CDS processa antigo secretário-geral e 9 dirigentes de Sintra

O conselho de jurisdição distrital de Lisboa do CDS abriu processos disciplinares a 10 militantes e dirigentes de Sintra, entre eles Lino Ramos, antigo secretário-geral do partido.

De acordo com o Público, o conselho de jurisdição distrital de Lisboa do CDS abriu processos disciplinares a 10 militantes e dirigentes de Sintra. No despacho a que o jornal teve acesso, a principal acusação é não terem feito campanha em Sintra nas últimas autárquicas, nas quais o CDS concorreu na coligação Juntos pelos Sintrenses.

Entre os militantes e dirigentes está o antigo secretário-geral do partido, Lino Ramos, presidente da mesa da concelhia e mandatário financeiro autárquico das eleições de outubro. Entre os dez acusados estão também o ex-líder da concelhia, Silvino Rodrigues e Maurício Rodrigues, na liderança da estrutura.

Tanto Lino Ramos como Silvino Rodrigues fazem parte da Comissão Política Nacional liderada por Assunção Cristas e, por isso, têm de ser notificados formalmente pelo Conselho de Jurisdição Nacional (CJN).

A principal acusação é de não terem feito campanha em Sintra. “Lino Ramos, o único principal dirigente concelhio eleito em Sintra após a crise local de Fevereiro e membro da Comissão Política Nacional, não esteve presente, ostensivamente, numa única ação de campanha autárquica do CDS no concelho”, lê-se no despacho.

Além disso, o mesmo documento aponta o dedo a Lino Ramos por ser o “mandante de ações desenvolvidas” pelo militante centrista Carlos Pinheiro e que foram no sentido de, alegadamente, fazer campanha a favor do PS.

No processo, são também acusados de faltar a reuniões de estrutura local. Os militantes e dirigentes notificados da acusação já negaram a ausência das ações de campanha.

A concelhia de Sintra votou por larga maioria a proposta de o CDS concorrer sozinho às eleições autárquicas, proposta essa que foi contra a vontade de Assunção Cristas, que, mais tarde, foi à estrutura defender a sua proposta para um acordo com Marco Almeida – Juntos pelos Sintrenses, criada a partir do seu movimento independente.

Ao que o jornal apurou, o desagrado interno no partido foi motivado pela obrigação de incluir, nos lugares distribuídos pelo CDS, candidatos que eram do PSD, do PS e um antigo membro do PCP, que pertenciam ao movimento criado por Marco Almeida.

Esta confusão está a gerar mal-estar no funcionamento das assembleias de freguesia já que alguns dos eleitos no lugar do CDS não representam o partido. Por outro lado, a campanha fazia-se com bandeiras vermelhas, o que causou perplexidade entre os centristas e chegou até a gerar confusão com o PCP.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

UE em rota de colisão com a Polónia. Em causa estão os crimes de ódio

A relação entre a União Europeia e a Polónia está cada vez mais comprometida. As duas partes têm chocado no que toca à discussão dos crimes de ódio. No seu primeiro discurso sobre o estado de …

Leixões nega ter colocado adeptos na bancada a ver um jogo

Episódio aconteceu numa partida de voleibol em Gondomar. Presidente garante que jovens pertencem aos órgãos sociais do clube, Federação não confirma a identidade à entrada. A Supertaça de voleibol começou, no Grupo B, com o duelo …

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …

Ex-deputado PS acusado de uso abusivo de viaturas da Câmara de Barcelos

O Ministério Público acusou de peculato e abuso de poderes o ex-deputado socialista Domingos Pereira, pela alegada utilização de viaturas do município de Barcelos para deslocações de e para a Assembleia da República. Segundo nota publicada …