Candidatos ao ensino superior atinge valor mais alto em duas décadas. Desemprego ajuda a explicar aumento

Rodrigo Antunes / Lusa

O próximo ano letivo conta com quase 63 mil candidatos ao ensino superior, o número mais elevado em mais de duas décadas, situação que pode ser explicada, em parte, pela diminuição do emprego, motivada pela crise da covid-19.

“O impacto da crise já se está a fazer sentir no emprego. No imediato, há menos oferta para os jovens, fazendo com que os estudantes e as famílias decidam protelar a entrada no mercado de trabalho para um momento em que ele possa estar mais favorável”, explicou o sociólogo Elísio Estanque, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

Segundo noticiou esta terça-feira o Público, análises ao longo do tempo de economistas e sociólogos revelam que, em períodos de retração do mercado de trabalho, há um aumento da procura formação, porque o custo para estudar é mais baixo. Já em períodos de expansão, acontece o inverso.

A 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público encerrou na noite de domingo com 62.675 candidatos, um crescimento de 11.384 face a 2019 (18%), sendo o número mais elevado de candidatos desde 1996. O número de candidatos é também muito superior ao das 51.408 vagas disponíveis.

Este é um “aumento inédito” e que “promove o alargamento da base social do ensino superior”, indicou em comunicado o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Para o diretor do Centro de Investigação em Políticas do Ensino Superior (CIPES), Pedro Teixeira, apostar na formação num momento de crise é “uma boa altura para fazê-lo, não só para os jovens como para a requalificação de quem já está no mercado de trabalho”, aconselhando, contudo, “alguma cautela” na leitura dos números, visto que o total de candidaturas está condicionado pelo que designa de “efeito ilusório” dos resultados dos exames nacionais, em que as notas máximas quase duplicaram face ao ano anterior.

De acordo com o Público, as estatísticas mostram que os alunos que entram nas duas primeiras opções do concurso nacional de acesso têm taxas de conclusão muito superiores aos restantes. Entre os que entram nas 5.ª e 6.ª opções, só cerca de 40% completam o curso em que entraram.

Elísio Estanque indicou que, para antecipar as dificuldades, serão necessários “mecanismos que possam superar as dificuldades de muitas famílias e muitos jovens”, reforçando os apoios sociais aos estudantes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …