Ataque de Dijon foi episódio psicótico, não terrorista

DR Christian Guilleminot / Le Bien Public

O primeiro dos cinco locais do ataque em Dijon

O primeiro dos cinco locais do ataque em Dijon

O condutor da viatura que atingiu 13 peões no domingo em Dijon (centro-leste da França) sofre de uma “patologia psiquiátrica antiga e grave”, e “não se tratou absolutamente de um ato terrorista”, referiu hoje a procuradora da cidade.

O homem, um francês com 40 anos, de pai marroquino e mãe argelina, regista 157 passagens por hospitais psiquiátricos, precisou a procuradora Marie-Christine Tarareau, durante uma conferência de imprensa.

O homem, que gritou “Alá é Grande” quando dirigiu o automóvel contra os peões, referiu ter agido “voluntariamente” e “sozinho”, quando pensava no sofrimento das crianças da Palestina e Chechénia, acrescentou a procuradora.

O condutor atropelou este domingo vários peões, na cidade francesa de Dijon, provocando 11 feridos, dois dos quais em estado grave.

O atacante lançou o seu carro contra vários peões, em cinco locais do centro de Dijon, tendo sido perseguido durante 30 minutos, até ser intercetado e detido.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Câmara dos Representantes condena "comentários racistas" de Trump

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira uma moção na qual condena o presidente Donald Trump pelos "comentários racistas" dirigidos a quatro mulheres congressistas, sugerindo-lhes que "regressassem aos seus países de origem". A …

PCP quer creches gratuitas e passes sociais em todo o país

O secretário-geral comunista destacou sete compromissos, incluindo a ideia de uma rede de creches gratuitas e o limite máximo de 40 euros para os passes sociais, na apresentação do programa eleitoral do partido, num hotel …

Governo retira estatuto do antigo combatente na véspera de votação

O Governo retirou a proposta de lei sobre o estatuto do antigo combatente por dificuldades no modelo de sustentabilidade financeira resultantes das propostas apresentadas pelos partidos no Parlamento. O anúncio da retirada da proposta foi feito …

Bolsonaro "está decidido". Vai indicar filho para embaixador nos Estados Unidos

Jair Bolsonaro disse que "está decidido" que irá indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos da América. Esta terça-feira, o Presidente do Brasil disse que “está decidido” a indicar o …

Sindicato dos motoristas aprovou aumentos salariais mais baixos dos que agora reclama

A reunião de segunda-feira entre os sindicatos de motoristas e a associação de empresas de transporte de mercadorias (Antram) acabou sem acordo para evitar a greve anunciada para 12 de agosto. Porém, de acordo com o …

"Lei dos primos" corre o risco de ser adiada para depois das eleições

A aprovação da lei do PS que aperta as regras de nomeações governamentais está em dúvida na maratona de votações de sexta-feira. Os sociais-democratas ainda não decidiram o sentido de voto. Na primeira versão, o PS …

Aprovadas multas entre os 25 e os 250 euros para quem atirar beatas ao chão

A partir de terça-feira, atirar uma beata para o chão passou a custar pelo menos 25 euros, podendo o valor chegar aos 250 euros. Um novo diploma aprovado no Parlamento obriga ainda empresas a disponibilizarem …

Arranca o concurso de acesso ao Ensino Superior. Cursos muito concorridos com mais 107 vagas

A primeira fase de candidatura ao ensino superior começa esta quarta-feira e termina no início de agosto, com 50.860 vagas no concurso nacional de acesso, um total praticamente inalterado face a 2018. Segundo dados oficiais, o …

Morreu o escritor italiano Andrea Camilleri, "pai" do inspetor Montalbano

O escritor italiano, considerado uma referência do romance policial, morreu esta quarta-feira em Roma, aos 93 anos, na sequência de uma paragem cardíaca. Andrea Camilleri, nascido a 6 de setembro de 1925 em Porto Empedocle, Itália, …

Rio quer financiar hospitais do SNS em função da eficiência (e mudar nome do Ministério)

O PSD defendeu esta terça-feira um novo modelo de gestão dos hospitais públicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), sem fechar a porta às PPP, e a mudança simbólica do nome do Ministério da Saúde …