Bruxelas aprofunda investigações à Google por monopolizar a publicidade online

EPP / Flickr

Margrethe Vestager, comissária europeia da Concorrência

A Comissão Europeia aprofundou as investigações à Google, que estará a abusar da sua posição dominante para “favorecer sistematicamente o seu serviço de comparação de preços nas páginas de resultados de pesquisa”.

Depois da conclusão preliminar de Bruxelas de que a Google viola as regras da União Europeia (UE) sobre práticas de comparação de preços e de publicidade, a comissária europeia responsável pela Concorrência, Margrethe Vestager, informou esta quinta-geira terem sido enviadas duas comunicações de objeções à empresa tecnológica.

O executivo precisou que foi reforçada a conclusão preliminar da existência de “abuso de posição dominante ao favorecer sistematicamente o seu serviço de comparação de preços nas páginas de resultados de pesquisa”, assim como informou a Google sobre o seu ponto de vista preliminar de haver “abuso de posição dominante ao restringir artificialmente a possibilidade de sítios web de terceiros exibirem anúncios associados à pesquisa de concorrentes da Google”.

Margrethe Vestager notou que a empresa criou “muitos produtos inovadores que mudaram vidas”, mas que isso não dá à Google “o direito de negar às outras empresas a possibilidade de competir e inovar”.

Ao reforçar os argumentos de que a Google favoreceu indevidamente os seus serviços, a comissária argumentou que os consumidores ficam impossibilitados de ver os resultados mais significativos para as suas pesquisas.

“Tememos também que a Google tenha impedido a concorrência ao limitar a capacidade de os seus concorrentes apresentarem anúncios de pesquisa em sítios web de terceiros, o que asfixia a escolha dos consumidores e a inovação”, afirmou.

A Comissão considera que a Google tem uma posição dominante na prestação de serviços gerais de pesquisa na Internet, bem como na colocação de publicidade associada à pesquisa em sítios web de terceiros em todo o EEE, com quotas de mercado superiores a 90% e 80%, respetivamente.

“Uma posição dominante não é, em si, um problema à luz do direito da concorrência da UE. No entanto, as empresas em posição dominante têm a responsabilidade de não abusarem da sua forte posição de mercado, restringindo a concorrência tanto no mercado onde são dominantes como em mercados vizinhos”, argumentou a Comissão.

Inovações “aumentaram poder de escolha” dos consumidores

A Google defende que as suas inovações e desenvolvimento dos produtos “aumentaram o poder da escolha dos consumidores” na Europa e “promoveram a concorrência”, depois de Bruxelas ter aprofundado as investigações à tecnológica.

“Acreditamos que as nossas inovações e os desenvolvimentos dos nossos produtos aumentaram o poder de escolha dos consumidores europeus e promoveram a concorrência”, afirmou fonte oficial da Google.

“Vamos analisar a argumentação da Comissão Europeia nestes casos e daremos uma resposta detalhada nas próximas semanas”, concluiu a mesma fonte da multinacional tecnológica.

A Google poderá responder agora a Bruxelas e, caso a Comissão conclua que houve violação das regras, a “Comissão tem o dever de atuar para proteger os consumidores europeus e a concorrência leal nos mercados europeus”, concluiu a comissária.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A famosa estrela Betelgeuse está a recuperar o seu brilho

Novas observações revelaram que a famosa estrela Betelgeuse, cujo brilho diminuiu de forma inexplicável desde outubro, está a conseguir reverter este efeito de escurecimento, recuperando o seu brilho.  A estrela, uma super-gigante vermelha pertencente à …

Sardenha vai cobrar entrada em praia invadida por turistas

Sardenha, em Itália, quer limitar a entrada de turistas numa das suas famosas praias, La Pelosa. A praia vai ter lotação limitada e a entrada vai ser paga para maiores de 12 anos. As medidas de …

Se não quer que a Alexa e a Siri ouçam a sua vida privada, basta usar uma "pulseira do silêncio"

Uma equipa de professores de ciência da computação da Universidade de Chicago inventou uma pulseira especial que interfere com todos os microfones próximos, incluindo os dos altifalantes e assistentes inteligentes. As câmaras de segurança e altifalantes …

Algoritmo analisa textos de Edgar Allan Poe e indica que autor pode não ter cometido suicídio

Através de um algoritmo que identifica marcadores linguísticos de depressão e cognição suicida, investigadores norte-americanos que o escritor Edgar Allan Poe pode não ter cometido suicídio. Nesta análise, investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos …

Mudanças climáticas estão a secar um rio que fornece água a milhões de pessoas nos Estados Unidos

As mudanças climáticas reduziram drasticamente o fluxo do rio Colorado, nos Estados Unidos, deixando em risco o abastecimento de cerca de 40 milhões de pessoas e milhões de hectares de terrenos agrícolas. O alerta consta …

Trump vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou na segunda-feira que vai vender helicópteros militares à Índia no valor de 2,7 mil milhões de euros, à chegada à cidade de Ahmedabad, para uma visita …

Vale e Azevedo livre de processo de desvio de fundos do Benfica

O Tribunal Judicial de Lisboa declarou a prescrição do processo em que o antigo presidente do Benfica João Vale e Azevedo era acusado de ter desviado dinheiro do clube. O Tribunal Judicial de Lisboa declarou, na …

O Pentágono acabou de simular uma guerra nuclear com a Rússia

O Pentágono realizou um exercício de treino na semana passada, no qual simulou uma guerra nuclear com a Rússia. Apesar de ser comum passar por conflitos simulados, é incomum divulgá-los.  De acordo com a National Defense …

Novo passaporte britânico é desenhado em França e feito na Polónia

A ministra do Interior britânica, Priti Patel, apresentou no sábado os novos passaportes. Começam a ser emitidos em março e recuperam a cor azul que tinham antes de 1988, quando o Reino Unido se juntou …

Confirmados resultados das presidenciais da Guiné-Bissau e vitória de Sissoco Embaló

A Comissão Nacional de Eleições da Guiné-Bissau confirmou os resultados das eleições presidenciais e a vitória de Umaro Sissoco Embaló. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau confirmou esta terça-feira os resultados das eleições presidenciais …