/

Barcelona “encosta” jogador que ainda não renovou contrato

FC Barcelona / Twitter

Ilaix Moriba, jogador do FC Barcelona.

Ilaix Moriba não está na lista de futebolistas do plantel principal que realizaram os exames médicos habituais. Decisão surpreendeu o próprio médio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O Barcelona iniciou a preparação da nova temporada e divulgou a lista de futebolistas que realizaram os exames médicos habituais, nesta fase. Os ausentes são os vários internacionais que jogaram na fase final do Europeu e Ilaix Moriba, um jovem que deveria estar no plantel principal mas não está, por “castigo”.

O jornal catalão Mundo Deportivo explica que Moriba não entra, pelo menos para já, nas contas de Ronald Koeman porque ainda não renovou o seu contrato. Fontes do clube asseguraram que, se o critério fosse só a sua qualidade, o médio estaria na equipa principal.

No entanto, o próprio Ilaix Moriba ficou surpreendido quando soube que não vai trabalhar com as “estrelas” do Barcelona por questões contratuais. Os treinos arrancam na próxima segunda-feira e o jovem de 18 anos não vai estar na primeira sessão. Só subirá ao plantel principal quando renovar contrato – têm decorrido negociações, nas últimas semanas, e Moriba até estava otimista.

O contrato do jovem futebolista termina em 2022. Se preferir não prolongar a sua ligação ao clube, a direção do Barcelona vai “convidar” o jogador a sair. O que estará a complicar a assinatura do novo documento são as novas e altas exigências dos empresários do atleta.

Moriba Kourouma Kourouma, que nasceu na Guiné-Conacri, cresceu em Barcelona enquanto futebolista: primeiro no Espanhol e depois no Barcelona, desde os seus sete anos. Começou a época passada na equipa B mas, desde fevereiro de 2021, estabeleceu-se no plantel principal e foi mesmo titular em três das últimas jornadas do campeonato.

Yusuf Demir é reforço

Entretanto, o Barcelona anunciou a chegada do «Messi austríaco»: Yusuf Demir, também de 18 anos, que jogava no Rapid Viena. Os dois clubes chegaram a um acordo por um empréstimo válido por uma época, sem opção de compra obrigatória.

O Barcelona paga aos austríacos 500 mil euros pelo empréstimo e, se daqui a um ano avançar para a contratação, pagará 10 milhões de euros ao Rapid pelo passe do avançado. Demir já é internacional pela Áustria e agora vai reforçar o Barcelona B.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.