A Califórnia poderá partir-se em 3 (e vai a votos para o decidir)

sasha / Unsplash

O norte da Califórnia poderá tornar-se na Califórnia do Norte

Em novembro, os eleitores da Califórnia vão ser chamados às urnas para decidir se o Estado se deve dividir em 3. Uma iniciativa popular garantiu o número de assinaturas necessárias para tornar a proposta elegível.

Se os eleitores assim decidirem, em alguns anos, a Califórnia poderá dividir-se em 3 estados: Califórnia, Califórnia do Norte e Califórnia do Sul.

A proposta apresentada em setembro do ano passado através do sistema radical da democracia direta californiana, argumenta que o Estado tem seis vezes mais população que a média dos EUA (39 milhões de habitantes), sendo também duas vezes maior que a média (um pouco menos que o território da Espanha), segundo o El País.

Acrescentando que o Estado é dotado de “enormes e diversificadas economias que incluem agricultura, energia, tecnologia e entretenimento”. A atual representação política não é suficiente para responder a esta população e economia e, por isso, o Estado da Califórnia é “ingovernável“.

De acordo com a BBC, a proposta partiu do multimilionário Timothy Draper, que terá conseguido reunir mais de 400 mil assinaturas, tornando-a elegível.

Já em 2014, o investidor de capitais de risco de Silicon Valley tinha apresentado sem sucesso uma proposta para dividir a Califórnia em 6 estados. Na época, Draper não terá conseguido o número de assinaturas necessárias. Para levar uma proposta a votação é necessário recolher um número de assinaturas equivalantes a 5% dos votos conseguidos pelo governador na última eleição.

Caso a iniciativa seja aprovada, o executivo solicitará ao Congresso dos EUA que divida a Califórnia em 3 estados. O estado chamado de “Califórnia” compreenderia 6 condados entre a costa de Los Angeles e Monterrey. Já a “Califórnia do Norte” abrangeria San José, San Francisco e toda a região que resta a norte, com 40 condados. Por último, a “Califórnia do Sul” estenderia-se a todo o interior, de Fresno a San Diego, contabilizando 12 condados.

Após a divisão, os “novos” estados seriam o oitavo, o quinto e o quarto com mais população, respetivamente, tendo entre 12 a 14 milhões de habitantes cada.

O documento apresentado assinala ainda que os cidadãos de um estado tão grande ficariam melhor servidos por três governos estatais mais pequenos, que preservariam as fronteiras das cidades e das vilas.

Esta proposta pode ainda coincidir como uma outra apresentada que pede a realização de um referendo para a independência da Califórnia.

Dividir a Califórnia significa dividir a sexta maior economia do mundo que, caso fosse um país independente, ultrapassaria o produto interno bruto da França, Índia, Itália e Brasil, nota o Merca 2.0.

A última vez que uma proposta deste género chegou às urnas nos EUA foi há 150 anos e, caso seja aprovada, será a primeira divisão estadual desde 1863, quando a Virgínia Ocidental se separou da Virgínia.

A divisão da Califórnia depende da aprovação do Congresso para passar de apenas um sonho. No entanto, os cidadãos da Califórnia terão que considerar uma série de decisões difíceis consequentes da divisão, como a separação da Universidade da Califórnia ou os diretos sobre o The California Raisins.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …