Canil ilegal em Santa Maria da Feira sem água para animais

O canil ilegal que acolhe 140 animais em Canedo, em Santa Maria da Feira, continua a funcionar sem condições e, segundo revelou esta sexta-feira fonte dos bombeiros, os donos do espaço têm recusado água para esses cães e gatos.

Em causa está um abrigo improvisado para animais errantes instalado em Canedo, Santa Maria da Feira, e gerido por um casal luso-holandês ligado à organização DZG, cuja fundadora Berta Brazão reconhece que “o canil é ilegal, mas a associação não“. “Nós só não aceitamos água quando temos os tanques cheios e não há onde a meter.”

Em julho, a GNR já confirmara que o canil da DZG era objeto de um processo-crime por maus-tratos a animais e, em documento a que a Lusa teve agora acesso, lê-se que o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) dessa força policial remeteu o caso para o Tribunal Judicial da Comarca de Santa Maria da Feira, que decidirá o que fazer com as instalações e com os animais.

Moradores da zona afirmaram, entretanto, que o referido canil nem sempre tem água suficiente para acudir às necessidades dos seus 140 animais e, contactado pela Lusa, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Lourosa confirma: “Houve pessoas externas ao canil que nos pediram para lá irmos levar água e ainda o fizemos algumas vezes, mas depois os donos do espaço não nos autorizaram a entrar lá mais”.

O comandante José Carlos Pinto explica: “Já lá chegámos a deixar uns 1.500 litros de água, porque o local não tem poço e é preciso abastecer os tanques, mas, da última vez que lá tentámos ir, telefonámos antes a combinar tudo para alguém nos abrir a porta e a senhora que gere aquilo disse que não queria lá ninguém“.

O líder operacional dos bombeiros de Lourosa admite que o espaço “não tem condições nenhumas para acolher aqueles animais” e admite até algum incómodo na realização dos referidos abastecimentos de água, uma vez que a corporação “acaba por prestar esse serviço a uma estrutura que está ilegal”.

José Carlos Pinto reconhece, ainda assim, que “o bem-estar dos animais tem sido a prioridade” da corporação e, nessa perspetiva, lamenta a demora numa solução institucional que agrade a todas as partes envolvidas.

Berta Brazão, por sua vez, recorda que “também já aconteceu pedir-se água aos bombeiros e eles não a levarem ao canil, porque era época de incêndios e diziam ter que a reservar para outras coisas”. A fundadora da DZG diz compreender esse argumento, mas alega que os bombeiros “estão a ceder às pressões por parte de quem critica a associação”, o que vem prejudicando a recolha de fundos e géneros alimentícios para sobrevivência dos animais recolhidos no canil.

“Claro que não temos as melhores condições, mas, na conjuntura atual, com a lei como está, ninguém consegue fazer melhor – nem nós, nem as câmaras, nem as outras associações de animais. Ou os recolhemos assim como estão ou eles ficam abandonados na rua para serem envenenados, estraçalhados e atropelados”, diz a gestora do canil.

O vereador da Proteção Civil, Ambiente, Espaços Verdes, Saúde e Ação Social na Câmara da Feira, Vítor Marques, declara que “a situação não é fácil de resolver” e atribui essa dificuldade à “lei precipitada e inadequada” que desde setembro de 2018 proíbe a occisão de animais e vem levando à sobrelotação dos canis públicos e das estruturas de acolhimento existentes noutras associações de apoio.

“Um dia destes o tribunal vai tomar uma decisão, impor que se feche o canil e que se tirem de lá os animais, e o problema vai continuar, porque não vamos ter onde os pôr. O canil intermunicipal está lotado, a associação ANIFEIRA também está a rebentar pelas costuras e isto é tudo culpa do Governo, que avançou com uma lei inadequada sem primeiro apostar na esterilização dos animais errantes”, defende o autarca.

Vítor Marques revela, no entanto, estar a diligenciar no sentido de criar na Feira “um parque de matilhas” como os dos municípios de Matosinhos e Sintra, no que o objetivo é viabilizar o acolhimento de cães e gatos errantes “numa zona vedada onde eles possam ficar” até serem adotados.

“É que não há outra solução: isto vai passar por desenvolver uma campanha mais agressiva de adoção porque, como a lei está, o problema só se resolve distribuindo estes animais por mais famílias da comunidade“, garante o vereador.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …