Dia de Todos os Santos divide os autarcas. Há concelhos que não vão fechar cemitérios

Daniel Silva / Facebook

Cemitério de Agramonte no Porto.

Todos os anos, o dia 1 de novembro carateriza-se pela ida dos portugueses aos cemitérios para recordar os seus entes queridos que já partiram. Num ano típico como tem sido este, a tradição pode não se cumprir, mas as autarquias já se dividem nas opiniões.

Em plena pandemia a abertura dos cemitérios no feriado de Todos os Santos está a dividir as autarquias. Enquanto Gaia, Coimbra, Cascais e Viana do Castelo vão manter as portas dos cemitérios abertos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Trofa consideram que a melhor opção é fechar, apesar da Conferência Episcopal ter apelado à abertura destes espaços.

Para as autarquias que decidam abrir este ano, a visita aos cemitérios vai ter medidas mais apertadas.

Em Gaia, a autarquia vai manter os cemitérios abertos, sendo que haverá um tempo limitado de permanência para cada pessoa ou família. “No máximo, vão poder estar 45 minutos no interior do cemitério“, adianta Eduardo Vítor Rodrigues à Renascença. O autarca alerta que entrar “no raciocínio de que tudo pode ter risco, qualquer dia fecha-se tudo, porque tudo tem risco”.

Também o presidente da autarquia local de Coimbra, Manuel Machado, sugeriu alargar para três dias o período em que os cemitérios funcionam com um horário maior do que é habitual. “Teremos condições de segurança acrescidas, com controlo de acessos em termos de número de pessoas para evitar ajuntamentos e respeitar as regras da Direção-Geral da Saúde”, explica.

A autarquia de Viana do Castelo também optou pela abertura dos cemitérios, mas vai contar com o apoio dos escuteiros, da GNR e da PSP para ajudar na fiscalização.

Mais a sul, em Cascais, o presidente da Câmara, Carlos Carreiras, garante que “vai manter o funcionamento como tem estado a fazê-lo”, mas “obviamente reforçando os meios para se cumprirem as regras colocadas pela DGS”, quer em termos de concentração de pessoas, quer na preocupação de higienização de todos aqueles que queiram visitar os cemitérios.

No entanto, nem todos os concelhos vão aplicar medidas e preferem manter as portas fechadas no feriado. Depois da Póvoa de Varzim, também Vila do Conde e Trofa decidiram encerrar os cemitérios, por decisão da vigaria local.

Num comunicado enviado à Renascença, o padre Luciano Lagoa, vigário de Trofa e Vila do Conde, explica que a decisão se deve às “circunstâncias” impostas pela pandemia de Covid-19 após recomendação da CEP, que aconselhava a suspensão de “concentrações religiosas passíveis de forte propagação da pandemia”.

Sem um consenso alargado entre os autarcas de todo o país, espera-se que o dia 1 de novembro seja celebrado em alguns concelhos, enquanto noutros os cemitérios deverão ter mesmo a porta fechada.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Orçamento não reflete "trabalho notável" dos profissionais de saúde, diz bastonário

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2021 não corresponde às "expectativas dos profissionais de saúde e dos portugueses" nem investe no Serviço Nacional …

Trump tem uma conta bancária na China (e andou uma década a tentar investir no país)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é detentor de uma conta num banco chinês, e há vários anos que tenta implementar negócios no país. Donald Trump passou uma década a tentar investir na China, onde …

Ricardo Pereira revela segredo para o FC Porto derrotar o City

A jogar em Inglaterra há três anos, Ricardo Pereira conhece bem o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões. O internacional português deu alguns conselhos à equipa portista. Ricardo Pereira está a cumprir a …

OE em duodécimos deixa 2.700 milhões de estímulo orçamental em suspenso

A hipótese de haver um Orçamento em duodécimos em 2021 está em cima da mesa. Se tal acontecer, há pelo menos 2.700 milhões de estímulo orçamental que não chegarão à economia. Se o Orçamento do Estado …

Grupo Luz Saúde foi o que mais faturou com a pandemia

O Grupo Luz Saúde faturou quase 40 milhões de euros com a venda de material à Direção-Geral da Saúde (DGS), a hospitais e até a autarquias. A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa …

Pinto da Costa: "Varandas fará um grande serviço quando se dedicar à medicina"

Manchester City, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas foram alguns dos temas abordados por Pinto da Costa numa recente entrevista ao Porto Canal. Em entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa fez a antevisão ao encontro …

Espanha pondera recolher obrigatório em todo o país. Esperam-se semanas "muito difíceis"

Salvador Illa, ministro da saúde de Espanha, referiu que o governo está a estudar um recolhimento obrigatário no país, como forma de travar a propagação do novo coronavírus que nos últimos dias tem feito infetado …

Algarve pode consagrar Lewis Hamilton como piloto mais vitorioso de sempre

O Autódromo Internacional do Algarve está a caminho de ver a consagração do piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) como o piloto mais vitorioso de sempre da Fórmula 1, no domingo, no Grande Prémio de Portugal. Depois …

Antigo túmulo siberiano contém casal de guerreiros (e um enorme stock de armas)

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um túmulo com 2.500 anos que continha os restos mortais de quatro pessoas da antiga cultura Tagar. Arqueólogos da Universidade Estadual de Novosibirsk, na Rússia, desterraram um túmulo com 2.500 anos …

OE2021. Governo perde fé nas negociações com o Bloco, mas conta com PAN e talvez PCP

As negociações com o Bloco para garantir a aprovação do Orçamento do Estado para 2021 não estão bem encaminhadas. O Governo espera contar com o PAN e talvez com o PCP. Um possível entendimento entre o …