/

Benfica colheu um ponto na Escócia. O Rangers “não é uma equipazinha”, diz Jesus

Alexandre Vidal, Marcelo Cortes / Flamengo

O Benfica empatou a dois golos em casa do Rangers, na quarta jornada do Grupo D da Liga Europa, e ficou a uma vitória de seguir para os 16 avos de final.

Arfield (7 minutos) e Roofe (69) colocaram os escoceses a vencer por 2-0, mas Tavernier (78), na própria baliza, e Pizzi (81) permitiram aos ‘encarnados’ chegar ao empate.

Com o resultado desta quarta-feira, o Rangers e o Benfica seguem na liderança do Grupo D, com os mesmos oito pontos, com mais cinco pontos do que o Lech Poznan e do que o Standard Liège, que venceu os polacos (2-1).

No final da partida, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, sublinhou a recuperação do Benfica, que esteve a perder por duas bolas a zero, e a qualidade do adversário

Jogámos frente a uma excelente equipa, já tinha dito na antevisão que o Rangers ganhou há um ano a duas equipas que jogam no nosso campeonato e são das melhores. Sabíamos que ia ser difícil. Fizeram dois remates e marcaram dois golos mas o Benfica voltou a ter aquilo que uma equipa com cultura de campeão tem de ter, aquilo que nós temos vindo a implantar, além da técnica e tática, que é acreditar e alma e coração. Foi aquilo que o Benfica teve, a perder por 2-0″.

E insistiu, em conferência de imprensa: “Não queiram fazer do Rangers uma equipazinha, porque o Rangers não é uma equipazinha. É uma equipa grande da Europa? É óbvio que não é, mas temos de perceber que os outros também jogam, também têm valor e hoje não posso dizer que a equipa não esteve bem defensivamente porque esteve bem”.

“Gonçalo Ramos é um grande jogador”

Jesus, que apresentou um onze diferente do habitual nesta quarta-feira, falou ainda sobre Gonçalo Ramos, que saltou do banco e foi responsável pelo primeiro golo do Benfica.

“O Gonçalo Ramos é um grande jogador e eu no último jogo estava convencido que ele ia jogar melhor. Eu acredito tanto nele que eu pu-lo a jogar outra vez. O Gonçalo é um jogador que tem um nível de uma bitola que eu sei qual é e em Paredes não desenvolveu o futebol que ele sabe. Hoje já desenvolveu aquilo que nós achamos que tem capacidade. Falei com ele depois do jogo com o Paredes e disse-lhe que ele ia continuar a ter a minha confiança. Disse-lhe hoje que ele ia fazer golo”.

O treinador do Rangers, o antigo futebolista Steven Gerrard, elogiou a sua equipa no fim da partida e considerou que o Benfica é uma equipa de Liga dos Campeões.

“Não digo que frustração seja a melhor palavra. Claro que quando estamos em vantagem é frustrante não ganhar o jogo, mas temos que ter em consideração outras coisas. Jogámos contra uma grande equipa e contra um grande clube que não deveria estar aqui, mas sim na Liga dos Campeões. Gastaram muito dinheiro no verão e ficaram desapontados por estarem na Liga Europa”, começou por dizer Gerrard.

“Tivemos caráter e atitude. Estou muito orgulhoso por aquilo que fizemos nestes dois jogos. Sim, vamos analisar o que aconteceu, mas não posso pedir mais nada aos jogadores depois destes dois jogos”, rematou o treinador.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.