Benfica vs Portimonense | “Bomba” de Almeida resolveu

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida um surpreendente (?) Portimonense. Os campeões nacionais ganharam 2-1, mas estiveram a perder.

Num jogo de muito domínio, mas pouca inspiração, os “encarnados” precisaram de uma grande penalidade para empatar, de um golo do outro mundo de André Almeida para dar a volta ao marcador e ainda viram um golo anulado aos algarvios com recurso ao vídeo-árbitro.

Um jogo atípico, mas que valeu três pontos para a Luz.

O Jogo explicado em Números

  • Natural domínio inicial do Benfica na sua casa, com 74% de posse de bola nos primeiros dez minutos e apenas um remate, desenquadrado, de Jonas. Boa organização defensiva do Portimonense nos primeiros minutos.
  • O domínio “encarnado” manteve-se, mas o Portimonense conseguiu empatar em número de remates, dois, pelos 25 minutos. Nesta altura nenhuma equipa enquadrara qualquer dos seus disparos. Nesta fase, nenhum jogador chegara pelo menos ao 6.0 no GoalPoint Ratings, sendo Lisandro López o melhor, com 5.8.
  • Jonas, aos 29 minutos, e Wellington, aos 34 protagonizaram as melhores oportunidades para casa lado na primeira parte, o segundo obrigando Bruno Varela a grande defesa. Aos 40 minutos o domínio ainda era benfiquista (71% de posse), mas os algarvios controlavam e já somavam quatro remates, um enquadrado (7-2 para os da casa).
  • Nesta etapa inicial, Jonas era o mais rematador, com três disparos, mas só um com boa direcção; Nakajima destacava-se com os seus quatro dribles conseguidos em dez tentativas; Samaris era o mais interventivo, com 60 interacções com a bola.
  • O descanso chegou, num jogo morno e com poucos motivos do interesse para além da boa réplica do Portimonense. O Benfica teve mais posse de bola, 71%, rematou mais (sete contra quatro, dois enquadrados para um dos algarvios), mas ocasiões flagrantes nem vê-las. Nesta fase o melhor em campo era Emmanuel Hackman.
  • O lateral-esquerdo dos algarvios não deu grandes veleidades a Zivkovic e destacou-se com nove acções defensivas – três desarmes, três intercepções e outros tantos alívios. Chegou a esta fase com um GoalPoint Rating de 6.1.
  • O Benfica não mostrava chama, o Portimonenses estava sempre bem no jogo e, aos 56 minutos, os algarvios chegaram ao golo. Fabrício fugiu pela esquerda, tirou Luisão da frente e rematou cruzado de pé direito. Foi ao segundo remate do atacante, primeiro enquadrado.
  • Mas os “encarnados” responderam de imediato, de grande penalidade. O árbitro assinalou falta de Hackman, que estava a ser um dos melhores da noite, sobre Salvio, que se isolava, e expulsou o lateral. E na grande penalidade, aos 60 minutos, Jonas não desperdiçou.
  • Aos 64 minutos, Shoya Nakajima saiu nos algarvios. O japonês terminou a sua participação na partida com 12 tentativas de drible, com sucesso em metade. Em termos colectivos, nos primeiros 25 minutos da segunda parte o Benfica registava 79% de posse, seis remates, três enquadrados. O Portimonense apenas um, o do golo.
  • Até que aos 78 minutos, o momento alto do jogo. Muitos irão defender que André Almeida tentou cruzar, outros recorrerão ao gesto técnico que mais parece de remate intencional. Seja como for, o lateral marcou um golo de levantar o estádio, com força e colocação, ao ângulo, num disparo quase da linha lateral. Estava feito o 2-1.
  • Foi o corolário do domínio intenso do Benfica, mais do que, propriamente, do bom futebol da equipa de Rui Vitória. Aos 80 minutos as “águias” somavam 16 remates, nove na segunda metade, seis enquadrados, 80% de posse só na etapa complementar. Mas o jogo não tinha acabado. Longe disso.
  • Aos 88 minutos, Fabrício voltou a colocar a bola no fundo das redes de Bruno Varela, mas o tento foi anulado posteriormente pelo vídeo-árbitro, por fora-de-jogo de Manafá. Alívio para as bandas da Luz.

O Homem do Jogo

Um nome pouco habitual nos MVP’s do Benfica. Mas merecido. André Almeida marcou o golo da vitória “encarnada”, num cruzamento/remate (ou o que lhe quiserem chamar) do lado direito, com a bola a entrar ao ângulo.

Para além disso, tentou cinco vezes o cruzamento, com sucesso em um, quatro vezes o drible, também com eficácia apenas numa ocasião, fez um passe para finalização, tocou 95 vezes na bola, ganhou seis duelos em 11 e realizou três desarmes. Terminou com um GoalPoint Rating de 7.3.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/906270120103817216

Jogadores em foco

  • Pizzi 7.0 – Voltou a ser influente, o segundo melhor no jogo, mas sem grande brilho. Fez cinco passes para finalização, um deles para ocasião flagrante, tentou o drible cinco vezes e teve sucesso em quatro, e interagiu 123 vezes com a bola. Foi ainda quem mais passes acertou (81) e recuperou a bola dez vezes, o registo mais alto.
  • Jonas 7.0 – O brasileiro marcou um golo, o do empate, de penálti, e destacou-se dos demais pela veia rematadora. Fez cinco disparos, três deles enquadrados e um passe para finalização.
  • Fabrício 6.4 – O melhor do Portimonense foi o seu ponta-de-lança. Fabrício fez um golo e viu o do empate ser anulado. Rematou duas vezes, uma enquadrada, mas pecou nos maus controlos de bola: cinco.
  • Zivkovic 6.6 – O sérvio fez um bom jogo, apesar de se notar ainda alguma falta de ritmo. Terminou com dois passes para finalização, sete cruzamentos de bola corrida (só um eficaz) e melhorou com a ida para a esquerda.
  • Seferovic 4.8 – O pior do Benfica e pelo segundo jogo consecutivo. Esteve esforçado, mas o Portimonense percebeu a sua forma de jogar e anulou-o, provocando três foras-de-jogo ao suíço – que foi o jogador mais faltoso, com quatro infracções.

Resumo

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Golo anulado ao Portimonense, penalty inventado a favor do Sporting já nos descontos, isto é degradante, não consigo ver futebol, sinceramente.

RESPONDER

Augusto Inácio (de) novo diretor-geral do Sporting

O Sporting anunciou hoje, através de um comunicado, que o novo diretor-geral de futebol é Augusto Inácio, que regressa assim aos «leões» para substituir André Geraldes. No mesmo comunicado, pode ler-se que o presidente do Sporting, …

Morreu Júlio Pomar

O pintor e artista plástico português Júlio Pomar faleceu esta terça-feira, no Hospital da Luz, em Lisboa. Tinha 92 anos. O artista plástico português faleceu esta terça-feira, aos 92 anos, em Lisboa. O pintor modernista é …

Jovem britânico em fuga responde à polícia no Facebook (e é detido)

A polícia de West Yorkshire, no Reino Unido, fez um apelo no Facebook a pedir informações sobre o paradeiro de um jovem. O próprio desaparecido respondeu ao apelo e foi detido. No texto publicado na rede …

Casa de 600 mil euros pode custar liderança do Podemos a Pablo Iglesias

O líder do Podemos e a companheira, porta-voz do partido, poderão renunciar aos seus cargos de deputados devido à polémica compra de uma vivenda de 600 mil euros. Segundo o Diário de Notícias, o líder do …

Sim, há igrejas para ateus. E são cada vez mais

O declínio constante da religião no mundo ocidental está atualmente a rever-se no crescimento das chamadas igrejas ateístas. De acordo com o Pew Research Center, os "religiosamente não filiados" são agora o segundo maior grupo religioso …

Mais de 80% dos doentes sem acesso a cuidados paliativos

Entre 69 a 82% dos doentes que morrem em Portugal necessitam de cuidados paliativos, mas mais de 80% não os têm porque as respostas são insuficientes. Os maiores hospitais do país, incluindo o Instituto Português de …

Atentado no Afeganistão faz pelo menos 16 mortos e 38 feridos

Pelo menos 16 pessoas morreram e 38 ficaram feridas, na explosão de uma camioneta armadilhada em Kandahar, sul do Afeganistão, no momento em que agentes da polícia tentavam desarmadilhá-la, anunciaram as autoridades. "Os últimos números disponíveis …

Giuseppe Conte: um desconhecido sem experiência política para dirigir o Governo italiano

Giuseppe Conte é o nome proposto ao presidente pela Liga e pelo Movimento 5 Estrelas. O Presidente italiano, Sergio Mattarella, terá a última palavra em relação à escolha do primeiro-ministro. Giuseppe Conte. É este o nome …

Detidos por álcool e droga vão ser enviados para consultas médicas

Quem conduzir sob o efeito de álcool ou de estupefacientes vai ser encaminhado para consultas médicas em vez de ser punido com penas de prisão ao fim de semana ou trabalho comunitário. Retirar pessoas das cadeias …

Há 20 anos, com muito "cagaço", vulcões e o Gil, a Expo98 mudou Lisboa (e o país)

Foi há 20 anos que a Expo 98, inaugurada a 22 de Maio de 1998, transfigurou a zona oriental de Lisboa, mas também mudou a face do país, naquele que foi o primeiro grande evento …