Bolsonaro congelou Bolsa Família (mesmo nas cidades mais pobres do Brasil)

Justin Lane / EPA

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na Assembleia-Geral da ONU

O Governo de Jair Bolsonaro congelou o programa Bolsa Família mesmo nas regiões mais pobres do país. Entre junho e outubro de 2019, uma em cada três das cidades mais carenciadas não teve novos apoios.

Esta segunda-feira, o jornal Folha de S. Paulo cita dados entre junho e outubro do ano passado para sustentar que uma em cada três das cidades mais carenciadas do Brasil não teve novos apoios nos últimos cinco meses.

O levantamento considera os 200 municípios brasileiros de menor rendimento per capita apontados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2017. Segundo o matutino, em todos eles houve um recuo na cobertura e um ritmo de atendimento a novas famílias muito menor do que em períodos anteriores.

A entrada de beneficiários no programa Bolsa Família passou a ser controlada pelo Governo desde o ano passado. A fila de espera voltou a aumentar, sendo que, em janeiro, cerca de um milhão de famílias aguardava resposta do Ministério da Cidadania.

O diário brasileiro destaca ainda que, entre janeiro de 2018 e maio do ano passado, 26 famílias passavam a ser atendidas por mês no grupo das 200 cidades mais pobres. Contudo, de acordo com os dados mais recentes, a média mensal passou para apenas cinco famílias.

Além disso, entre as duas centenas, 37 cidades tiveram apenas um benefício libertado entre junho e outubro, e em 64 delas houve um bloqueio total no mesmo período.

A Bolsa Família atende famílias com filhos até aos 17 anos de idade que vivem em situações de pobreza extrema, com rendimentos mensais per capita até 89 reais (18,8 euros), e pobreza, com rendimentos entre 89,01 e 178 reais (37,62 euros) por mês.

O benefício médio é de 191 reais (40,37 euros).

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. O problema não é o governo Bolsonaro, e sim as pessoas que se aproveitam dos benefícios para continuarem na pobreza.
    Há vários casos de pessoas que usam o dinheiro para bebidas e produtos que não são de gênero alimento, tão pouco educativo.
    O pior são nas fraudes já detectadas pelo governo, justamente nas regiões mais pobres, de pessoas que viviam muito bem e não declaravam e ainda recebiam o bolsa família. Houve cidades que chegou a ultrapassar os 60 mil casos de fraude.

    Ou seja, o benefício na verdade era uma fraude.

    Agora, impor ao governo está culpa é muito apelo de um jornal que no Brasil não tem credibilidade.

    Mais de 80% da população brasileira não lê, bem acredita nas matérias da folha de São Paulo. Apenas a mídia esquerda que aproveita de várias matéria tendenciosas para fazerem mais barulho contra o governo.

    Vergonha de mídia!

    • Boa tarde. Portanto, o Sr. é Brasileiro, certo? (uma pergunta que faço, assente na grafia do seu comentário).
      Se as fraudes existem, há que combater as fraudes com MAIOR FISCALIZAÇÃO, como meios de prova, etc.
      Se o problema não é o Governo Bolsonaro, então a solução também não é o cancelamento do benefício, mas sim, como já referi acima, uma maior fiscalização.
      Direita, esquerda é tudo igual em matéria de corrupção, só varia como a fazem! E isso é que é uma vergonha!

    • Boa tarde. Fiscalize-se COMO DEVE SER e retire-se a quem não tem direito. Aperte-se a malha da corrupção, mas parece que para isso falta coragem! PONTO.
      Porque há pessoas que precisam SIM! E há por aí muito MALANDRO a servir-se de tantos outros benefícios indevidos! Quer um exemplo? Políticos que moram em Lisboa, mas dão outra morada, p/terem ajudas de custo! E muito, mas muito mais.

      • Fiscalização como deve ser custa dinheiro. Quem é que acha que vai pagar? Os mesmo que pagam o RSI. Ou seja, o contribuinte pagador de impostos paga o rendimento a quem não tem rendimentos (ou faz que não tem), e depois paga a fiscalização para garantir que não há abusos. Está disposta a ver os seus impostos aumentados para pagar isto? É que não há almoços grátis!

        É que tal as pessoas assumirem a responsabilidade pela sua situação?

        • Bom dia Sr./a. “É assim”.
          Claro q/tem custos, são custos do Governo, do Estado, do País e de uma Nação, que se quer JUSTA e SOLIDÁRIA. Senão vejamos:, situações em que os seus/meus impostos são AUMENTADOS e muito, e não deviam:
          1) Não pagamos as mordomias dos políticos?! NAO DEVIAMOS!
          2) Não pagamos +de 200 deputados, quando na realidade uns 170 (vá, no máximo!) seriam mais do q/suficientes, a fazer fé noutros parlamentos de países muito maiores que o nosso e c/economias bem mais dinâmicas? NÃO DEVÍAMOS!
          3) Não pagamos DUVIDOSOS perdões fiscais a grandes contribuintes, quando o/a Sr./a., eu e todos os contribuintes HONESTOS, pagamos os nossos impostos?!?!?!? NÃO DEVIAMOS pagar esses perdões fiscais!!!
          4) E os fundos comunitários, usados para tudo menos para os fins a que se destinam?!?!?! Não são os seus impostos?! Os meus???
          E podia continuar, continuar e continuar; a lista seria interminável!
          SE as pessoas tiverem culpa da situação que a assumam, sim senhor, totalmente de acordo!
          Mas há muitas situações de miséria humana, pobreza extrema, acredite!!! Inclusive encapotada, por vergonha, por ostracismo! As pessoas são todas muito amiguinhas nas redes sociais mas depois na vida real, são uns canalhas!!!
          É alguém que cai e ninguém ajuda a levantar… qualquer que seja o tipo de “queda”…
          É alguém que precisa de consolo, um abraço, tem fome e as pessoas que olham “assobiam p/o lado”, fingem que não vêem…
          Ninguém sabe o que o futuro lhe reserva! NINGUÉM!!!
          Pode trabalhar-se p/isso, construir, tentar… mas a VIDA dá muitas voltas… Olhe, sabe o que lhe desejo? Que a tragédia/adversidade ou “situação” (como lhe chamou!) nunca lhe bata a porta, nem aos seus… seja mais tolerante e não julgue logo o livro pela capa…
          Excelente dia para si!

          • Percebo o que diz, mas cada vez mais tenho a convicção que a brutalidade de impostos que se pagam servem essencialmente para alimentar essa máquina profundamente ineficiente que é o Estado. Cria-se um imposto com o objetivo do dinheiro ser usado com um determinado fim, mas isso dura pouco tempo, rapidamente esse dinheiro é simplesmente adicionado ao pote de onde se paga o (mau) funcionamento do Estado. E isso nunca vai mudar. Sou cada vez mais da opinião que prefiro impostos muito baixos, e um Estado pequeno que faz pouco. E cada um tem depois a responsabilidade de preparar o seu próprio futuro. Não quero depender do Estado para a minha reforma e seguramente não quero depender do Estado para a minha saúde. Quanto ao RSI, não me venham com histórias da carochinha. Adultos em idade de trabalhar a receber RSI normalmente estão nessa situação por culpa própria. Ou não quiseram estudar, ou não quiseram trabalhar, ou ambos, ou meteram-se na droga, jogo, etc. Crianças, idosos, pessoas que ficaram incapacitadas por acidente, são os únicos casos que devem ser acautelados. Agora adultos saudáveis em idade de trabalhar? Não contem comigo para lhes pagar uma casa.

  2. Que insensibilidade social dos comentários precedentes. A Bolsa família é de 40 Euros (191 reais) e é apenas atribuída às mulheres em extrema pobreza que usam essa miséria de apoio social para alimentar os filhos e os enviar à escola. Um botija de gás para cozinhar custa 70 reais (quase metade da bolsa família) o que significa que muitas destas mulheres recolhem lenha para cozinhar. Os homens não têm acesso à Bolsa família por isso não se embebedam com ela. Os vossos comentários são cruéis.

    • Precisamente! Obrigada pelos seus comentários a elucidar a realidade brasileira, que desconhecia.
      As medidas são boas e são para PROTEGER e/ou AJUDAR quem mais precisa; os “chico/a-espertos/as”, seja lá de que nacionalidade forem, é que se aproveitam e não deviam!!! Um excelente dia para si!

  3. A mídia esquerdista brasileira tenta diariamente de todos os meios sejam eles, escritos, televisivos ou radiofônicos criar mentiras ou estatísticas absurdas de descontentamento do povo brasileiro que elegeu democraticamente um defensor das leis anti corrupção e não aceita mais ser iludida por falsas noticias desta midia impressa que é a folha de São Paulo Que detém o datafolha como instituto de pesquisa que elegeu Dilma Roussef, o vereador Suplicy, como os mais votados para o senado federal e outros cupinchas do Lula e de seu corrupto partido, mas nem sequer tiraram o terceiro lugar pois o povo Brasileiro acordou para ver a verdade

  4. O mal do mundo está nesta “malandragem que recebe migalhas indevidas” qualquer dos comentadores críticos trocaria de bom grado a sua situação social para poder gozar a boa vida dos ditos.
    Aos mais fracos somos capazes de fazer tudo, até retirar uma pálida ajuda à sobrevivência, mas perante os poderosos corruptos, somos menos acutilantes e damos sempre o beneficio da dúvida até serem julgados culpados.
    O Sr. Bolsonaro usa fato e gravata, pode fazer tudo……….

    • Bom dia Sr./a. Livre.
      Precisamente!!!
      Tem de haver “à cabeça” (não é depois!) uma melhor fiscalização, p/minimizar essas situações.
      A esses corruptos, coitadinhos, ninguém chega, ninguém toca! Mas começam a cair alguns… e vão cair muitos mais!!! Até se matam, p/não sofrerem as consequências, tal é a FALTA DE CORAGEM!!! Para não dizer outras coisas!!!

  5. Triste realidade do Brasil:

    Crianças de 12 anos já engravidam.
    As vezes nem sabem quem é o pai ( baile funk), vão no muro dar de “sainha”.

    Algumas tem 4 filhos de pais diferentes e Tudo isso pra recebe o bolsa família.
    Fora que tem outra bolsa prs família de presidiário que dá quase 2 salários mínimos no Brasil.

    Junta cada Filho por cabeça se forem pais diferentes cada 1 ganha mais o auxílio preso.

    O Brasil não vai pra frente?
    Pelo fato de a corrupção é muito antiga.
    E os políticos que estão no poder fizeram tanta coisa Errada.
    O Brasil começou a desandar Totalmente no Governo Lula.
    Era corrupto antes? sim, mas não tanto como hoje.

    Antigamente Todos em SP votavam no Maluf. Motivo? Vota mas faz.

    Uma das maiores obras dele: não foram as pontes, mas sabiam que tinha partes da cidade de SP que o Esgoto era a Céu Aberto? Nenhum político deu jeito nisso, ele deu. Apesar da corrupção que sempre teve antes do Lula era mais : alguns poucos faziam.
    Mas tinham um pouco mais de Decência e não era Tão escancarado.

    Tudo o que aconteceu do Governo Lula pra cá na minha opinião: não acharam nem 5%.

    Dá vergonha mas no Brasil é difícil Fiscalizar ou cobrar algo por puro Medo.
    Pessoas são mortas as vezes não por não entregar o Dinheiro, mas senão tiver Dinheiro e nem nada é morto também.
    Já vi casos na Tv de gente que tava na rua Foi assalto Levou tiro: por não ter nada pra levar.

    O Lula quando tava preso: teve os “militantes” lá.
    A única coisa que a Mídia não transmitiu foi esse “povo” ( que nem morava lá ):

    -Iam na frente das Casas de moradores de Bem e Mijavam no Quintal, nos portões das casas.
    -Alguns moradores tiveram que pedir pros vizinhos de Trás e entrava em sua própria casa como se Fosse bandido, porque? simples o “povo”(militantes) não deixavam passar.

    Eu sei que o Bolsonaro não vai resolver tudo mas por ter a mente um pouco mais fechada vai foca em poucas coisas importantes e ele aprecia valores antigos como a : Família.
    Eu votei no Bolsonaro por amor ao Brasil.

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …