Chris recebeu um transplante (e o ADN do dador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas – duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis.

Quatro anos depois, porém, análises de ADN mostraram que partes de Long contêm agora mais do que apenas células-tronco do seu doador, um homem alemão que vive a milhares de quilómetros de distância.

Cotonetes com o ADN retirado dos lábios, bochechas e língua revelaram que o ADN do seu doador estava presente em níveis flutuantes ao longo dos anos. Além disso, o ADN do doador tinha substituído completamente o sémen de Long. As únicas regiões que não foram afetadas foram os pêlos do peito e da cabeça.

Os transplantes de medula óssea tratam cancros e doenças do sangue, como leucemia, linfomas e anemias falciforme. As células-tronco formadoras de sangue saudáveis são inseridas na corrente sanguínea de um paciente doente a partir de um doador para substituir células sanguíneas prejudiciais e de baixa produção, de acordo com a Clínica Mayo.

Long tornou-se uma espécie de quimera, uma vez que tinha dois conjuntos de ADN. O quimerismo em humanos é extremamente raro, com menos de 100 casos documentados.

Em 1953, um relatório publicado na revista científica British Medical Journal revelou que uma mulher continha dois tipos de sangue devido às células do seu irmão gémeo que viviam no seu corpo. A condição já causou estragos em famílias: um homem falhou no seu teste de paternidade porque uma parte do seu genoma pertencia ao seu irmão gémeo e uma mulher foi forçada a lutar pela custódia do seu filho porque as suas composições genéticas não correspondiam.

Por outro lado, lembra o IFLSience, o ADN tem sido considerado o padrão-ouro quando se trata de investigações criminais e tem sido amplamente infalível em tribunal. Isto levanta a questão: estas descobertas poderiam mudar a forma como os investigadores criminais confiam no ADN?

Em setembro, essa mesma pergunta foi apresentada numa conferência forense na Califórnia, na qual especialistas discutiram a possibilidade de um doador ou recetor de um transplante com uma experiência semelhante à de Long cometer um crime, mas deixar para trás o ADN do outro.

Os investigadores criminais trabalham com a suposição de que o ADN deixado na cena do crime pertence ao agressor e à vítima, mas e se houver um terceiro envolvido que nunca esteve presente?

De acordo com o New York Times, em 2004, os investigadores estudaram o perfil de ADN do sémen encontrado na cena de um crime e associaram-no a um possível suspeito, que estava na prisão no momento do ataque. O suspeito tinha recebido um transplante de medula óssea do seu irmão, que mais tarde foi condenado pelo crime, segundo o que a New Scientist informou na época.

Para investigar mais e melhor esta questão e as suas consequências, Long ofereceu-se como cobaia.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hospitais privados dizem não ter recusado colaborar com SNS e querem plano da tutela

Os hospitais privados rejeitam que tenham recusado colaborar com o Serviço Nacional de Saúde e dizem que se mantêm disponíveis e a aguardar uma proposta concreta do Ministério da Saúde, para se poderem reorganizar. Numa resposta …

"Não devemos o silêncio ao presidente". Autor de artigo crítico sobre Trump revela identidade

Um antigo dirigente do Governo dos Estados Unidos revelou que foi o autor, em 2018, de uma coluna de opinião anónima e depois de um livro, em que denunciava o comportamento de Donald Trump. "Não devemos …

Região de Madrid confinada nos próximos dois fins de semana

O Governo regional de Madrid decidiu confinar a população da região nos próximos dois fins de semana, que são prolongados até segunda-feira devido a dois feriados, como forma de luta contra a pandemia de Covid-19. A …

Bolsonaro mudou legislação e compra de armas disparou. Registou-se um aumento de assassinatos

O comércio de armas disparou em quase dois anos, ou seja, desde que Bolsonaro chegou ao Governo e fez mudanças na legislação que seguem o modelo norte-americano. Estão na mão de radicais, alerta especialista. A compra …

Ilhas Marshall registam os dois primeiros casos desde o início da pandemia

As Ilhas Marshall, um dos últimos países do mundo poupados até aqui ao novo coronavírus, registaram os dois primeiros casos de covid-19 desde o início da pandemia, anunciou, esta quarta-feira, o Governo do arquipélago …

Parlamento espanhol prolonga estado de emergência por mais seis meses

O parlamento espanhol aprovou hoje em Madrid a prorrogação do estado de emergência para lutar contra a pandemia de covid-19 durante seis meses, até 09 de maio de 2021. A medida que já está em vigor, …

BCE avisa que recuperação económica "está a perder força mais rapidamente do que o previsto"

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, alertou esta quinta-feira que a recuperação económica está a perder força mais rapidamente do que aquilo que era previsto devido à aceleração da pandemia em vários …

CP permite reembolso dos bilhetes entre sexta e terça-feira. Rede Expressos cancela viagens

A CP irá reembolsar os utentes que pedirem devolução de dinheiro por bilhetes de viagens entre 30 de outubro e 3 de novembro, tendo em conta as restrições de movimentações entre concelhos, adiantou fonte oficial …

Marcelo Rebelo de Sousa não descarta novo estado de emergência

Marcelo Rebelo de Sousa abriu esta quinta-feira a porta à declaração de um novo estado de emergência em Portugal. O presidente admite fazer uma declaração ao país na próxima semana. O presidente da República não descarta …

Antissemitismo. Jeremy Corbyn suspenso do Partido Trabalhista

O Partido Trabalhista suspendeu hoje o seu antigo líder Jeremy Corbyn na sequência de um relatório que condenou a principal força da oposição no Reino Unido por "atos ilegais de assédio e discriminação" antissemita. Reagindo ao …