Bruno de Carvalho perde advogado e enfrenta Cândida em tribunal

Tiago Petinga / Lusa

Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting

O advogado de Bruno de Carvalho, José Preto, abandonou a defesa do ex-presidente leonino. Esta quarta-feira, o mais carismático arguido da invasão à academia de Alcochete será ouvido em tribunal pela procuradora Cândida Vilar, com a qual já teve atritos no passado.

A relação entre Bruno de Carvalho e Cândida Vilar não começou da melhor maneira. A procuradora, ainda sem provas concretas, acusou o antigo presidente leonino de ter orquestrado o ataque à academia do clube, em Alcochete. Cândida pediu mesmo a prisão preventiva, mas o juiz Carlos Delca entendeu que não havia indícios suficientes.

As tensões imediatamente escalaram entre os dois e o ex-presidente acusou Cândida Vilar de ou “ter uma agenda” ou “um distúrbio“. Esta quarta-feira, encontram-se pela primeira vez em tribunal, onde Bruno de Carvalho deverá ser ouvido no Campus da Justiça.

O processo ainda está na fase de instrução fundamentalmente devido a quatro pedidos de recusa feitos ao juiz Carlos Delca. Apesar de tudo, o juiz já revelou o que pensa em relação ao envolvimento de Bruno de Carvalho neste caso, considerando que há indícios, mas que simplesmente não são muito fortes.

De acordo com o Tribuna Expresso, durante os seis meses que Cândida Vilar esteve a investigar o caso, não conseguiu encontrar nenhuma prova direta que associasse Bruno de Carvalho aos crimes cometidos na academia de Alcochete.

Os indícios que restam são relativos a uma suposta alegação do líder da claque leonina, “Mustafá”, que terá dito que havia luz verde do presidente para o ataque à academia. Esta informação foi dada por Bruno Jacinto, oficial de ligação entre os adeptos e o clube, mas foi negada em tribunal pelo próprio “Mustafá”.

Cândida Vilar realçou que a investigação não estava terminada e que ainda haviam arestas por limar. Nomeadamente, falta recuperar mensagens apagadas do telemóvel do antigo manager do clube, André Geraldes. Bruno Jacinto terá avisado-o do ataque que iria acontecer.

A situação de Bruno de Carvalho também não está nas melhores condições, já que o antigo presidente leonino ficou recentemente sem o seu advogado, José Preto.

O afastamento foi justificado por um requerimento enviado ao juiz Carlos Decla, no qual é explicado que foi entregue um parecer assinado por José Manuel Anes, ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, que alega que a acusação de terrorismo aos 44 arguidos deste caso é infundada e não tem cabimento.

Em declarações ao Diário de Notícias, José Preto disse “estar em divergência com algumas coisas”, mas que o motivo principal é o documento que chegou ao processo por outro elemento da equipa jurídica, Roberto Silva Carvalho.

Acho grotesco que se entregue um parecer de uma pessoa que não é jurista. Em matéria de direito, um parecer de um não jurista é proibido. Acho imperdoável que o meu ilustre constituinte se tenha deixado manipular desta maneira”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bruninho, o teu problema é falares muito… A coca tem dessas coisas!
    Fosses mais calmo e desses menos na branca e tinha tido outra sorte…

RESPONDER

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …

Na Austrália, há cobras que saltam (e os cientistas querem saber porquê)

Cientistas da Virgínia, no Estados Unidos, descobriram na Austrália uma espécie de cobra comum das árvores que é capaz de saltar entre galhos e folhas. Tratam-de das cobras de árvores australianas da espécie Dendrelaphis, espécimes …

Entomólogo diz que há "abelhas" em Marte (e tem provas)

Enquanto os cientistas tentam encontrar vida em Marte com experiências no terreno, como a sonda Curiosity, o entomólogo William Romoser, professor emérito na Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, afirma que já temos provas da …

Luas de Neptuno dançam de forma única e perpétua

De acordo com uma investigação publicada recentemente, mesmo para os padrões selvagens do Sistema Solar exterior, as órbitas estranhas das duas luas mais interiores de Neptuno não têm rival. Especialistas em dinâmica orbital estão a chamar …

O Senhor dos Anéis. Série já tem segunda temporada garantida (e a primeira ainda nem estreou)

A primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon Prime, ainda nem estreou e a sua segunda temporada já está confirmada. A declaração foi feita por Jennifer Salke, da Amazon Studios, ao …

John Legend atua em julho no festival EDP Cool Jazz

O músico norte-americano, responsável por temas como "All of me" e "Ordinary People", regressa a Portugal, em julho, para um concerto no festival EDP Cool Jazz, em Cascais. John Legend atua a 3 de julho no …

Cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias devido a uma dívida milionária

Um cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias em Buenos Aires, na Argentina, devido a uma dívida milionária.  Trata-se do cruzeiro turísitico RCGS Resolute que pertence à empresa do Canadá …