/

“O Benfica é como um polvo que abrange toda a elite de Portugal”, diz Rui Pinto

17

cv (YouTube)

Numa entrevista ao Der Spiegel, o pirata informático Rui Pinto considerou que o Benfica “é como um polvo, cujos braços atingem toda a elite do país”, estando “intimamente ligado à polícia, às agências policiais e à política”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Estas declarações de Rui Pinto surgiram quando respondia a uma questão sobre o futebol europeu e a luta contra a impunidade na modalidade, dando o exemplo de Portugal, noticiou na sexta-feira o Sapo, citando aquele jornal alemão.

“Veja o maior clube português, o Benfica. É como um polvo, cujos braços atingem toda a elite do país. O clube está tão intimamente ligado à polícia, às agências policiais e à política. Recebem regularmente bilhetes VIP para os jogos do Benfica. Seria um enorme conflito de interesses se eles tivessem que examinar seriamente o clube”, acusou o hacker.

“As autoridades portuguesas têm medo do que eu sei. É por isso que não posso perder a cabeça em nenhuma circunstância. Há autoridades de outros países que estão dispostas a cooperar comigo e a usar a informação que eu tenho para resolver crimes no mundo do futebol. Não é incrível? Em Portugal, não só os denunciantes são criminalizados como as pessoas que os querem apoiar”, criticou.

Ao Der Spiegel, Rui Pinto (em prisão preventiva), acusou o Ministério Público de não investigar os crimes denunciados: “A Procuradora disse-me que a única coisa que queria de mim como cooperação era que me assumisse culpado. Ela não quer utilizar a informação do Football Leaks, apesar de ter imensas provas de crimes no mundo do futebol”, contou.

“[A prisão preventiva] é completamente infundado e injusto. Pedi permissão ao juiz para aguardar o julgamento em casa. Mas o Ministério Público disse que eu poderia impedir a investigação. Dizendo até que há o risco de eu poder realizar atividades ilegais com o apoio de potências estrangeiras. É totalmente ridículo”, terminou.

Os 147 crimes de que é acusado “parecem um grande número”, mas, para Rui Pinto, “toda a acusação é tendenciosa. Ter acedido à PLMJ [empresa de advogados] devia ser contado como um crime, mas os investigadores contam todos e cada um dos endereços de e-mail e acrescentam 70 crimes”, referiu.

(dr)

Rui Pinto explicou ainda a razão da criação do ‘Football Leaks’ para expor os negócios obscuros do mundo do futebol.

“No ano passado, o Spiegel e a EIC revelaram como os grandes clubes da Europa planeavam uma Super Liga. Após a publicação, os clubes negaram. Mas repare nas últimas notícias: Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, fundou uma nova associação internacional de clubes, apontando para a implementação da Super Liga. Tem sido a mesma porcaria há anos. Apenas continua”, indicou.

E acrescentou ainda: “Enquanto a equipa favorita vencer, as pessoas não se importam com mais nada – mesmo que saibam sobre irregularidades e crimes. Não posso fazer nada contra isso. O futebol é intocável. E as autoridades protegem a indústria porque é de tão grande interesse público”.

Na mesma entrevista, lamentou: “Arrependo-me do primeiro contacto com a Doyen em 2015. Foi ingénuo e foi um erro evidente. As autoridades interpretam como uma tentativa de extorsão e usam isso para me ter preso. Abordei a empresa para testar o valor da informação, nunca tentei extorquir dinheiro”.

 

Rui Pinto está formalmente acusado de 147 crimes. Questionado sobre se foi o próprio a aceder ao servidor da firma de advogados PLMJ, disse que essa é uma questão “discutível”, e que é “prematuro falar sobre isso agora”.

Acabou por confessar que “no final, este caso irá acabar no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos porque Portugal não quer saber da proteção aos denunciantes”, concluindo: “Eu não vou denunciar ninguém”.

  ZAP //

17 Comments

  1. Interessante… de que têm medo os clubes de futebol? De serem expostos?

    (Ainda que não concorde com a form ilicita, parece-me existir uma cumplicidade do MP e dois pesos, duas medidas – porque não é usada a informação e não são todos investigados?)

    • Caro Pedro,
      Não creio que alguém tenha medo de nada, claro que toda a gente tem (uns mais que outros) algo que não quer ver divulgado.

      Os dados obtidos de forma ilegal não podem ser usados, não são dois pesos, as medidas são iguais para todos.
      O único que ele fez foi prejudicar as investigações.
      Mas este indivíduo que agora se faz vítima, antes usava a informação obtida ilegalmente para chantagear empresas em troca de dinheiro, fugi-o do país e agora que foi apanhado precisa de algo ou alguém para se fazer de vitima.

      Está preso porque ele já mostrou que tem um risco elevado de fuga.
      Também com os conhecimentos informáticos e contactos que tem, é um risco grande de interferir nas investigações.
      Nada de especial, mas ele faz parecer que está a ser tramado.

      Quanto a haver países que querem trabalhar com ele para investigar este tipo de acusações, tenho muitas dúvidas.
      Se me disserem que alguns países querem usar os seus conhecimentos para ataques a outros países, aí talvez acredite mas para investigar e encontrar ilegalidades, não creio.

      A maioria dos países que ele quer fazer parecer que querem a sua ajuda, tem leis sobre proteção de dados.
      Para usar dados proveniente de operações de hackers tem de existir ordens judiciais e os dados tem de ter uma clara linha de custódia para autenticar a veracidade dos mesmos.
      Para obter a essa ordem judicial tem de existir indícios e também esses tem de ser obtidos de forma legal.

      Não tenho dúvidas de que o Benfica, assim como uma grande maioria de outras entidades futebolistas e não só tenham exerçam pressão política e noutros sectores. Mas não é certamente com convites VIP, essa é uma norma típica na Europa e muitos outros países tal como o EUA. Convites para jogos, estreais de cinema, inaugurações, etc, são coisas normais e usar isso como prova de algo é uma tentativa estupidamente desesperada para se tentar livrar de toda a porcaria que fez.
      Não preciso de hackear servidores para saber quem recebe convites VIP para o Benfica, Sporting ou Porto, basta ver as imagens televisivas e ver que está na bancada VIP, além disso, essas listas são facilmente obtidas através de meios legais.

      • Outro lampião…
        Existem fins que justificam os meios, neste caso foram expostos criminosos e crimes! Devem ser todos julgados! Não é porque “ah e tal e coiso essa informação não é válida da forma que foi obtida blá blá” … mas que mundo é este ?!??

  2. Este Sr. se quiser ser aquilo que pretende ser, ou seja denunciar crimes económicos em nome de uma justiça Social. Que o faça no sitio certo, em tribunal. Dar uma entrevista estéril, tendenciosamente focada no nome de um Clube só, lança um descrédito sobre qualquer afirmação que de sua parte venha a Publico. Se tem as provas que pretende dos inúmeros casos de crimes na área do desporto ………… Força, por minha parte terá toda a minha consideração. Até lá bitaites deste género são de evitar!…o Seu Advogado deve saber que não é aconselhável fazer tais afirmações a C.S.

  3. E será que o Pintinho fica de fora ? Percebi muito bem o alcance deste tipo , e ainda existem por aí figuras de relevo e com responsabilidade a favor deste mísero rapazola

  4. Este que apenas denunciou um grande clube de Futebol foi imediatamente preso, mesmo antes de ser julgado. Mas há outros, O Salgado do BES por exemplo ou o Bicho da Madeira que tanto prejuízo trouxeram ao nosso país e continuam à solta com uma valente reforma. Ora, isto é um país da república das bananas ou não é? Existe justiça neste país? Só para alguns, é o que parece.

  5. Alguém sentiu necessidade de vir a pressa falar para os media para não se falar no vergonhosa arbitragem fcp-Santa Clara….

  6. Espero que o Rui Pinto seja julgado pelo que fez, mas também espero eu e espera o país todo, que seja tudo investigado e que os crimes que possam ser encontrados, sejam julgados e condenados os intervenientes, seja quem for! Este país merece justiça.

  7. Se tivessem aparecido outros Ruis Pinto ao longo dos últimos 30 anos e tivessem sido levados a sério pela justiça, talvez Portugal não tivesse passado pelos problemas que tem passado ao longo dos anos! Quantos milhares de milhões de euros, o povo tem sido obrigado a pagar porque ninguém se preocupou com o que se passava com muita gente poderosa deste país! Se calhar está na hora de tentar ainda aproveitar alguma coisa! Segundo consta, em Espanha e noutros países europeus, já muita gente foi obrigada a pagar milhões e foram condenados em penas de prisão com base nestas piratarias, mas em Portugal parece haver medo que se descubra alguma coisa interessante! Já no tempo dos romanos era mais fácil matar o mensageiro do que aceitar as notícias que não interessavam! Se este país já condecorou pessoas duvidosas, porque motivo se não dá algum benefício da dúvida a quem nos está a tentar indicar os buracos de toupeiras e outras ratazanas!

    • Hahahaaa… isso é que é ser crente!…
      Então agora, um artista que da vive da extorsão, é que vai ajudar algum país no que quer que seja?
      Alguém anda a ver muitas novelas!…

    • Não vai dar em nada, o povo tem a justiça e governação que merece! Basta ler esta “dúzia” de comentários que aqui vão para se perceber
      Mas por uns pagam outros tantos.. e não há forma de sair disto

  8. Tem razão. O Aníbal, seu sócio na extorsão e o Papa mafioso, mandante do roubo dos mails ainda não foram “dentro”. Mas irão!!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.