Biden prepara-se para reconhecer massacre arménio como genocídio

jlhervàs / Flickr

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, está a preparar-se para reconhecer formalmente os massacres arménios do início do século 20 como genocídio, cumprindo assim uma promessa que fez durante a sua campanha, decisão que pode aumentar as tensões com a Turquia.

Segundo noticiaram esta quinta-feira o Wall Street Journal e o New York Times, citando as autoridades norte-americanas, Biden deve fazer o anúncio no sábado, na comemoração do Dia da Memória do Genocídio Arménio.

Durante o genocídio arménio, ocorrido entre 1915 e 1923 e reconhecido por 29 países, o Império Otomano – atual Turquia – assassinou e deportou cerca de 1,5 milhões de arménios. Esses atos são considerados como genocídio pela maioria dos estudiosos e historiadores. A Turquia nega, alegando que foi uma resposta a um levante arménio.

No ano passado, na comemoração do Dia da Memória do Genocídio Arménio, Biden afirmou que “silêncio é cumplicidade” e prometeu “reconhecer o genocídio arménio e fazer dos direitos humanos universais uma das principais prioridades” da sua administração, “para que tal tragédia nunca mais ocorra”.

Caso esta decisão se concretize, Biden será o primeiro Presidente norte-americano a reconhecer esses atos como genocídio.

Na quarta-feira, um grupo de mais de 100 legisladores, liderados pelo deputado Adam Schiff, enviou uma carta a Biden, pressionando-o a reconhecer o genocídio arménio na sua declaração no próximo sábado. “O vergonhoso silêncio do governo” dos EUA “sobre o fato histórico do genocídio arménio durou muito tempo e deve acabar”, referiram.

As relações entre a Turquia e os EUA deterioraram-se ainda mais em dezembro, quando a Administração do ex-Presidente dos EUA, Donald Trump, impôs sanções contra Ancara pela aquisição de um sistema russo de defesa antimísseis.

A decisão de Biden no sábado servirá como um indicador inicial da abordagem do seu governo em relação ao Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, a quem aquele já descreveu anteriormente como “autocrata”.

Esta semana, o ministro das Relações Externas turco, Mevlut Cavusoglu, indicou que uma declaração formal de genocídio por parte de Biden “prejudicaria ainda mais os laços” entre os dois países.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …