Bactérias mutantes regressam do espaço mais agressivas

NASA

Um grupo de cientistas russos descobriu um aumento na agressividade e resistência a antibióticos em microrganismos que regressam de uma longa viagem ao espaço.

Os investigadores alertam que, no futuro, estas bactérias mutantes podem representar uma ameaça à vida, tanto no nosso planeta como para além da nossa atmosfera.

Estas advertências têm por base uma série de resultados de várias investigações espaciais que serão apresentadas na reunião do Comité Internacional de Pesquisas Espaciais, que vai decorrer no mês de julho, nos EUA.

Os cientistas observaram as estirpes bacterianas da espécie Bacillus subtilis.
Depois destes organismos passarem 31 meses no espaço, os investigadores encontraram um aumento da sua resistência a seis medicamentos anti-microbianos no total de oito estudados.

Portanto, é possível concluir que as estirpes mais resistentes e agressivas sobrevivem mesmo após o impacto de uma série de fatores desfavoráveis inerentes ao espaço.

Desde de janeiro de 2005, foram realizadas várias séries de experiências no segmento russo da Estação Espacial Internacional.

Uma das experiências foi intitulada de Biorisk, na qual, a cada seis meses, eram enviadas para a Terra amostras dos materiais dos micro-organismos alojados num aparelho especial localizado na camada exterior do EEI.

Para este teste, foram selecionados 68 tipos de organismos, desde bactérias até vertebrados e plantas superiores – como esporos de bactérias e fungos, plantas, sementes, ovas de crustáceos, larvas de mosquito, caviar seco de carpas dentadas, peixes.

Os cientistas russos alertaram que estes microrganismos terrestres que sofreram mutações durante a permanência na superfície externa da EEI, podem representar perigo para a vida no nosso planeta. Ou seja, esta ameaça deve ser levada em conta entre as exigências da “quarentena planetária”.

A equipa de investigação pretende usar os resultados para desenvolver medidas para proteger o planeta destas ameaças. Os resultados desses estudos não só têm um interesse científico significativo, mas também assumem importância prática para a justificação da estratégia de quarentena planetária na realização de voos interplanetários futuros.

Já em fevereiro de 2017, a Estação Espacial Internacional conduziu uma experiência, na qual dois tipos diferentes de algas eram expostos às condições extremas do espaço – e sobreviveram por 450 dias.

PARTILHAR

RESPONDER

Mau feitio afasta juiz desembargador de concurso

Eurico Reis está fora da lista de magistrados responsáveis pela nova secção do Tribunal da Relação de Lisboa, relativa à propriedade intelectual e concorrência, supervisão e regulação, que começa a funcionar esta sexta-feira. O juiz …

Algarve escolhido como melhor destino de golfe do Mundo para 2020

A Associação Internacional de Operadores de Turismo de Golfe (IAGTO) escolheu o Algarve como "melhor destino de golfe do mundo para 2020", distinção que o presidente do Turismo do Algarve atribuiu à qualidade dos 40 …

Balakov deixa cargo de selecionador da Bulgária

O treinador Krasimir Balakov deixou nesta sexta-feira o cargo de seleccionador de futebol da Bulgária, na sequência da goleada (6-0) sofrida na recepção à Inglaterra, num jogo de qualificação para o Euro 2020 marcado por …

Fez-se História no Espaço com o primeiro passeio espacial feminino

As astronautas Jessica Meir e Christina Koch saíram esta sexta-feira da Estação Espacial Internacional (EEI) no primeiro passeio orbital sem a participação de homens, durante o qual repararão um controlo das baterias da estação. A saída …

UEFA proíbe Ajax de vender bilhetes

O Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA proibiu o Ajax de vender bilhetes para o próximo encontro da Liga dos Campeões, em Londres, frente ao Chelsea, a 5 de Novembro, devido ao mau …

Aumenta para cinco número de mortos em desabamento de prédio no Brasil

O número de mortos no desabamento de um prédio residencial em Fortaleza, capital do estado do Ceará, no nordeste do Brasil, aumentou para cinco, segundo informações do corpo de bombeiros divulgadas esta sexta-feira pelas autoridades …

Cartel de Sinaloa abre fogo e obriga polícia a libertar filho de “El Chapo”

O filho de El Chapo, Ovidio Guzmán López, foi libertado depois de várias horas de violência que se seguiram à sua detenção e o ministro da Defesa argumentou com medidas de segurança para o fazer. O …

Portugal tem 796 mil “eleitores-fantasma”

Portugal tem mais 796 mil eleitores do que população residente com 18 e mais anos. O número de inscritos nos cadernos eleitorais, em território nacional, apresenta uma diferença de 9,3% face ao número de residentes …

Lenine Cunha e Ana Filipe conquistam mais duas medalhas nos INAS Global Games

Os portugueses Lenine Cunha e Ana Filipe conquistaram esta quinta-feira medalhas de prata e bronze, respetivamente, nos INAS Global Games, competição mundial para atletas com deficiência intelectual, que decorre em Brisbane, na Austrália. Os dois pódios …

Homem detido em França por ameaça de ataque inspirado no 11 de setembro

Um indivíduo identificado como sendo um radical islâmico foi detido em França acusado de terrorismo devido a uma ameaça de sequestro e ataque inspirado no atentado às Torres Gémeas, nos Estados Unidos, em 2001, anunciaram …