Carta por pontos tira das estradas 59 condutores

Em quase dois anos, 59 condutores ficaram sem carta na sequência de infrações que anularam os 12 pontos com que arrancou a medida de prevenção rodoviária.

Cinquenta e nove condutores ficaram sem carta de condução nos primeiros dois anos do sistema da Carta por Pontos, e 157 perderam a totalidade dos pontos, revelou, esta segunda-feira, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

A propósito da passagem dos dois anos da entrada em vigor do sistema da Carta por Pontos, a ANSR disse à Lusa que 59 condutores ficaram com o título cassado, significando que vão ficar inibidos de conduzir durante dois anos.

Segundo a ANSR, 157 condutores perderam a totalidade dos 12 pontos e 150 foram alvo de processo de cassação, existindo ainda a possibilidade de o automobilista recorrer judicialmente e de o processo ser impugnado.

Após a subtração da totalidade dos pontos, o condutor só fica sem a carta de condução depois de ter sido instaurado um processo autónomo administrativo e de ter sido efetivada a notificação da cassação, desde que não seja impugnada judicialmente.

A ANSR indica que oito condutores notificados para ficarem sem carta de condução recorreram ao tribunal, que deu razão a sete deles.

“Impugnaram judicialmente a decisão de cassação do título de condução oito condutores. Houve uma decisão judicial, transitada em julgado, que manteve a decisão do presidente da ANSR de cassação do título de condução”, refere a Segurança Rodoviária, na resposta enviada à Lusa.

A ANSR refere também que 11 condutores frequentaram ações de formação de segurança rodoviária obrigatória, porque ficaram sem oito pontos no título.

No sistema da Carta por Pontos são atribuídos ao condutor 12 pontos, que aumentam ou diminuem em função das infrações, ficando o automobilista sem a carta de condução, após ter perdido a totalidade dos pontos. Depois da cassação, estes automobilistas vão ficar inibidos de conduzir durante dois anos e têm de tirar novamente a carta.

Já quando ficam apenas com três ou menos pontos, os automobilistas têm de realizar um novo exame de código, tendo sido seis os que foram notificados pela ANSR. No entanto, destes seis, um reprovou e dois faltaram ao exame. Como a prova não foi realizada no prazo de 90 dias contados da notificação, a ANSR abriu um processo de cassação.

No total, 20.340 condutores perderam pontos durante dois anos.

Segundo a ANSR, 13 automobilistas ficaram sem dez pontos, um perdeu nove, 34 viram oito pontos serem subtraídos do título de condução e dois ficaram sem sete pontos. Os dados mostram que 6.784 automobilistas perderam seis pontos, estando a metade dos pontos de ficar sem carta, 47 ficaram sem cinco pontos e 3.542 perderam quatro. A ANSR indica ainda que, a 119 condutores, foram subtraídos três pontos e, a 9.641, dois pontos.

As contraordenações que têm mais tempo para a subtração de pontos são a condução com excesso de álcool, passagem no traço contínuo, falta de paragem no sinal vermelho dos semáforos e nos sinais STOP, circulação em sentido proibido, excesso de velocidade e utilização do telemóvel durante a condução.

Neste sistema, os pontos vão diminuindo à medida que o automobilista vai cometendo contraordenações graves, muito graves ou crimes rodoviários, mas podem aumentar caso não existam infrações ao fim de três anos.

No caso das contraordenações graves, os condutores perdem dois pontos e, nas muito graves, quatro, enquanto nos crimes rodoviários vão ser subtraídos seis pontos. No sistema da Carta por Pontos existe um regime próprio para as contraordenações graves nas situações de álcool, excesso de velocidade e ultrapassagem junto às passadeiras, sendo retirados três pontos.

Nas contraordenações muito graves e, nos casos da condução sob efeito do álcool, substâncias psicotrópicas e excesso de velocidade, são retirados quatro pontos.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Vídeo de criança vítima de bullying gera onda de apoio global

Internautas de todo o mundo, inclusive celebridades, uniram-se para dar apoio ao menino australiano, de nove anos, que sofre de bullying por causa da sua aparência. De acordo com a BBC, Yarraka Bayles partilhou o vídeo …

Descoberta nova quasipartícula: o π-ton

Foi descoberta uma nova quasipartícula no Instituto de Tecnologia de Viena. Os cientistas batizaram-na de π-ton, uma quasipartícula que contém dois eletrões e duas lacunas. Existem diferentes tipos de partículas. Um deles, as quasipartículas, são excitações …

É oficial. Friends está de volta para um episódio especial

As preces dos fãs foram finalmente ouvidas. O elenco de Friends vai reunir-se para um episódio especial exclusivo na HBO Max. Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer voltarão ao …

Dieta ocidental está a deixar as pessoas menos inteligentes

Uma dieta pouco saudável, à base de hambúrgueres e doces está literalmente a deixar as pessoas menos inteligentes apenas no espaço de uma semana. Esta foi a conclusão de um estudo de investigadores da Universidade …

Pedro Proença: Sociedade deve atuar no combate ao racismo

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse, esta sexta-feira, que a sociedade portuguesa deve atuar no combate ao racismo, violência, xenofobia e intolerância. A Liga vai lançar, durante este fim-de-semana, uma campanha com …

Na última década, Coreia do Norte gastou mais de meio milhão de dólares em cavalos russos

A Coreia do Norte gastou recentemente dezenas de milhares de dólares na aquisição de 12 cavalos provenientes da Rússia, de acordo com os dados alfandegários. A Coreia do Norte gastou quase meio milhão de dólares (584.302 …

O caranguejo "supervilão" do Canadá vai ser transformado em plástico biodegradável

Uma equipa de cientistas no Canadá desenvolveu um plano para transformar uma espécie invasora de crustáceo - conhecida como como caranguejo supervilão - em copos e talheres  de "plástico", usando as suas carapaças para criar …

Covid-19. Tripulante de navio japonês pode ser o primeiro português infetado

Um português que é tripulante do navio Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama, no Japão, pode ter sido diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus. Contactada pela agência Lusa, a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, afirma …

Harry e Meghan vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal

O duque e a duquesa de Sussex vão deixar de poder usar a marca Sussex Royal, anunciou, esta sexta-feira, um porta-voz da casa real. "Estando o duque e a duquesa focados nos seus planos de estabelecer …

Messi marca quatro e embala Barcelona para o topo da La Liga

Um póquer de Lionel Messi embalou o FC Barcelona, este sábado, para a liderança da Liga espanhola, com uma "mão cheia" de golos na receção ao Eibar (5-0). Os catalães subiram ao topo de La Liga …