Bruno de Carvalho admite processar o Estado (e quer regressar ao Sporting)

Rodrigo Antunes / Lusa

O antigo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, admitiu processar o Estado português depois de ter sido absolvido de todos os crimes que lhe estavam imputados no ataque à academia de Alcohete.

“Ação ao estado português? Pecuniária, sim?”, disse Bruno de Carvalho, que liderou os leões entre 2013 e 2018, esta sexta-feira na TVI24.

Na mesma entrevista, Bruno de Carvalho considerou que os  “os sportinguistas deviam pensar no que aconteceu e solicitar uma Assembleia Geral” para que o próprio Bruno de Carvalho possa “regressar como associado de plenos poderes“.

“Acho que fiz um excelente trabalho em algo que me acho muito bom”, observou, citado pelo Diário de Notícias. Apesar de considerar que se “fez justiça naquilo que é o processo penal”, recordou que a leitura da sentença e a sua absolvição “não é o fim”.

“Foi muito pesado para mim e para a minha família. Foi um assassínio de caráter. E na rua as pessoas dizem que não foi feita justiça”, continuou, frisando que “a decisão por falta de provas não corresponde à verdade”.  “Esta procuradora tentou por todos os meios defender a tese da acusação. Era sempre o Bruno de Carvalho o tema do julgamento”.

Bruno de Carvalho foi esta quinta-feira absolvido de todos os crimes no julgamento do ataque à Academia de Alcochete. Na leitura do acórdão, que decorreu no tribunal de Monsanto, em Lisboa, o coletivo de juízes presidido por Sílvia Pires considerou que não foram provados os factos apontados a Bruno de Carvalho.

O mesmo coletivo considerou que também não foram aprovados os factos contra Mustafá, ex-líder da claque Juve Leo, e a Bruno Jacinto, oficial de ligação aos adeptos do Sporting.

“Os factos foram dados como não provados (…) Nada se provou contra eles”, disse a juíza na leitura da sentença, citada pelo Público. Quanto a Bruno de Carvalho, detalhou, “não ficou provado que as críticas à equipa tivessem o objetivo de incitar à violência”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. esse senhor pode não ser o autor moral do crimeem causa mas seria sempre dele, na qualidade de presidente, a responsabilidade máxima de evitar o dia mais negro do SCP, já para não falar nas peripécias pós-Alcochete para se manter no poder e no estado financeiro que deixou o clube, altamente lesado pela sua gestão e pelos danos financeiros provocados pelo ataque que ele como presidente tinha obrigação de antecipar e evitar.

  2. Neste caso, a ausencia de provas nao significa inocencia. Significa que nao se conseguiu provar que é o culpado e é mais uma mancha no servico do ministério público. Este “senhor” devia nesta altura estar engavetado pelo que ocasionou. o que é que ele pode oferecer ao SCP agora?

  3. Não há “provas” ???….mas no mínimo dos mínimos, há “provas” dos comportamentos arruaceiros que tem !…esta do que “façam o que quiserem” ao encontro da claque quer dizer o quê ????

  4. Ele que tenha vergonha e agradeça não estar preso, pois sempre, onde há fumo há fogo, e mais tarde ou mais cedo, como o mar, tudo é devolvido, tudo se vem a descobrir.

RESPONDER

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …

FC Porto já só sonha com o título, mas Amorim não faz vida fácil aos "dragões"

O FC Porto só precisa de empatar com o Sporting CP para ser campeão. Rúben Amorim quer estragar a festa dos portistas, embora não lhe interessem quer acabe por vencer o campeonato. O SL Benfica manteve …

Companhias aéreas e aeroportos arriscam multas até 2 mil euros por cada passageiro sem teste negativo

O Governo clarificou esta terça-feira as regras sobre tráfego aéreo e gestão de aeroportos no quadro da pandemia de covid-19 e estabeleceu o regime sancionatório do incumprimento dessas regras. "Clarificam-se regras referentes ao tráfego aéreo e …

GES já estava falido cinco anos antes de colapsar. Salgado acusado de 65 crimes

O Ministério Público acusa o ex-banqueiro Ricardo Salgado de 65 crimes no âmbito do caso BES. O Grupo Espírito Santo já estava falido cinco anos antes de colapsar. O Ministério Público proferiu, esta terça-feira, o despacho …

De achado a fardo. RDT complica contas do recém-despromovido Espanyol

O ex-Benfica RDT está a complicar as contas da próxima temporada do recém-despromovido Espanyol, uma vez que aufere quase meio milhão por mês e que a descida ao segundo escalão do futebol espanhol obriga a …