Novo estudo explica os três métodos que o cérebro usa para afastar pensamentos irrelevantes

Numa altura em que a pandemia assombra a população mundial, este pode ser o cenário ideal para que alguns pensamentos menos bons comecem a surgir na mente de cada um. Agora, a ciência pode dar uma ajuda.

Uma nova pesquisa pode ajudar a que este tipo de pensamentos menos bons, e que influenciam o dia a dia das pessoas de forma negativa, se disseminem. O estudo, publicado na revista Nature Communication, apresenta assim as três melhores maneiras de se livrar de um mau pensamento.

Neste sentido, a memória de trabalho é muito importante, uma vez que se carateriza por ser a parte do cérebro que se preocupa com o que realmente é importante, pois só tem espaço para conter apenas um determinado número de informações. Livrar-se de pensamentos irrelevantes e armazenar os relevantes é, portanto, essencial – este é o primeiro passo para uma mente “limpa”.

O segundo ponto será substituir os pensamentos negativos (ou não relevantes) por outros. O novo estudo mostra que algum treino mental “limpa” a mente mais rapidamente.

Durante a pesquisa, os 50 participantes foram instruídos a limpar a cabeça com meditação, suprimindo o pensamento para esquecê-lo ativamente.

Analisando os dados resultantes da pesquisa, os investigadores descobriram uma hierarquia de regiões cerebrais envolvidas em vários graus no controlo dos nossos pensamentos, incluindo as regiões parietal e frontopolar, bem como o pré-frontal dorsolateral, que está ligada à atenção e memória de trabalho.

Ao observar os padrões de atividade do cérebro, a equipa foi capaz de mostrar quando um pensamento foi realmente removido da memória de trabalho de uma pessoa – algo que até agora não tinha sido descoberto, diz o Science Alert.

Ainda não está claro o que está a acontecer com todas essas informações no cérebro, mas o estudo sugere que um pensamento pode ser temporariamente removido da nossa memória de trabalho com o foco correto de atenção. Também pode ser removido de forma mais permanente, abrindo espaço para novos pensamentos.

Como se pode ler no estudo, “o ponto principal é: se quisermos tirar algo da mente rapidamente, devemos “limpar” ou “substituir” essa informação. Mas se quisermos tirar algo da nossa mente de forma definitiva, para poder inserir novas informações, “suprimir” é a melhor opção”.

  Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Órban e Le Pen apoiam a Polónia e criticam "imperialismo" da UE

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Órban, e a líder da União Nacional (RN, na sigla em francês), Marine Le Pen, manifestaram esta terça-feira apoio à Polónia no conflito que mantém com a UE, a qual acusam …

Após goleada frente ao Bodø/Glimt, Mourinho põe de lado quatro jogadores

Em duas convocatórias consecutivas, José Mourinho deixou de fora quatro futebolistas que participaram na derrota por 6-1 frente ao Bodø/Glimt. Naquela que foi a maior derrota de sempre da carreira de José Mourinho, o Tottenham perdeu …

O que cai e o que fica: as medidas que o chumbo do OE deita por terra e as que permanecem

O grosso das medidas previstas na proposta de Orçamento do Estado para 2022 não deverá sair do papel. As aprovadas em Conselho de Ministros, por sua vez, manter-se-ão viáveis, já foram discutidas fora da sede …

Truque permite que o Orçamento não seja votado esta quarta-feira

Há um mecanismo que, se for acionado, permite que o Orçamento do Estado para 2022 sobreviva mesmo que não seja votado. O Orçamento do Estado para 2022 pode baixar à comissão sem votação. Este mecanismo, nunca …

Conceição reconhece supremacia do Santa Clara e admite culpa na derrota

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, reconheceu que o Santa Clara foi superior e diz-se culpado pela derrota pesada que deixa o clube fora da Taça da Liga. O FC Porto está fora da Taça …

"Vechtpartij", quadro de Jan Steen.

Antigos jogos de bebida acabavam em vinho derramado e esfaqueamentos

Hoje vistos como jogos de diversão para jovens, na antiguidade, os drinking games (jogos de bebida) eram comuns em toda a sociedade — e, por vezes, terminavam mal. O kottabos era um antigo jogo de bebida …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conversa com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues

Marcelo pediu e Ferro esteve atento. Esquerda prefere um novo OE e Presidente tem um dilema em mãos

Marcelo Rebelo de Sousa pediu ao presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, para ir acompanhando e informando o chefe de Estado sobre a situação no Parlamento, face a um eventual chumbo do OE2022. …

Com novo Orçamento pendurado, Portugal pode ficar meio ano em duodécimos

António Costa diz que não se demite, nem com o chumbo do Orçamento, e admitiu governar o país em duodécimos até junho. Face a um eventual chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), avizinha-se um …

O óvulo humano é 10 milhões de vezes maior que o espermatozoide. Agora, já sabemos porquê

A evolução levou a que a maioria das espécies deixassem de ser isogâmicas — com gametas semelhantes entre os dois sexos — e passassem a ser heterogâmicas, o que ajuda a explicar a diferença nos …

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

Senadores aprovam relatório e pedem o indiciamento de Bolsonaro

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigou no Senado brasileiro a gestão da covid-19, aprovou o relatório final, esta terça-feira, e pediu 80 indiciamentos por crimes durante a pandemia, entre eles do Presidente. Por sete …