A brilhante estrela Betelgeuse continua a “apagar-se” sem qualquer explicação

ALMA (ESO/NAOJ/ NRAO) / E. O'Gorman / P. Kervella

Betelgeuse, a nona estrela mais brilhante do céu, continua a escurecer num fenómeno para o qual os astrónomos não conseguiram ainda encontrar uma explicação científica, revela uma nova investigação. 

A estrela, uma super-gigante vermelha pertencente à constelação de Órion, aproxima-se do fim da sua vida, estando destinada a tornar-se numa super-nova. Contudo, o seu fim só deverá acontecer daqui a dezenas de milhares de anos, escreve a Europa Press.

Em outubro, uma equipa de astrónomos da Universidade de Villanova, nos Estados Unidos, relatou, pela primeira vez, o escurecimento de Betelgeuse, localizada a 650 anos-luz.

Agora, a mesma equipa revela numa nova investigação, cujos resultado foram recentemente publicados na revista The Astronomer’s Telegram, que a estrela está a sofrer uma maior atenuação no seu brilho. Embora a estrela continue a “apagar-se”, frisam ainda os astrónomos, a velocidade de escurecimento está agora a diminuir.

Desde setembro de 2019, a temperatura de Betelgeuse reduziu-se em 100 graus Kelvin, sendo a sua luminosidade reduzida em quase 25% no mesmo período de tempo. Segundo números divulgados pelos cientistas, o raio da estrela aumentou cerca de 9%, crescimento este que é esperado à medida que o astro envelhece, observa o portal Universe Today.

Os cientistas não sabem ainda o que é que causa este escurecimento gradual, nem sequer se este está diretamente associado à iminente morte de Betelgeuse. Por estes mesmo motivo, rematam os autores, é “necessário acompanhar de perto o comportamento incomum” desta estrela que acabará a transformar-se numa super-nova.

ZAP //

 

 

 

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. A chamada da matéria é equivocada, que conteúdo é fraco, a Beteguelse já explodiu a a milhões de anos e aínda vai brilhar por um tempo. Isso já se sabe a séculos, por isso, por causa dessa mentira anunciada. Vou deixar de seguir este canal de desinformação.

    • Nossa, que comentário fraco o seu, a estrela está a 650 anos luz, logo se explodiu foi a menos de 650 anos. E na verdade não se sabe, pode ser que a redução de hidrogênio, ao se transformar em hélio, causou um ponto de redução no brilho, só isso.

  2. A estrela em questão tem um comportamento variável, dentro de sua classificação. Obedece a ciclos, onde o maior e o menor brilho se alternam. Desconheço sobre o assunto, mas, sou um observador do céu. Ela já foi mais brilhante e o hoje está meio apagada. Como estes CICLOS costumam ser longos, a tendência é que não aconteça nada de extraordinário, por enquanto. É curioso apenas e vivemos muito pouco perante os MILHÕES DE ANOS QUE AS ESTRELAS VIVEM…

  3. Luine, antes de escrever bobagens faça uma análise do assunto! Melhor ainda, faça como eu, estude nas melhores Universidades: Google e YouTube! Como explicado acima por um internauta, 650 anos luz é o tempo que a luz da estrela leva para chegar aqui na Terra! Mas isso você já sabia, né? Mas vou acrescentar que se deve levar em consideração a expansão do universo, portanto isso aumenta a distância do astro, embora isso se aplica melhor a estrelas e galáxias que estão muito mais distante que Betelgeuse! Fica a dica! ALESSANDRO RUBO, formado em Ciências, Astronomia, Medicina, entre tantas outras matérias que só o Google e YouTube proporcionam!

  4. Tanta gente intiligente. Verdadeiros ciêntistas. Que tal estudarem um pouco. Todas as estrelas que se apagaram no passado estão relacionadas com grandes catastrofes na terra. Estudem povos e culturas antigas. Os vulcões estão a acordar, os tremores de terra, as cheias, os incendios provocados por descargas de plasma. Sem falar na fraqueza dia após dia do campo magnético da terra. Não acordem não!

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …