O candidato que não chegou a ser lança um livro e conta tudo

(dr)

Joaquim Jorge ia ser. Mas depois não foi, não chegou a ser. O biólogo e fundador do Clube dos Pensadores vai fazer a sua “última intervenção pública”. E sobre o assunto, segundo conta ao ZAP, “não tecerá mais comentários”.

No concelho de Matosinhos, foi aprovado cinco vezes. O passo seguinte para ser reconhecido como candidato à Câmara de Matosinhos para as autárquicas, que se realizam a 1 de outubro, seria fazer chegar o nome do independente Joaquim Jorge para ser aprovado na distrital do PSD, mas isso nunca aconteceu e entretanto o nome caiu. Porquê?

Foi a convite do presidente da concelhia do PSD de Matosinhos, José António Barbosa, que Joaquim Jorge ponderou aceitar o convite “inesperado”. Depois de ter sido aprovado, a distrital questionou a última votação por não ter sido feita por voto secreto.

Desde o início que a candidatura “que não chegou a sê-lo” do biólogo esteve envolta em polémica: numa das votações na concelhia, António José Barbosa, presidente, teve que usar o voto de qualidade para desempatar a votação. No entanto, a decisão foi polémica, já que havia quem questionasse o uso do voto do presidente.

Dentro do partido – ao qual Joaquim Jorge nunca se associou, por se considerar independente -, havia discórdia e, na altura, diz o jornal Sol, uma fonte social democrata referiu-se ao biólogo como uma “pessoa que deu uma entrevista a um jornal local a dizer que em Matosinhos só o PS ganhava“.

“Quando disse que o PS ganhava sempre em Matosinhos, foi muito antes de me passar pela cabeça ser candidato. E não disse mentira nenhuma“, explica o biólogo ao ZAP.

A verdade é que o independente Joaquim Jorge – ex-militante socialista, desfiliado das hostes do PS desde 2008, após ter alegado que a vida partidária não era aliciante – nunca chegou à luta pela presidência da Câmara Municipal de Matosinhos, com o nome do médico Jorge Magalhães, antigo vereador da Câmara de Matosinhos no mandato de 1997/2001, a surgir em seu lugar.

Joaquim Jorge considera que esta corrida – agora perdida – foi mais difícil para si por não ter cartão de militante do PSD.

Na altura da apresentação do candidato da coligação PSD/CDS para as autárquicas de Matosinhos, o presidente da concelhia demitiu-se em rutura com a distrital e levou consigo mais 13 pessoas.

Agora, toda a jornada é contada na primeira pessoa, ao longo de 90 páginas. No livro – “CANDIDATO que não chegou a sê-lo” – que será apresentado esta quinta-feira, às 21h30, na FNAC do NorteShopping, está inserida uma carta enviada ao líder do PSD, Pedro Passos Coelho, e outra ao presidente da distrital do PSD do Porto, Bragança Fernandes.

Joaquim Jorge garante que Pedro Passos Coelho, por quem tem “grande estima”, lhe respondeu à carta com um telefonema, não querendo revelar o teor da conversa.

Com a candidatura à Câmara, Joaquim Jorge queria uma oportunidade para colocar em prática “o ativismo cívico e a forma de pensar a democracia” já há 11 anos “através do debate no Clube dos Pensadores”.

Apesar de sentir um “misto de impotência e alívio”, o biólogo diz que vai continuar “transparente, livre, independente e insubmisso”.

CF, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Profissionais do SNS já trabalharam oito milhões de horas extra no primeiro semestre

No primeiro semestre de 2020, contam-se mais 1,2 milhões de horas suplementares trabalhadas, sendo que só em maio a subida foi superior a 471 mil. Segundo o Jornal de Notícias, nos primeiros seis meses deste ano, …

Rui Moreira diz que não é possível prevenir festejos de adeptos do FC Porto

O presidente da Câmara Municipal do Porto disse, esta terça-feira, não ser possível tomar medidas de prevenção em relação a possíveis festejos de adeptos do FC Porto pela conquista do título, pedindo apenas que se …

Mulher assintomática provoca surto de 71 infetados na China. Bastou entrar sozinha num elevador

A passagem de uma mulher infetada com covid-19, mas assintomática, por um elevador de um edifício habitacional na China deu origem a um surto de 71 contagiados. De acordo com o estudo publicado pelo Centro de …

Detido em França um dos pedófilos da "darknet" mais procurados do mundo

A polícia francesa prendeu um suspeito de gerir portais na "darknet" que permitiram a "milhares de internautas de todo o mundo ter acesso a fotografias ou vídeos de caráter pedopornográfico", anunciou, esta segunda-feira, o Ministério …

Mais seis mortes e 233 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta terça-feira, mais seis mortes e 233 novos casos de infeção por covid-19 em relação a segunda-feira. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 233 novos casos, 143 são na região …

Itália restitui a França obra de Banksy roubada do Bataclan

Itália anunciou, esta terça-feira, que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma. Antes, …

Há corais vermelhos na costa algarvia (e vai haver multas para quem os apanhar)

Os corais vermelhos da costa portuguesa vão passar a estar protegidos por legislação pesqueira e ambiental que está a ser preparada pelo governo e coimas elevadas, anunciou o ministro do Mar. O ministro do Mar, Ricardo …

Vieira e SAD arguidos. CMVM suspende ações do Benfica

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu, esta terça-feira, as negociações de ações da Benfica SAD, pouco tempo depois de ter sido confirmada a existência de três arguidos por fraude fiscal, na sequência …

Comissão Europeia planeia reduzir capacidade das multinacionais em explorar sistemas fiscais

A Comissão Europeia está a estudar formas de acionar partes de tratados europeus para reduzir a capacidade das multinacionais em explorar os sistemas fiscais de alguns países da União Europeia (UE), identificando-os como distorções do …

Governo britânico decide banir Huawei da rede de telemóvel 5G

As operadoras de telemóvel britânicas vão ter de remover todo o equipamento da empresa chinesa Huawei usado na infraestrutura de telecomunicações 5G até ao final de 2027. A decisão foi tomada, esta terça-feira, numa reunião do …