Boris Johnson acredita que pode voltar ao poder já no próximo ano

1

number10gov / Flickr

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson

Embora ainda não tenha sido do cargo, Boris Johnson já parece ter apoio para uma recandidatura ao cargo e acredita que pode voltar ao poder já no próximo ano.

Boris Johnson terminou, esta quarta-feira, a sua última sessão semanal de perguntas e respostas no Parlamento citando Arnold Schwarzenegger em “O Exterminador Implacável”: “Hasta la vista, baby”.

Antes, o ainda primeiro-ministro britânico aproveitou o discurso para dar alguns conselhos ao seu sucessor no cargo e para fazer um pequeno balanço do seu mandato. “Missão largamente cumprida… por agora”, realçou. No fim, foi recebido por um enorme aplauso do Parlamento.

E, ao que relatos recentes parecem sugerir, o hasta la vista de Boris Johnson pode não ter sido em vão e o líder do Governo britânico até poderia citar novamente Arnold Schwarzenegger e dizer: “I’ll be back”.

Através das redes sociais, Tim Montgomerie, ex-assessor do primeiro-ministro britânico, escreveu que “Boris diz aos assessores que voltará a ser primeiro-ministro dentro de um ano”.

Citado pelo Expresso, o editor de Política do The Telegraph, Christopher Hope, afiança que Montgomerie tem “boas fontes”. Afinal, o antigo assessor previu a saída de Boris Jonhson duas semanas antes de realmente acontecer.

Rishi Sunak e Liz Truss são, neste momento, os dois nomes fortes na sucessão a Boris Johnson. Mas, dentro dos conservadores, já houve quem tenha sugerido que o nome de Boris também seja incluído na lista de possíveis candidatos.

Aliás, quase 8.000 militantes tories já assinaram uma petição nesse sentido, lançada por Peter Cruddas, membro da Câmara dos Lordes. Em contrapartida, internamente há quem tema que isto possa dar uma má imagem do partido ao país.

“O primeiro-ministro demitiu-se voluntariamente. Não tem qualquer papel nesta corrida à liderança. Não é candidato”, atirou o ministro para o País de Gales e antigo titular da pasta da Justiça, Robert Buckland.

  Daniel Costa, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.