À terceira foi de vez. Amaragem no Tejo foi primeira opção para avião sem comandos

Depois de duas tentativas de aterragem falhadas e de se ter admitido uma amaragem no Rio Tejo ou no mar, o avião da Air Astana que este domingo declarou emergência em pleno voo pousou em segurança, em Beja. A aeronave sofreu “falha crítica nos sistemas de navegação”.

O avião da Air Astana que este domingo declarou emergência em pleno voo aterrou em Beja, depois de duas tentativas falhadas. A aeronave, que levava a bordo seis pessoas, sofreu uma “falha crítica nos sistemas de navegação e controlo de voo“.

O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) vai investigar o incidente.

O  avião declarou emergência quando sobrevoava uma zona próxima de Lisboa. O aparelho da Air Astana aterrou finalmente no aeroporto de Beja às 15h28, à terceira tentativa, disse à Lusa fonte aeronáutica.

A aeronave borregou (termo técnico da aviação para designar tentativas frustradas de aterragem) duas vezes, antes de conseguir aterrar na pista 19 do aeroporto de Beja. Segundo a mesma fonte, “a aterragem correu bem”, como é patente num vídeo captado por um dos dois aviões F-16 da Força Aérea Portuguesa que fizeram o acompanhamento da aeronave.

O voo KZR 1388 descolou de Alverca às 13h21 e tinha como destino Minsk, capital da Bielorrúsia. A bordo seguia apenas a tripulação, composta por seis pessoas. O avião, um Embraer, esteve a fazer manutenção nas oficinas da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal.

A página na internet do ‘Flight Radar’, que faz um rastreamento dos voos, identificava o voo KZR 1388, da companhia Air Astana (Cazaquistão), a vermelho.

Por volta das 14h50, o avião estava a sobrevoar a zona do Alto Alentejo e era possível ver-se que tinha uma trajetória irregular, dirigindo-se para sul. O avião estava a fazer um circuito aéreo sobre a região para perder combustível, até ser tomada uma decisão quanto à resolução do problema.

Durante a emergência, as autoridades chegaram a equacionar a possibilidade de a aeronave fazer uma amaragem no rio Tejo ou no mar, mas as condições atmosféricas não o permitiram.

A aeronave chegou finalmente a Beja e pelas 15h15 tentou uma nova abordagem à pista, acabando finalmente por conseguir aterrar, à terceira tentativa. O piloto foi recuperando com o tempo alguns dos instrumentos que tinham avariado, o que lhe permitiu aterrar em Beja.

O GPIAAF já enviou uma equipa de investigadores a Beja para recolher os dados da aeronave e obter informações da tripulação que se encontrava no aparelho, com vista à realização de uma investigação à ocorrência.

A bordo do avião seguia uma tripulação de seis pessoas, dois dos quais foram “encaminhados para o Hospital de Beja porque não se sentiriam muito bem”, devido a “todo o stress”, mas não apresentavam “nada de especial”, revelou o comandante da Base Aérea de Beja, coronel piloto-aviador Fernando Costa, em conferência de imprensa.

Os dois tripulantes, um homem de 37 anos, do Cazaquistão, e outro de 54, natural de Inglaterra, já tiveram, entretanto, alta do Hospital José Joaquim Fernandes, revelou à Lusa fonte hospitalar.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A questão que coloco, e desculpem a ignorância, é: Se for em Terra é aterragem. Se for no mar é amaragem. E se for no rio não deveria ser ariagem? Fica a dúvida.

RESPONDER

"O nosso Governo está pronto". Trudeau volta a ganhar as eleições - mas sem maioria absoluta

O líder do Partido Liberal do Canadá (LP) Justin Trudeau disse hoje, depois de ganhar as eleições gerais do país, que os eleitores canadianos escolheram "um plano progressivo" e que está pronto para formar um …

Travar margens nos combustíveis pode acabar por prejudicar os consumidores (e até fechar bombas)

A proposta de lei do Governo aprovada, na semana passada, para a limitação das margens das petrolíferas nos preços dos combustíveis pode acabar por travar a concorrência e até levar ao encerramento de bombas de …

"Nunca se pode tirar Messi" (mas há um gesto que pode explicar a sua substituição)

A substituição de Messi, e a forma como reagiu, no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Lyon da Liga francesa, continua a dar que falar. E agora avança-se a possibilidade de o craque argentino …

Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação. O ano letivo arrancou …

Com Moedas como alvo e Temido como "guardiã", Medina prometeu um novo futuro para Lisboa

O candidato da coligação PS/Livre à presidência da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, acusou a direita de ambicionar nas autárquicas de domingo “a segunda volta do jogo que perdeu na disputa do poder legislativo”. Fernando Medina …

Descoberto sistema de esgotos intacto construído por romanos há 2.000 anos

Uma equipa de arqueólogos turcos encontrou um sistema de esgotos perfeitamente intacto na antiga cidade de Tripolo no Meandro. A infraestrutura foi construída por romanos. A antiga cidade de Tripoli no Meandro — também conhecida por …

De calculadora em riste, PSD faz contas para evitar um resultado "igual, pior ou muito pouquinho melhor" nas autárquicas

PSD tenta recuperar de duas eleições autárquicas menos conseguidas, agarrando-se aos municípios em que a obra feita pelos autarcas do PS não recebe nota positiva de forma unânime da população ou onde haverá uma transição …

Um Barcelona "de juniores" quebrou um recorde (mas quase perdia em casa)

Domingos Duarte marcou cedo e Granada esteve a ganhar em Camp Nou até perto dos 90 minutos. Equipa muito jovem do Barcelona mas mais uma exibição modesta. Quinta jornada da Liga espanhola de futebol, mais uma …

Galp recusou proposta para salvar empregos em Matosinhos (mas é Costa quem está "no olho do furacão")

O Governo tentou evitar o despedimento colectivo na refinaria da Galp em Matosinhos, desafiando a empresa a pagar uma formação feita "à medida" dos trabalhadores abrangidos. Mas a Galp recusou. Pelo meio, António Costa também …

Análise de ADN revela que japoneses modernos são descendentes de três povos diferentes

O território que hoje dá lugar ao Japão está ocupado desde o período do Paleolítico Superior. Até agora pensava-se que a ancestralidade genética japonesa era dupla, mas uma nova pesquisa vem trazer novos detalhes.  Um novo …