Caminhos-de-ferro holandeses vão pagar milhões por transportar judeus para campos de extermínio

A empresa ferroviária nacional holandesa vai pagar milhões em indemnizações por ter transportado judeus do país que acabaram em campos de extermínio durante a ocupação nazi. Dos 140 mil judeus que havia no país, uns setenta por cento foram mortos, a taxa mais elevada de qualquer país ocupado pelos nazis.

De acordo com o Expresso, num artigo divulgado na quinta-feira, o NS deu uma contribuição decisiva, pois levava, a troco de pagamento (no total, o equivalente a 2,5 milhões de euros atuais), os presos para Westerbork, um campo de trânsito de onde seguiam para lugares como Auschwitz e Sobibor.

Já em 2005, o NS tinha reconhecido o seu papel e pedido desculpa, mas negou-se a pagar indemnizações. A iniciativa de obrigar a empresa ferroviária nacional partiu de Salo Muller, um antigo fisioterapeuta do clube de futebol Ajax, cujos pais foram mortos em Auschwitz quando este tinha cinco anos.

O que o inspirou foi o exemplo da SNCF, a empresa de caminhos-de-ferro francesa, que há anos se viu forçada a criar um fundo de 60 milhões de euros por razões semelhantes.

Um representante do Memorial Nacional de Westerbork, Dirk Mulder, foi o ano passado à televisão explicar o que estava em causa: “O NS cumpriu a ordem alemã de disponibilizar os comboios. Os alemães pagaram e disseram que o NS tinha de estabelecer um horário. E a empresa fez isso sem uma palavra de objeção”.

Cedendo à pressão, o NS estabeleceu uma comissão para estudar o assunto. Embora reconhecendo que nenhuma indemnização compensará o sofrimento infligido às vítimas, a comissão fixou valores: 15 mil euros para cada sobrevivente, entre cinco e sete mil euros para os descendentes, dependendo de terem nascido antes ou depois da guerra.

“Estima-se que vários milhares de pessoas sejam elegíveis para o pagamento, incluindo uns estimados 500 sobreviventes”, declarou a empresa. “O NS vai destinar várias dezenas de milhões de euros para isto nos próximos anos”. Insuficiente como é, constitui o princípio de uma resposta àquilo que o NS vê como “uma página negra na história da companhia”.

Salo Muller concluiu sobre o assunto: “Foi duro e infelizmente nem toda a gente está satisfeita. Mas é o que é”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …