Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para “secar” neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados.

Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  impediram os neonazis de consumirem álcool.

Todos os anos, a povoação de Ostritz, cidade alemã que faz fronteira com a Polónia, é “invadida” por um festival neonazi. Porém, conta o Diário de Notícias, os participantes da edição deste ano foram surpreendidos por um protesto inédito.

De acordo com o jornal, a população local decidiu comprar toda a cerveja disponível, esvaziando as prateleiras dos supermercados da cidade. A polícia também já tinha apreendido cerca de 4.400 litros de cerveja no hotel onde se realiza o evento, embora a venda de álcool já estivesse proibida para prevenir os habituais episódios de violência.

Em declarações ao jornal alemão Bild, citado pelo DN, o ativista Georg Salditt confirmou que “o plano foi feito com uma semana de antecedência”. “Queríamos secar os nazis. Pensámos que, se uma proibição do álcool não chegasse, esvaziaríamos as prateleiras dos supermercados”.

“Para nós é importante transmitir a mensagem de que em Ostritz há pessoas que não toleram isto, que dizem ‘temos valores diferentes aqui’“, explicou uma moradora ao canal de televisão ZDF, citada pelo Público.

Segundo o mesmo jornal, que cita o diário alemão Süddeutsche Zeitung, compareceram ao festival entre 500 e 600 pessoas, enquanto na anterior edição estiveram presentes cerca de 1200 militantes da extrema-direita alemã.

A pequena localidade tem cerca de 2.500 habitantes e, nos últimos anos, tem sido palco dos festejos da extrema-direita alemã, embora não exista nenhuma explicação histórica que o justifique.

“Porque não? Não há o suficiente na Saxónia. Estamos a tornar a política mais animada“, repondeu Thorsten Heise, chefe do Partido Democrático Nacional (NPD), no Estado vizinho da Turíngia, e um dos organizadores do evento, quando questionado, no ano passado, sobre o porquê de escolherem Ostritz para fazer o festival.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"É preciso reduzir os impostos às pessoas, nomeadamente aos salários, e taxar o carbono"

Para António Guterres, a "vontade política esmoreceu" depois do Acordo de Paris aprovado em 2015. Entre medidas propostas em prol do clima, o Secretário-Geral das Nações Unidas fala em "acabar com subsídios aos combustíveis fósseis". António …

Costa: Marcelo não se recandidatar seria "incompreensível para 80% dos portugueses"

O secretário-geral do PS, António Costa, declarou esta sexta-feira que uma eventual não recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa seria "incompreensível para 80% dos portugueses" e adiantou que Eduardo Ferro Rodrigues voltará a ser …

Há mais de 600 edifícios condenados à demolição (e trazem custos para o cidadão)

Nos últimos dez anos, centenas de construções de todo o país foram listadas para demolir. Destas, faltam destruir atualmente mais de 600, segundo um levantamento citado esta sexta-feira pelo Correio da Manhã. Questões de segurança, ilegalidades …

Nepotismo e "filé mignon". Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que "pretende beneficiar" o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa. "Pretendo beneficiar um filho …

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …