando diminuir o risco de …

PSD pede ao Governo que organize o ato eleitoral com segurança (e apela ao voto em Marcelo)

O presidente do PSD apelou ao Governo que organize o ato eleitoral de domingo de forma a que as pessoas “sintam segurança” e pediu aos portugueses que vão votar, recordando, contudo, que defendeu o adiamento …

"Reaparecimento" de Jack Ma faz disparar o valor da Alibaba

Jack Ma, fundador da Alibaba, participou numa conferência online nesta quarta-feira, depois de mais de dois meses sem aparecer em público, fazendo disparar o valor de mercado da sua empresa, avança a Bloomberg. De acordo …

15 testes de covid-19 por mês: Rui Costa antevê a nova época

Ciclista português quer terminar o ano no topo da tabela UCI. Os Jogos Olímpicos estão na lista de prioridades mas a Volta a França também pode aparecer no calendário. Rui Costa entra na nova temporada com …

A segurança da Casa Branca pode estar em perigo (e a culpa é da bicicleta estática de Biden)

Na quarta-feira, Joe Biden assumiu a presidência dos Estados Unidos, o que significa que, a partir de agora, viverá na Casa Branca. Porém, os hábitos do novo Presidente podem ameaçar a segurança das informações de …

Rio acusa Costa de desgoverno: Só fechou as escolas por "pressão da opinião pública"

O presidente do PSD considerou que o Governo não fechou as escolas mais cedo porque não estava preparado para o fazer, acusando o primeiro-ministro de “desgoverno” e de só ter decidido perante “pressão da opinião …

Lei da eutanásia aprovada na especialidade. PS, BE e PAN votaram a favor

A lei da morte medicamente assistida foi esta quinta-feira aprovada, na especialidade, na comissão de Assuntos Constitucionais, com os votos favoráveis do PS, BE e PAN, o voto contra do CDS-PP e PCP e abstenção …

MP abre inquérito à morte de idoso que esperou três horas em ambulância em Portalegre

O Ministério Público (MP) abriu um inquérito sobre a morte de um idoso, de 87 anos, na passada segunda-feira, no hospital de Portalegre, depois de estar quase três horas numa ambulância. Questionada pela agência Lusa através …

AHRESP pede revogação da proibição de venda de bebidas em take away

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu, na quarta-feira, a revogação da proibição da venda, no 'take away' de qualquer tipo de bebidas, alertando que o que se pretende impedir é …

Governo garante que Portugal terá todas as vacinas para cumprir plano de vacinação

O Ministério da Saúde garantiu que Portugal terá todas as vacinas necessárias para cumprir o plano de vacinação estabelecido, tendo já assegurado mais de 31 milhões de doses, suficientes para vacinar mais de 18 milhões …