Canal que emite jogos de futebol deverá fechar

Téléfoot

Téléfoot iniciou as suas transmissões em agosto de 2020 e já não deve durar muito mais. Canal emite a maioria dos jogos das duas principais divisões em França, além de todos os jogos das principais competições europeias.

Um novo projeto televisivo ligado ao futebol surgiu “em força” durante o último verão, em França, quando a Mediapro entrou no negócio, adquiriu os direitos de transmissão da maioria dos jogos das duas principais divisões francesas.

Tudo para ser transmitido no novo canal, o Téléfoot.

O canal, que se inspirou no nome de um dos programas mais antigos da televisão francesa ligados ao futebol, inaugurou as suas emissões em agosto de 2020. A aposta da Mediapro foi forte: ficou com o direito de transmissão de 80% dos principais jogosnacionais e de todos os jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa – além da exclusividade da futura Liga das Conferências, também da UEFA.

Foram contratadas dezenas de profissionais da comunicação social, comentadores, mas nesta terça-feira, menos de quatro meses depois do início das emissões, a redação do Téléfoot foi informado de que o canal pode fechar em breve, avisa o jornal L’Équipe.

As dificuldades financeiras do panorama atual levaram a Mediapro a acumular dívidas – e a pedir à Liga Francesa de Futebol a diminuição do valor do contrato dos direitos de transmissão dos jogos da Ligue 1 da Ligue 2, que está estabelecido nos 830 milhões de euros. Haverá nova reunião nos próximos dias.

Segundo a mesma fonte, ao longo dos últimos meses a Mediapro deixou de pagar à Liga o valor acordado e, por isso, tem tentado renegociar o preço. Mas o diretor do canal, Jean-Michel Roussier, já admitiu que não é preciso esconder: o canal pode fechar em breve.

Os presidentes de alguns clubes franceses já avisaram os jornalistas do Téléfoot que, em breve, vão deixar de fazer comentários para o canal. Isto porque, entre os responsáveis da Ligue 1, não se acredita que a Mediapro vai cobrir as dívidas que tem.

  NMT, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.