Atualizem-se os manuais: a tabela periódica acaba de receber 4 novos elementos

Finalmente, a sétima linha da tabela periódica será completada com quatro novos elementos químicos: 113, 115, 117 e 118. Isto fará com que todos os livros de ciência do mundo estejam instantaneamente desatualizados.

Os elementos foram descobertos por cientistas no Japão, Rússia e Estados Unidos. Em 2011 já tinham sido adicionados os elementos 114 e 116.

Os quatro novos componentes foram verificados no dia 30 de dezembro pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC, na sigla em inglês), organização com sede nos Estados Unidos que rege a nomenclatura química, terminologia e medição.

A IUPAC anunciou que uma equipa russo-americana de cientistas do Instituto Conjunto de Investigação Nuclear e o Laboratório nacional Lawrence Livermore tinham encontrado provas suficientes para afirmar a descoberta dos elementos 115, 117 e 118.

Kosuke Morita, que liderou a investigação no Instituto Riken, no Japão, afirma que a sua equipa irá agora “olhar para o território inexplorado além do elemento 119”. Ryoji Noyori, ex-presidente do Instituto Riken e vencedor do Prémio Nobel de Química, disse que “para os cientistas, a descoberta é de maior valor do que uma medalha de ouro olímpica”.

Os novos elementos serão oficialmente nomeados pelas equipas que os descobriram. O elemento 113 será o primeiro a ser nomeado na Ásia. “A comunidade química está ansiosa para ver a sétima linha da sua tabela finalmente concluída”, disse Jan Reedijk, presidente da Divisão de Química Inorgânica da IUPAC.

“A IUPAC iniciou o processo de formalização de nomes e símbolos para estes elementos nomeados temporariamente como Unúntrio (Uut ou elemento 113), Ununpentium (UUP, elemento 115), Ununseptium (Uus, elemento 117) e Ununoctium (UUO, elemento 118)”.

Os quatro novos elementos podem ser nomeados de acordo com seu conceito mitológico, do local onde foi descoberto, do cientista que o descobriu ou ainda dos minerais encontrados. Tal como outros elementos superpesados que estão no fim da tabela periódica, os novo elementos só existem em frações de segundos antes de decaírem para outros compostos.

CanalTech

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Quem aqui sabe que o Bob Lazar (ex-funcionário Area51) já tinha mencionado o elemento 115 muito antes desta “descoberta”?!
    Na altura, era chamado de maluquinho, hoje já começa a ser respeitado.

    Sempre achei que a história dele fazia muito sentido, hoje ainda acho mais.

    • Quem quer que apresente um conceito avançado è imediatamente apelidado de maluco, até que a ciência encontre a explicação ou as provas e então passa a ser uma descoberta científica. A história está cheia de mlucos: Leonardo DaVinci, Julio Verne, etc.

      Já Arthur C. Clarke, famoso e ilustre cientista e astrofísico – é sua a ideia original dos satélites geoestacionários e das comunicações via satélite – disse: qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível da magia.

RESPONDER

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …

Há um ano, 12 jovens ficaram presos numa caverna da Tailândia. Hoje, é um local turístico

Há um ano, 11 meninos foram explorar a província de Chiang Rai, na Tailândia, com o seu treinador de futebol, e acabaram presos no fundo de uma caverna sob uma montanha. Depois de terminar o …

Alemães compraram toda a cerveja de Ostritz para "secar" neonazis

Os habitantes de Ostritz, na Alemanha, impediram os participantes de um festival neonazi de beber álcool, esvaziando todas as prateleiras dos supermercados. Num protesto inédito contra a comemoração do aniversário de Hitler naquela localidade, os habitantes  …