Há uma cavidade gigante a crescer debaixo da Antártida

NASA

A Antártida não está num bom momento. Em apenas algumas décadas, o continente já perdeu milhões de toneladas de gelo a uma velocidade alarmante.

Agora, um espantoso novo espaço foi revelado durante este desaparecimento massivo. E é grande: uma gigantesca cavidade a crescer sob a Antártica Ocidental que cobre dois terços da pegada de Manhattan e tem quase 300 metros de altura.

Esta imensa abertura na parte inferior do glaciar de Thwaites – uma massa famosa por ser o “glaciar mais perigoso do mundo” – é tão grande que representa uma grande parte das estimadas 252 mil milhões de toneladas de gelo que a Antártida perde a cada ano que passa.

Investigadores dizem que a cavidade já foi tão grande que conseguia armazenar cerca de 14 mil milhões de toneladas de gelo. Os cientistas divulgaram também, no estudo publicado na revista Science Advances, que a cavidade perdeu a maior parte do volume de gelo nos últimos três anos.

Jeremy Harbeck / NASA

Glaciar de Thwaites, na Antártida

“Suspeitamos há anos que Thwaites não estavam fortemente ligados ao leito de rocha debaixo dele”, disse o glaciologista Eric Rignot, da Universidade da Califórnia. “Graças a uma nova geração de satélites, podemos finalmente ver os detalhes.”

Rignot e colegas descobriram a cavidade ao usar um radar de penetração de gelo como parte da Operação IceBridge da NASA, com dados adicionais fornecidos por cientistas alemães e franceses.

De acordo com as leituras, o vazio escondido é apenas uma vítima entre um “padrão complexo de recuo e derretimento de gelo” que ocorre no Glaciar de Thwaites, setor que está a recuar 800 metros por ano.

O padrão complexo que as novas leituras revelam – que não se encaixa nos modelos atuais de gelo ou oceanos – sugere que os cientistas têm mais a aprender sobre como a água e o gelo interagem uns com os outros no ambiente antártico. “Estamos a descobrir diferentes mecanismos de recuo”, explicou o primeiro autor do artigo, Pietro Milillo.

Enquanto os investigadores ainda estão a apredner coisas novas sobre as complexas maneiras como o gelo derrete no glaciar de Thwaite, a cavidade gigante representa uma realidade científica simples.”O tamanho de uma cavidade sob um glaciar desempenha um papel importante no derretimento“, diz Milillo. “Quanto mais calor e água sob o glaciar, mais rápido o derretimento”.

O glaciar de Thwaites atualmente responde por cerca de 4% do aumento do nível do mar global. Se desaparecesse por completo, o gelo contido poderia elevar o oceano em cerca de 65 centímetros.

O Thwaites, na verdade, tem glaciares vizinhos e massas de gelo no interior. Se a força de sustentação desaparecesse, as consequências poderiam ser impensáveis, razão pela qual é considerada uma estrutura natural tão fundamental na paisagem antártica. Quanto tempo ficará, ninguém sabe – é por isso que os cientistas estão a embarcar numa grande expedição para aprender mais sobre os Thwaites.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Este derretimento irá afetar a polaridade da terra, fazendo com que mova alguns graus em seu eixo. Afetando diretamente o sul Europeu e norte da África.

  2. Kkkk algumas pessoas são tao ingénuos.
    Brasil fala português não existe língua Brasileira mas sim língua portuguesa. .
    E a questão era o planeta Terra que pertence a tudos os Seres vivos, que nele habitam homens sem carácter e irresponsáveis que só pensam na indústria económica, seres insignificantes que só sabemos destruir. , a que mudar a atitude e ter atitude parante o planeta Terra , e deixemos de tretas de que é que fala português se é Portugal ou Brasil entre muitos mais países de língua portuguesa respeitem o nosso Deus a Terra ela nos fornece a Vida

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …