Encontrada caverna subaquática no México com vestígios pré-hispânicos

Mergulhadores localizaram recentemente uma caverna não explorada até agora no cenote Xlacah da zona arqueológica de Dzibilchaltún com restos humanos, animais, fragmentos de materiais cerâmicos e restos de pedras preciosas.

Durante o trabalho de limpeza e de conservação ecológica no Cenote Xlacah, da Zona Arqueológica de Dzibilchaltún, no estado de Yucatán, foi identificada uma caverna lateral de pequenas dimensões onde foram encontrados restos de esqueletos humanos, grandes ossos de animais, fragmentos de materiais cerâmicos e restos de pedras preciosas.

No México, cenotes são conhecidos como depressões geológicas ou cavernas inundadas. Ilan Vit Suzan, diretor do sítio arqueológico, explicou que durante a limpeza do local, um grupo de mergulhadores especializados encontrou uma pequena caverna lateral onde havia pedras que possivelmente faziam parte dos edifícios pré-hispânicos.

Além dos restos de várias construções, foram encontrados vestígios de algumas panelas, tigelas e utensílios. Os ossos que estavam no lugar eram de humanos e gado. O cenote Xlacah, “onde os deuses maias se banhavam“, é completamente aberto na sua superfície, mede cerca de 100 metros de comprimento e está a 45 metros de profundidade.

Ao realizar várias análises eletromagnéticas e tomográficas, os investigadores concluíram que a caverna foi adaptada para a vida humana. Ao mesmo tempo, a pesquisa indica que neste lugar existiu uma povoação humana, mas é difícil dizer com certeza a que época pertenceu.

(dr) INAH

Fragmentos de edifícios pré-hispânicos

Um dos principais objetivos da exploração foi a extração de espécies invasoras de peixes que competem com endemismos de forma agressiva. Para isso, foi necessário remover grande parte do nenúfar que cresce no solo do cenote, já que estas espécies se escondem entre as folhas e as raízes – e foi assim que esta caverna escondida foi descoberta.

Segundo o Instituto Nacional de Antropologia e História, INAH, numa das últimas sessões de limpeza, o mergulhador Erick Sosa identificou uma pequena entrada, coberta de vegetação, no lado nordeste do cenote, que dava acesso a uma pequena caverna lateral. O mergulhador Cristian Celun, numa sessão de limpeza posterior, entrou na caverna.

Os resultados deste par de investigações preliminares sugerem que o cenote Xlacah de Dzibilchaltún reflete diversos momentos de adaptação humana que correspondem a vários períodos históricos.

O estudo revela ainda que no período clássico Maia entre 250 e 950 a.C., viveu uma população com cerca de 15.000 pessoas na área.

PARTILHAR

RESPONDER

Greve dos bombeiros arranca esta terça-feira e dura até janeiro

Os bombeiros profissionais vão estar em greve de quarta-feira a 2 de janeiro, com os Sapadores de Lisboa a começar a paralisação já esta noite, contra as propostas do Governo sobre estatuto e aposentação. Em Lisboa …

José Mourinho despedido do Manchester United

O técnico português José Mourinho foi esta terça-feira despedido do comando técnico do Manchester United, informou o clube britânico. A demissão, anunciada através do Twitter oficial do clube, surge após a derrota (3-1) frente ao Liverpool …

Ghosn terá desviado dinheiro para comprar casas, férias e até batatas fritas

O franco-brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, terá usado verbas da empresas para fins pessoais, para pagar desde casas a férias, até pacotes de batatas fritas, concluiu uma nova investigação. Ghosn está detido e foi oficialmente …

Afinal, os tornados não se formam como os meteorologistas pensavam

Se imaginarmos um tornado a formar-se, pensamos numa nuvem em forma de funil a descer dos céus como se fosse um dedo malicioso a tocar na Terra. No entanto, este modelo "de cima para baixo" …

Arqueólogos revelam o que se esconde debaixo do castelo do "Conde Drácula"

Os arqueólogos estudaram o conhecido castelo de Corvin na região romena de Transilvânia, onde Vlad III foi preso, e encontraram vestígios de várias estruturas desconhecidas. O castelo de Corvin, também conhecido como Castelo de Hunyadi ou …

Bola de fogo que explodiu na Gronelândia poderia ajudar-nos a estudar mundos alienígenas

Uma misteriosa bola de fogo que explodiu sobre a Gronelândia poderia ajudar-nos a estudar a estrutura de mundos alienígenas distantes e cobertos de gelo. Apesar de os primeiros dados terem demonstrado que a bola de fogo …

O interior dos buracos negros cresce (quase) para sempre

Os buracos negros são sugadores exímios, e nem a luz consegue escapar. Mas por que razão continuam a expandir-se? Agora, um dos maiores físicos do mundo apresentou uma nova explicação. Leonard Susskind propôs uma solução para …

"Animais não são prendas." Há associações que param as adoções no Natal

A apenas duas semanas do Natal, a União Zoófila fecha a porta a quem queira adotar um animal de estimação. "Nenhum animal pode ser encarado como uma prenda de Natal." Para Lurdes Pimenta, tesoureira da União …

Lojas sul-coreanas param de vender polémica máscara de beleza "Kim Jong-un"

Uma empresa de produtos de beleza da Coreia do Sul parou de vender uma máscara de beleza com uma imagem do líder norte-coreano Kim Jong-un depois de o assunto se tornar polémico. A empresa diz ter …

Alemanha indemniza sobreviventes do regime nazi retirados do país em crianças

Em crianças, foram retirados aos pais por causa do regime nazi. Agora, a Alemanha vai indemnizá-los, informou segunda-feira a organização que negoceia as compensações com o Governo alemão. A organização Conferência sobre Reivindicações Materiais Judaicas Contra …