Caso de jovem ridicularizado no Ídolos chega à ERC

o.d. SIC

O Instituto de Apoio à Criança pediu à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) que analise o caso de um jovem que foi ridicularizado no programa Ídolos da SIC.

O caso aconteceu no programa divulgado pelo canal televisivo no passado domingo, que mostra as orelhas do jovem de 16 anos a crescer durante a sua atuação, uma situação que gerou muitas críticas nas redes sociais e levou a SIC e a produtora do programa FremantleMedia a lamentarem o sucedido.

Este caso foi lamentando por um professor do jovem, que escreveu na sua página do Facebook que o adolescente, que frequenta uma turma de Educação Especial, “está fechado no seu quarto há alguns dias“.

“No Agrupamento de Escolas Gaia Nascente estamos muito zangados com a SIC. Entendemos que isto não se faz a ninguém”, afirma o professor Rafael Tormenta, lamentando não saber quando é que seu aluno vai regressar às aulas e que “o senhor ministro da Educação e o senhor Primeiro-Ministro nada façam para acabar com esta barbárie”.

Perante o caso, “o Instituto de Apoio à Criança solicitou à Entidade Reguladora para a Comunicação Social que avaliasse a situação”, disse o secretário-geral do IAC, Manuel Coutinho.

Falando genericamente de programas que expõem crianças e jovens, Manuel Coutinho, também coordenador do SOS-Criança do IAC, defendeu que estes “devem ter um cuidado muito especial para não ferir as suscetibilidades” dos participantes.

Por outro lado, sublinhou o psicólogo, os pais também devem “ponderar muito bem o interesse da participação ou não dos filhos em determinado tipo de programas”.

Manuel Coutinho adiantou que este tipo de programas “tem muita audiência”, que às vezes é conseguida através da ridicularização dos seus intervenientes.

Esta ridicularização quando incide sobre as crianças e jovens pode acabar por ser nefasta e, de alguma maneira, comprometer a sua formação, porque a afeta de uma forma muito negativa”, advertiu.

Para o psicólogo, os programas que “comprometem os direitos fundamentais das crianças, nomeadamente o direito à sua imagem, acabam por ser devastadores”.

Isto porque “os jovens e os adolescentes estão em formação e, por vezes, têm grande dificuldade em aceitar o seu corpo e quando as suas dificuldades são exacerbadas não contribuem para o seu bem-estar, pelo contrário acentuam as suas dificuldades de integração de grupo e de autoimagem”, explicou.

Manuel Coutinho disse acreditar que quem produz este tipo de programas não tem como objetivo prejudicar os jovens. Contudo, “há certas práticas que, aparentemente inocentes, acabam por vir a comprometer o desenvolvimento harmonioso da personalidade das crianças”.

Nesse sentido, defendeu, devia haver uma “maior fiscalização prévia para evitar eventuais excessos que muitas vezes acontecem”.

A acontecerem estas situações as organizações que tutelam estes programas, nomeadamente a ERC, devem avaliá-las e elaborar recomendações para que não se repitam, sublinhou.

d.r. SIC

O júri do Ídolos, Pedro Boucherie Mendes, Maria João Bastos e Paulo Ventura

SIC reage à polémica

A SIC voltou esta sexta-feira a lamentar o caso do jovem ridicularizado no programa “Ídolos” e manifestou à família do concorrente disponibilidade para dar “todo o apoio” que seja necessário para “minorar os efeitos que esta situação causou”.

Numa curta nota, a estação de televisão refere, “uma vez mais”, que lamenta o que aconteceu “não só ao concorrente e à sua família, mas também aos espectadores”.

A SIC acrescenta que “já apresentou desculpas à tutora do concorrente” e que enviou uma carta dirigida à família do jovem “a disponibilizar todo o apoio que seja considerado necessário para minorar os efeitos que esta situação causou”.

/Lusa

PARTILHAR

30 COMENTÁRIOS

  1. Esperemos mesmo que a SIC tire ilações de tudo isto e sirva de exemplo para que jamais se repita. É positivo que tenham feito um “mea culpa” e tenham disponibilizado apoio não só ao jovem visado como à sua família. Julgo que ninguém acha que esta situação tenha acontecido para prejudicar alguém, mas prejudicou e por isso será bom que revejam a forma de tentarem ter piada e não usarem e abusarem da imagem/identidade seja de quem for para esses fins. Já agora, espera-se que também as intervenções do apresentador João Manzarra, supostamente engraçadas, sejam moderadas e não o voltemos a ver a ridicularizar os familiares e/ou amigos dos concorrentes durante os seus castings, ao passar autênticos atestados de estupidez às pessoas.

    • Ainda não percebi onde está o problema!…
      Se alguém tem “capacidade” para aparecer na televisão e querer ser um “ídolo” (e é apoiado pela família, etc para isso) , também tem que ter capacidade para a exposição mediática e a caracterização nos media!!

      Com este “circo” todo, criaram mais um “coitadinho”!!
      Com tanto proteccionismo, este jovem vai longe, vai…

      É por estas e por outras que já não é difícil encontrar bebés com mais de 30 anos, que, há mínima dificuldade, vão a correr chamar a maezinha…

      Só não se repetem casos destes se conseguirem acabarem com a estupidez humana (o que não deve se possível, digo eu)…

      Até lá, não vejo qual é o problema de caricaturarem o tamanho das orelhas de alguém que, claramente (e mesmo tendo as orelhas grandes) não deve ouvir nada bem…

      Se muitos dos que lá passam são mesmo estúpidos, querem que “passem atestados” de quê?!
      De inteligência e bom-senso não deve ser…

      Até a avó diz que vai deixar de pagar a renda da casa para pagar a um advogado para processar a SIC!
      Se isto não é gente estúpida e sem qualquer noção do ridículo eu vou ali e venho já!!

      • se vais na rua e se começarem a rir da tua “fronha” , não é falta de educação de quem te goza, és tu que tens de estar preparado para ser o “palhaço do circo”.

        • Bem… mais uma excelente tirada!…
          A rua é uma coisa, Tv é outra; se nem sabes a diferença, não vale a pena continuar…

          • não vejo qual seja a diferença. o respeito tem de existir em todo o lado.
            o programa é para cantar, não para fazer pouco das pessoas, ainda para mais com pessoas em formação. é triste que o programa ridicularize as pessoas para ter audiências. o que se passou foi bulling,

      • Sentido de humor todos temos. Temos ainda outros sentidos, muito simples, como o sentido de oportunidade… Antes de nos rirmos de nós próprios rimos é dos outros! A SIC, entidade abstrata, oleada pelos seus profissionais de comunicação, não sabe o país que somos… Sabe, isso sim, que neste país um pedido de desculpas invariavelmente chega.
        “A partir dos 18 anos todos podem votar e, sabem, o voto é em consciência”… !!! ???
        São tolos os que se presumem felizes.

      • Se não percebeu é retardado. Se tem mais de 30 anos já é um caso complicado de difícil recuperação.
        Se percebeu e concorda é um troglodita. Se tem mais de 30 anos e família… sinceramente tenho pena dela…

  2. Enfim… estupidos mór sao aqueles que ainda vêm gozar o miudo para aqui com cometnários otarios. Devias lhes também crescer algo: um pinheiro no cu!! quando souberem o que ´o Bullying deixam lg de fazer comentários otarios! E agora vao la atirar se de um penhasco sff

  3. O Canzarra e o maior – a promoção do parvo, a gajo importante

    país tem os políticos e as televisões que merece. Grhrgrgr

  4. o pedro boucherie mendes e o paulo mendes teem a mania que sao bons criticos e nao valem um chavelho. quanto aos criticos toze beats, ze otario, neves, eu e mais sao umas autenticas bestas com os comentarios pois se o miudo fosse irmao deles de certeza que nao diriam nada.

    • O meu “irmão”, com aquela qualidade musical, iria mesmo participar num programa destes, iria… nem toda a gente anda a “dormir” neste mundo…
      E, se quisesse mesmo ir, só se tinha que se sujeitar ao resultado…
      Nem podia ser de outro modo!!
      Só mesmo uma besta como tu para deixares o teu irmão ir lá fazer aquelas cenas e depois ainda esperar aplausos…
      Deves pensar que somos todos palermas como tu e não podemos dizer o que realmente toda a gente (que tem “dois dedos de testa”) pensou…

  5. A mal ou a bem, todo aquele que permite que a sua imagem seja exposta a qualquer tipo de situação deve e tem de saber que tudo pode acontecer. O que realmente interessa é que o indivíduo tem de saber que mais pessoas já passaram por este tipo de situação e ninguém (e volto a repetir), ninguém se livra de ser satirizado na tv. Tenho pena que tal tenha acontecido mas como já se diz à muito tempo pelos mais velhos é que ”pimenta nos olhos dos outros para nós é refresco”. Os mesmos que hoje se queixam e se mostram descontentes com a situação, muito possivelmente já se divertiram com o mesmo acontecimento com outro indivíduo qualquer. Devemos tentar ser um pouco mais racionais com os comentários que fazemos seja para apoiar ou para denegrir a atitude de alguém. Gostaria também de enaltecer que todo o canal televisivo tem de vender de qualquer maneira mesmo sendo com a lamentável brincadeira de mau gosto que mesma estação televisiva teve.

  6. Como alguns “iluminados” dizem, aquilo é um programa para “CANTAR”!…
    Depois, aparece lá um “artista” destes e querem o quê?!
    Um Grammy; não?!..
    É já a seguir…

  7. A culpa não é dos artolas que trabalham no programa mas sim dos tristes que querem fazer figuras lindas e que se apresentam nos castings. Façam como eu que nem sequer vejo..

  8. Ao pé de mim, há um puto que passeia o cão e este gosta muito da minha cadelita, e foge ao dono. outro dia o canito passou a rua sem a autorização do dono para ir ter com a minha cadela. Aí ouvimos o grito do dono: CAJU !!! TÁS FOD… CAJU!!!
    Assim estão estes palhaços que gozaram com o puto… voces estão FOD…. mesmo mesmo! Palhaços!!! fizessem isso aos vossos filhos a ver o que faziam… gandas palhaços!

  9. A cultura de desvalorizar alguém e diminuí-lo ou humilhá-lo é muito má. Fazê-lo em público e na televisão, é ainda mais grave.

  10. Sinceramente é errado compactuar com este tipo de situação.
    Culpa é dos Pais que o deixaram ir? Isto é a falta de compaixão de quem não é pai. Se o sonho do vosso filho fosse cantar independemente de cantar tão bem como um corvo, tinham coragem de dizer:
    “Filho não vais a TV cantas terrivelmente mal e ele vão gozar contigo e as tuas orelhas”

    Enganados esta a maioria criaturas desde tópico pensam que nunca fizeram nada fora da sua zona de conforto e nunca foram ridiculizados

  11. A Sic que faça antes uma triagem, para selecionar quem está minimamente preparado para actuar em público. Independente das condições físicas ou intelectuais dos concorrentes, não podem de maneira nenhuma serem ridicularizados, mais a mais num canal televisivo que tem responsabilidades acrescidas.

  12. Mais nada!
    Ridicularizam, humilham e fazem chacota para gáudio dos fracos de espírito, terão de responder na Justiça… pena é que milhares de seres humanos sofram dessas consequências e não tenham disposição anímica e medo de se exporem ainda mais.
    Que sirva de exemplo para quem gosta de espezinhar o parceiro para subir na vida!

RESPONDER

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …

Benfica tem seis jogadores de malas feitas. Um deles chegou em julho

Há seis jogadores que poderão estar de saída do emblema da Luz, sendo que um deles, Caio Lucas, chegou em julho ao clube. O agente de Samaris já veio negar a saída do seu cliente. Bruno …

"Poderia juntar-se a Mourinho". Bale criticado por comportamento "infantil"

A atitude do internacional galês Gareth Bale continua a render críticas. Desta vez foi o antigo presidente do Real Madrdi Rámon Calderón, que considerou o comportamento do futebolista infantil. Em causa esta a atitude do …

Norte quer fundos de Bruxelas para ligação ao TGV espanhol

Pela primeira vez, a região norte do país antecipou a lista de prioridades para os fundos europeus, escreve o Jornal de Notícias, que dá conta uma das propostas passa por usar os fundos de Bruxelas …

Falta de médicos leva IPO de Lisboa a adiar consulta de paciente com 90 anos para 2021

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa adiou a consulta de um paciente nonagenário que estava marcada para janeiro de 2020 para o ano seguinte, isto é, para janeiro de 2021 devido à falta …

Eis a Cybertruck, a "pickup" elétrica da Tesla que já tem bilhete para Marte

A Tesla lançou o seu modelo de carrinha "pickup" elétrica, Cybertruck, com uma autonomia máxima de 800 quilómetros. Musk diz que vai haver uma versão especial que será a carrinha oficial de Marte. Após uma longa …

Rio não responde a críticas de adversário. "Estou na Croácia, não estou no Montenegro"

O presidente do PSD seguiu a regra de não falar de política interna fora do país e só abriu uma exceção para falar da manifestação dos polícias. Depois do discurso que tinha feito no Congresso do …

Hospitais públicos têm mais de 650 milhões de euros de dívidas em atraso

As dívidas em atraso dos hospitais pertencentes ao Serviço Nacional de Saúde têm vindo a crescer desde o início do ano. Em setembro, o valor fixava-se nos 650 milhões de euros. Hospitais públicos acumulam 651,6 milhões …

Bolsonaro quer isentar polícias de punições por crimes cometidos em serviço

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse na quinta-feira que enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei para isentar agentes das forças armadas e das polícias de eventuais punições criminais durante operações de segurança. De …