Caminhos-de-ferro holandeses vão pagar milhões por transportar judeus para campos de extermínio

A empresa ferroviária nacional holandesa vai pagar milhões em indemnizações por ter transportado judeus do país que acabaram em campos de extermínio durante a ocupação nazi. Dos 140 mil judeus que havia no país, uns setenta por cento foram mortos, a taxa mais elevada de qualquer país ocupado pelos nazis.

De acordo com o Expresso, num artigo divulgado na quinta-feira, o NS deu uma contribuição decisiva, pois levava, a troco de pagamento (no total, o equivalente a 2,5 milhões de euros atuais), os presos para Westerbork, um campo de trânsito de onde seguiam para lugares como Auschwitz e Sobibor.

Já em 2005, o NS tinha reconhecido o seu papel e pedido desculpa, mas negou-se a pagar indemnizações. A iniciativa de obrigar a empresa ferroviária nacional partiu de Salo Muller, um antigo fisioterapeuta do clube de futebol Ajax, cujos pais foram mortos em Auschwitz quando este tinha cinco anos.

O que o inspirou foi o exemplo da SNCF, a empresa de caminhos-de-ferro francesa, que há anos se viu forçada a criar um fundo de 60 milhões de euros por razões semelhantes.

Um representante do Memorial Nacional de Westerbork, Dirk Mulder, foi o ano passado à televisão explicar o que estava em causa: “O NS cumpriu a ordem alemã de disponibilizar os comboios. Os alemães pagaram e disseram que o NS tinha de estabelecer um horário. E a empresa fez isso sem uma palavra de objeção”.

Cedendo à pressão, o NS estabeleceu uma comissão para estudar o assunto. Embora reconhecendo que nenhuma indemnização compensará o sofrimento infligido às vítimas, a comissão fixou valores: 15 mil euros para cada sobrevivente, entre cinco e sete mil euros para os descendentes, dependendo de terem nascido antes ou depois da guerra.

“Estima-se que vários milhares de pessoas sejam elegíveis para o pagamento, incluindo uns estimados 500 sobreviventes”, declarou a empresa. “O NS vai destinar várias dezenas de milhões de euros para isto nos próximos anos”. Insuficiente como é, constitui o princípio de uma resposta àquilo que o NS vê como “uma página negra na história da companhia”.

Salo Muller concluiu sobre o assunto: “Foi duro e infelizmente nem toda a gente está satisfeita. Mas é o que é”.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Psicólogos revelam o que pensam as outras pessoas das suas selfies

Uma experiência com centenas de utilizadores do Instagram descobriu que aqueles que publicam muitas selfies são vistos como menos amigáveis, bem-sucedidos, extrovertidos e também mais inseguros. "Mesmo quando dois feeds têm conteúdo semelhante, como conquistas ou …

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …