Benfica pede árbitros estrangeiros nos seus jogos e nos jogos do FC Porto

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O Benfica apelou à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para que nomeiem “árbitros estrangeiros internacionais para todos os jogos” das ‘águias’ e do FC Porto “até final da época”.

Num extenso comunicado divulgado no site oficial, sob o título “Arbitragem e VAR ao serviço da ‘competitividade do futebol português’”, o Benfica critica a arbitragem do clássico de sábado, com o FC Porto, que terminou com o triunfo dos ‘dragões’, por 3-2.

“Face ao histórico das constantes insinuações, ameaças, coações, pressões e suspeitas sobre as equipas de arbitragem, como pudemos constatar ainda esta semana, por parte de diversos responsáveis do FC Porto e em nome da preservação da verdade desportiva, apelamos à LPFP e à FPF que tomem as medidas adequadas e diligenciem no sentido de nomearem árbitros estrangeiros internacionais para todos os jogos do Benfica e FC Porto até ao final desta época”, pede o clube lisboeta.

O Benfica considerou que “a verdade desportiva foi claramente desvirtuada com diversas decisões da equipa de arbitragem e do VAR com influência direta no jogo e no resultado” e que a atuação da equipa liderada pelo árbitro Artur Soares Dias “merece a mais veemente das denúncias”.

O clube lisboeta enumerou alguns lances da partida da 20.ª jornada da I Liga para justificar a “dualidade de critérios” da equipa de arbitragem, como “uma clara agressão de Marega a Taarabt, que passou totalmente incólume”, “uma entrada de Otávio sobre Rafa (…) e uma entrada de Alex Telles sobre André Almeida”, que “não mereceram qualquer cartão amarelo”.

O Benfica refere que “o pior estava guardado para o minuto 35”, quando Soares Dias e o VAR “não quiseram ver o que todas as imagens mostram” e assinalaram uma grande penalidade favorável ao FC Porto, mesmo perante uma “falta nítida de Soares, que agarra a camisola e empurra Ferro”.

“A conivência e passividade perante tudo o que se passou antes, durante e após o jogo, o fechar de olhos às agressões, os erros com direta influência no resultado, a nomeação perfeita e a mentira da fonte da federação denunciam e colocam a nu a tentativa desesperada de tudo ser feito para, a exemplo do que acontece há décadas, se influenciar e desvirtuar a verdade desportiva”, denunciou o emblema da Luz.

Os ‘encarnados’ informam ainda que vão solicitar a despenalização de Julian Weigl, que foi admoestado com o cartão amarelo, “num lance em que nem sequer tocou no adversário”.

O FC Porto venceu por 3-2 o Benfica no sábado e reduziu para quatro pontos a desvantagem para o líder da I Liga. Sérgio Oliveira, Alex Telles, de grande penalidade, e Rúben Dias, na própria baliza, apontaram os tentos dos ‘dragões’, enquanto Carlos Vínicius ‘bisou’ para os ‘encarnados’.

“A absoluta falta de vergonha”

O diretor de comunicação do FC Porto não tardou a reagir ao comunicado do SL Benfica. Através do Twitter, Francisco J. Marques caracterizou o pedido dos ‘encarnados’ como “a absoluta falta de vergonha”.

O Benfica sabe que não é possível e que é ofensivo para a arbitragem portuguesa”, escreveu o membro da estrutura portista. No entanto, num novo comunicado, o Benfica realçou que o novo regulamento aprovado em 2016 “passou a possibilitar a nomeação de árbitros estrangeiros nas competições portuguesas”.

“Importa recordar que este novo regulamento foi aprovado até por clube cujo porta-voz, assustado com tal possibilidade, veio de forma apressada e incompetente afirmar que tal era impossível e, talvez numa autocrítica ao clube que representa, considerando que seria ofensivo para a arbitragem portuguesa. Depois de sucessivas críticas e ameaças aos árbitros nacionais e perante uma proposta prevista nos regulamentos, afinal do que têm medo?“, lê-se ainda no comunicado das ‘águias’.

“Quando podiam tirar as dúvidas e defrontar-nos com árbitro estrangeiro acabaram eliminados pelo Braga, a quem goleiam sempre“, escreveu Francisco J. Marques.

O diretor de comunicação portista referia-se ao jogo da meia-final da Liga Europa, em 2011, em que o Benfica foi eliminado pelo Braga, num resultado agregado de 2-2, no qual valeram os golos fora como critério de desempate. Nessa edição, o FC Porto eliminou o Villarreal nas ‘meias’, antes de vencer os bracarenses na final.

“Esses dois jogos tiveram árbitros estrangeiros. São mesmo ridículos”, escreveu ainda.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pedem vocês, nas opiniões, bom senso e seriedade! Quando se lê os emails; Se sabe o que benfica faz/fez e continua a fazer! Quando se lê o que os juízes fazem – os da lista, com toga, e os dos calções, sem toga!!
    Quando se vê a não expulsão de um sujeito, que fez 4 tentativas e acabou por ser “expulso” pelo treinador para evitar a verdadeira expulsão, tem de convir que é dose, aturar esta gente!!
    Ainda por cima, acham que foram prejudicados! Foram, claro, uma vez que contrariamente aos adversários, o FCP não “abre as pernas”. No próximo fim de semana volta o “regabofe”e lá terão o braga amigo, para lhes levantar o moral!!!

  2. Estes LAMPIÕES, não têm vergonha nenhuma. É mesmo triste ter que ler este tipo de afirmações. São uns privilegiados a todos os níveis.
    Vejam a última do orelhas, sobre as acções vendidas em 2010. 1.600.000 euros que não vai pagar ao fisco.!!!!!!!!
    O QUE SE PASSA NESTE PORTUGAL DECADENTE?

  3. Aos caríssimos em cima, podem ter razão em tudo o que dizem ou em nada.
    Acusar é fácil, provar um pouco mais difícil.

    Neste caso, apesar de ser contra este tipo de comunicados, o que foi dito são factos e não acusações.
    Está nas regras o recurso a árbitros estrangeiros e o Benfica usou factos reais para justificar o pedido, se alguém se sente acusado, então que venha desmentir a falta não assinalada antes do penalty, ou explicar o amarelo ao Odisseias por se queixar das bolas de golf (O Benfica deve ser a única que a perder quer queimar tempo).
    E se a desculpa é que agarrar a camisola e depois empurrar quando o jogador esta no ar não foi suficiente para falta, então expliquem o penalty do Porto ontem…

    O mais curioso é o Benfica ser acusado e sujeito a penalização por fazer um pedido que esta contemplado pelas regras.

RESPONDER

Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação

Esta segunda-feira, Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação de que foi alvo, por violação das regras de controlo e branqueamento de capitais. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Público, …

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Alegadas agressões a Taarabt valem processos a Marega e Pepe

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …

Champions. O viking norueguês, a revolta de Neymar e a lição tática do "Cholismo"

Haaland foi a estrela da noite ao marcar os dois golos da vitória do Dortmund frente ao PSG. O Atlético de Madrid conseguiu ainda quebrar a invencibilidade do Liverpool. A Liga dos Campeões está de volta …

Auditoria ao Novo Banco vai custar três milhões. É o triplo do que custou a da CGD

A auditoria especial da Deloitte ao Novo Banco vai custar cerca de três milhões de euros, segundo avança o jornal ECO. Este valor é três vezes superior ao custo da auditoria da EY à Caixa …