/

Bebé de 4 meses internado em estado “preocupante”. Há suspeitas de maus-tratos

1

Um bebé de quatro meses está internado em estado grave no Hospital de S. João, no Porto, apresentando lesões cerebrais num caso “preocupante”. Os pais, que têm cerca de 20 anos, são suspeitos de maus-tratos.

O bebé foi internado no Hospital de S. João, no Porto, a 4 de Agosto passado e continua em estado “muito grave e com prognóstico reservado”, segundo um comunicado da unidade de saúde.

A criança está na unidade de Medicina Intensiva Pediátrica e está a ser acompanhada por “uma equipa especializada de profissionais, sendo que a situação clínica continua a ser bastante complexa e preocupante“, aponta ainda o Hospital de S. João.

O Correio da Manhã (CM) avança que o bebé está “em risco de ficar cego” e com “sequelas que podem afectar os movimentos das articulações das pernas e braços”.

As autoridades judiciais estão já a investigar o caso, suspeitando-se de maus-tratos. Neste momento, acredita-se que “a criança tenha sido abanada até sofrer um descolamento do crânio“, apurou o CM.

O Ministério Público e a Polícia Judiciária estão a acompanhar o caso, tal como a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Chaves, a área de residência dos pais do bebé.

A mãe tem 18 anos e, de acordo com o Jornal de Notícias (JN), esteve envolvida num crime em 2016, juntamente com a mãe que terá 38 anos. A avó do bebé internado terá morto o então namorado da filha, que tinha 15 anos, com a ajuda de um jovem de 19 anos.

Na altura, a mãe do bebé hospitalizado tinha 12 anos e terá ajudado a mãe a enterrar o corpo do namorado no jardim de uma casa desocupada. Acabou por ser institucionalizada.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.