Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

(dr) Zhongyang Wang

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio.

O novo processo desenvolvido pelos engenheiros permite a criação de células de combustível com o dobro da tensão das opções tradicionais.

A equipa conseguiu alcançar a máxima eficiência ao adotar como reagente o hidreto de boro e ao identificar a faixa ideal das taxas de fluxo, assim como as arquiteturas no campo de fluxo e tempo de permanência nas células.

Um dos maiores desafios neste projeto é a dificuldade de atrair  fabricantes, que manifestam relutância em investir esforço e capital. No entanto, a equipa não precisou de adicionar nem alterar nenhum componente do projeto original, pelo que esta foi uma das grandes mais-valias da investigação.

Reduzir ou eliminar reações colaterais é a chave para melhorar qualquer tecnologia de células combustíveis, mas isso requer, normalmente, a inserção de novos catalisadores. A equipa da universidade norte-americana conseguiu duplicar a tensão da célula, alcançando uma tensão operacional de célula única de 1,4V ou superior.

Este valor equivale ao dobro do obtido em células de combustível a hidrogénio, com potências de pico próximas de 1 watt/cm2, uma característica que a torna uma solução alternativa mais leve e eficiente.

“Seguindo as nossas diretrizes, as células de combustível líquidas já implantadas comercialmente hoje podem obter ganhos de desempenho“, sintetizou Vijay Ramani, em comunicado.

Esta duplicação da tensão vai permitir agora criar células de combustível mais pequenas, mais leves e mais eficientes, o que se traduz em vantagens gravimétricas e volumétricas significativas ao montar várias células numa pilha para uso comercial.

McKelvey School of Engineering / WUSTL

Representação artística do gradiente de pH com interface microscópico bipolar (PMBI) desenvolvido pela equipa de Vijay Ramani

Em fevereiro, a equipa de Vijay Ramani tinha já anunciado ter usado um interface microscópico bipolar (PMBI) com um gradiente de pH para criar células combustíveis de hidreto de boro capazes de dar energoa a drones e aparelhos submersíveis.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …