Bolsonaro desembarca em Washington para primeiro encontro com Trump

Tânia Rêgo / Agência Brasil

Jair Bolsonaro chegou a Washington para a sua primeira visita oficial a um governante de outro país. O Presidente brasileiro visita Donald Trump na Casa Branca esta terça-feira.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chegou este domingo a Washington, nos Estados Unidos, para iniciar uma visita oficial ao país, durante a qual irá reunir-se com o seu homólogo Donald Trump, para reforçar uma “aliança pela liberdade e a prosperidade”.

“Pela primeira vez em muito tempo, um Presidente brasileiro que não é anti-americano chega a Washington. É o começo de uma parceria pela liberdade e prosperidade, como os brasileiros sempre desejaram”, lê-se numa mensagem publicada no Twitter de Bolsonaro pouco depois de o Presidente brasileiro ter aterrado na base aérea de Washington.

Também no Twitter, Jair Bolsonaro defendeu que “Brasil e Estados Unidos juntos assustam os defensores do atraso e da tirania ao redor do mundo”. “Quem tem medo de parcerias com um país livre e próspero? É o que viemos buscar!“, lê-se na mensagem.

Numa outra publicação, o Presidente do Brasil refere que ficará alojado na Blair House, situada junto à Casa Branca, “uma honraria concedida a pouquíssimos chefes de Estado, além de não custar um centavo aos cofres públicos”, escreveu Jair Bolsonaro, agradecendo “ao Governo americano todo respeito e carinho” que está a ser dado à comitiva.

Esta segunda-feira, o chefe de Estado participará num fórum de investimentos e noutro sobre “o futuro da economia brasileira”, organizado pelo Comité Empresarial Brasil-Estados Unidos, além de se encontrar com o ex-secretário do Tesouro norte-americano, Henry Merritt Paulson.

O líder ultraconservador brasileiro, que viajou acompanhado de seis ministros, será recebido na terça-feira na Casa Branca por Donald Trump, que Bolsonaro considera um modelo e com quem irá assinar vários acordos e discutirá vários assuntos, incluindo a situação na Venezuela.

O Brasil e os Estados Unidos foram dos primeiros países a reconhecer Juan Guaidó, o presidente do parlamento venezuelano, como o legítimo Presidente da Venezuela, e é esperado que Bolsonaro e Trump abordem possíveis medidas para fazer chegar ajuda humanitária àquele país.

Os dois líderes terão um almoço de trabalho e uma reunião prolongada com os ministros dos dois países e darão uma conferência de imprensa no final.

Em Washington, Bolsonaro planeia assinar acordos na área da energia, segurança e defesa nacional, assim como salvaguardas tecnológicas, para permitir que os Estados Unidos utilizem a base brasileira de Alcântara para lançar foguetes espaciais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …