CGTP mantém greves e manifestações na região de Lisboa

2

Nuno Veiga / Lusa

A CGTP “não vê razão” para alterar as greves e manifestações agendadas para os próximos dias na região de Lisboa, escreve esta segunda-feira o Expresso.

“Não vemos razão para alterar a nossa programação”, disse ao jornal Ana Pires, dirigente da CGTP e responsável pela ação reivindicativa da maior central sindical portuguesa.

A Intersindical marcou uma “semana de luta” para exigir a defesa “da saúde e dos direitos dos trabalhadores” e nem o recuo no desconfinamento na Região do Vale do Tejo – onde o limite dos ajuntamentos foi reduzido, bem como o horário de funcionamentos dos estabelecimentos – parece alterar as ações agendadas.

Quinze freguesias da região de Lisboa e Vale do Tejo vão continuar em estado de calamidade por causa da propagação da covid-19 na região.

“Estamos a tratar a atividade sindical como sempre tratamos“, disse ao jornal Expresso Ana Pires, recordando que “nem no estado de calamidade decretado no inicio da pandemia foi restringida a ação sindical”.

“Vamos cumprir escrupulosamente todas as regras de segurança e de proteção dos participantes (…) sempre demonstramos ser responsáveis na organização das nossas ações de rua” e por isso não vê razão para mudar os planos.

Ao Expresso, a mesma dirigente disse que o número limite de participantes não está previsto, tendo também revelado que não foram contactados pelas autoridades de saúde nem pelo Governo liderado por António Costa.

  ZAP //

 

2 Comments

  1. A CGTP é a caixa de ressonância do PCP, estão se cagando parra a saúde dos portugueses, a CGTP acha-se a ultima bolacha do pacote para querer que as autoridades de Saúde a contactem, os conselhos tanto da DGS e da OMS é mantermos o distanciamento e protegermo-nos organização terrorista, parece ser mais uma organização terrorista tal como os terroristas não querem saber da vida de ninguém assim é a CGTP e o s eu PCP que controla a CGTP.

  2. Na Vida, há o que é indispensável e o que é acessório. Para esta “gentinha” e outras personalidades que carecem de bon senso, ou minimamente de atitudes de respeito devido a dramática situação que vivemos; é evidente que o que prima para Eles é a própria imagem e lucro em detrimento de um pouco de Civismo que provam desconhecer. O Governo ao escancarar certas portas deu o pior exemplo, assim o que levou a bem até a Data, está seriamente comprometido desde já. A Economia é importante, certo !…. mas a que custo ????….. Vidas perdidas ???..quando poderiam ser poupadas !…. mas enfim, viva as diversas manifestações, os futebóis, as farras e bebedeiras, que são mais importantes que vidas humanas que em grande maioria respeitam as directivas da DGS e OMS e que querem VIVER !…. A luz de certos comportamentos, egoístas, irresponsáveis e diria criminosos. É difícil de lhes apontar o dedo quando o mau exemplo vem de cima !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.