O cérebro cresce na idade adulta

Um grupo de cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade Stanford, nos EUA, percebeu que a região do cérebro relacionada com o reconhecimento de caras continua a crescer, em crianças e adultos.

A descoberta é surpreendente, pois até aqui os especialistas pensavam que o desenvolvimento cerebral estagnava na idade adulta.

Até agora, pensava-se que o desenvolvimento cerebral ocorria exclusivamente por um processo chamado de “poda sináptica”. Trata-se de um mecanismo de destruição das sinapses (ligações entre os neurónios) que são raramente usadas, abrindo o caminho para o desenvolvimento de sinapses mais fortes e eficazes.

Esta foi a primeira vez que uma investigação encontrou provas de que o tecido nesta parte do cérebro, chamada giro fusiforme, aumenta da infância à fase adulta. As pesquisas anteriores sugeriam que a maior parte das mudanças no tecido cerebral ocorria durante a infância (de 0 a 2 anos) e envolvia poda sináptica ou diminuição do tecido.

A poda sináptica elimina ligações sinápticas desnecessárias de modo a que seja criado espaço para as novas memórias relevantes.

Para chegarem ao resultado, que está a fazer a ciência repensar o desenvolvimento anatómico do cérebro através dos anos, os cientistas recrutaram 22 crianças e 25 adultos.

Estes foram submetidos a testes de memória de reconhecimento visual de faces e lugares e aos exames de ressonância magnética funcional e ressonância magnética quantitativa.

A ressonância magnética funcional serviu para identificar, em cada voluntário, as regiões do cérebro ativadas durante atividades de reconhecimento facial e durante atividades de reconhecimento de lugares.

Já com a ressonância magnética quantitativa, os cientistas mediram a quantidade de tecido cerebral presente nessas regiões anteriormente identificadas como responsáveis pelo reconhecimento de faces e lugares.

Ao comparar os resultados obtidos em crianças e em adultos, foi possível verificar que a área responsável pelo reconhecimento de faces continua a crescer nos adultos. No entanto, o mesmo não ocorre com a área responsável pelo reconhecimento de lugares.

A investigação envolveu dois estudos, que foram publicados nas revistas científicas Science e Cerebral Cortex.

Segundo os cientistas, esta descoberta pode ser útil para o futuro na medida em que pode ser utilizada para examinar como o cérebro muda durante o envelhecimento e para observar outras partes do cérebro.

Além disso, este método pode permitir examinar a origem cerebral de outros défices visuais, como défices de leitura ou défice no processamento de faces que ocorre, por exemplo, no autismo.

ZAP // Move

RESPONDER

-

Seis mortos em deslizamento de terra na China e mais de 100 desaparecidos

Pelo menos seis pessoas morreram num deslizamento de terras na província de Sichuan, no sudoeste da China, e mais de 100 permanecem desaparecidas, segundo os últimos dados fornecidos pelas autoridades locais. A aldeia isolada de Xinmo foi …

-

Bombeiros pedem suspensão da entrega de bens solidários

O presidente da Associação de Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande apelou este sábado para que as pessoas suspendam por "alguns dias" a entrega de ajuda. "É um sufoco. É muita coisa. São toneladas e toneladas de …

-

Pelo menos 27 edifícios no Reino Unido têm revestimento inflamável

Os inspetores identificaram pelo menos 27 edifícios de propriedade municipal no Reino Unido que não cumprem os requisitos de segurança anti-incêndios por estarem revestidos com material inflamável, informou este sábado o Governo. O Ministério que tutela …

-

Polícia espanhola detém suspeitos de pertencerem a rede de exploração de mulheres na Europa

A polícia espanhola anunciou este sábado que deteve 18 pessoas suspeitas de pertencerem a uma rede nigeriana de exploração sexual de mulheres, que atuava em Espanha, Itália, Alemanha e Bélgica. Com estas detenções, que ocorreram em …

-

Portugueses criam dispositivo que ajuda a superar medo de andar de avião

Um dispositivo médico de realidade virtual que auxilia os utilizadores a superar o medo de andar de avião está a ser desenvolvido por especialistas apoiados pelo Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade …

herminioloureiro

Escutas tramam Hermínio Loureiro suspeito de "dar" 23 milhões em ajustes directos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis e ex-presidente da Liga de Clubes, foi ouvido durante mais de 8 horas, no âmbito do processo de corrupção que terá sido despoletado por escutas telefónicas. O …

Leonor Poeiras e Iva Domingues no "Somos Portugal" da TVI

Altice prepara-se para comprar a TVI

O Grupo espanhol Prisa está em negociações "avançadas" com a Altice para a venda da TVI e o negócio pode consumar-se ainda neste Verão. O Governo já está a par do processo. Este cenário é avançado …

-

PJ está a investigar bilhetes oferecidos pelo Benfica no caso dos emails

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) está a investigar o Benfica por bilhetes para jogos de futebol que o clube ofereceu a elementos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e …

Incêndio em Pedrógão Grande

Fotografia mostra quando começou o incêndio ("muito antes da trovoada")

As suspeitas de que o grande incêndio de Pedrógão Grande foi originado por mão criminosa crescem, com relatos de populares e de bombeiros. E o início do fogo está registado numa fotografia, que será a …

-

Analistas consideram que meta de 1,5% para défice é alcançável

Os analistas contactados pela Lusa consideram que o objetivo do Governo de reduzir o défice para os 1,5% este ano "continua a ser alcançável", depois de o INE ter apurado um défice de 2,1% até …