Cientistas defendem que vivemos numa bolha gigante em forma de croissant

Merav Opher / Boston University

Os físicos revelaram um novo modelo refinado da heliosfera – a vasta região ao redor do Sol que se estende mais do que o dobro de Plutão -, descrevendo-o como um campo de força magnético em forma decrescente, semelhante a um croissant.

Todos os planetas do nosso Sistema Solar – incluindo a Terra – estão presos dentro de uma bolha de vento solar, que emane do Sol a velocidades supersónicas.

As partículas que compõem esse vento criam um campo magnético invisível, que nos protege do resto do espaço interestelar. Há décadas que os astrónomos analisam esse sistema de radiação e magnetismo conhecido como heliosfera, mapeando os seus limites para descobrir a sua forma.

Agora, um novo modelo feito por especialistas de várias universidades diferentes sugere que é uma fusão estranha de praticamente todas as teorias.

Durante muitos anos, os cientistas pensaram que a heliosfera se assemelhava a um cometa, com um nariz redondo numa extremidade e uma cauda na outra.

NASA/JPL-Caltech

Em 2015, dados da nave espacial Voyager 1 sugeriram que havia duas caudas, fazendo com que a heliosfera se assemelhar a um croissant. Dois anos depois, dados da missão Cassini sugeriram que deveria ser como uma bola de praia gigante.

“Não se aceita este tipo de mudança facilmente”, disse Tom Krimigis, que liderou experência na Cassini e na Voyager, em comunicado. “Toda a comunidade científica que trabalha nessa área assumiu há mais de 55 anos que a heliosfera tinha uma cauda de cometa”.

Se o novo modelo estiver correto, a heliosfera pode muito bem ser modelada como uma bola de praia vazia e um croissant – depende apenas de onde e como se define o limite.

Pensa-se que a heliosfera se estenda mais do que o dobro de Plutão, com o vento solar a empurrar constantemente a matéria interestelar, protegendo-nos de partículas carregadas que, de outra forma, poderiam romper o nosso Sistema Solar.

Usando dados da sonda New Horizons, os astrónomos descobriram uma forma de estabelecer um limite. Em vez de assumir que as partículas carregadas são todas iguais, o novo modelo divide-as em dois grupos: partículas carregadas do vento solar e partículas neutras à deriva no Sistema Solar.

Ao contrário das partículas carregadas no espaço interestelar, os “iões de captação” neutros podem deslizar pela heliosfera facilmente, antes dos seus eletrões serem destruídos. Ao comparar a temperatura, a densidade e a velocidade desses iões de captação com as ondas solares, a equipa descobriu como definir a forma da heliosfera.

“O esgotamento dos iões de captação, devido à troca de carga com os átomos de hidrogénio neutro do meio interestelar na heliosfera, arrefece-a, esvaziando-a e levando a uma heliosfera mais estreita e a uma forma mais pequena e mais redonda, confirmando a forma sugerida pelas observações da Cassini”, escrevem os autores no estudo publicado este mês na revista científica Nature Astronomy.

Assim, dependendo de onde se definir o limite, a heliosfera pode parecer uma esfera vazia ou uma lua crescente.

Para entender completamente a heliosfera, ainda precisamos de muitos dados. Enquanto lentamente começamos a reconciliar os nossos modelos, estes ainda são limitados. Além das duas naves espaciais Voyager lançadas há mais de quatro décadas, nenhum outro veículo ultrapassou os seus limites.

Assim, alguns astrónomos estão a pedir à NASA que envie uma sonda na próxima década para investigar e começar a explorar a bolha do Sol onde vivemos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a Lis Cancelar resposta

Varandas move mundos e fundos por João Mário, que ganha dobro do teto salarial

Frederico Varandas está disposto a investir na contratação em definitivo de João Mário. O médio do Inter ganha quase o dobro do teto salarial em Alvalade. "João Mário é para ficar", lê-se esta quarta-feira na capa …

Moedas é a cara de uma megacoligação em Lisboa. PSD tenta fechar Santana em Sintra

Aliança, RIR, MPT e PPM também estão fechados. Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa, uma megacoligação de centro-direita. O Público avança que a participação do Aliança, do Reagir, Incluir e …

Neandertais tinham a capacidade de falar e perceber a linguagem humana

Um novo estudo mostra que os nossos parentes Neandertais tinham a capacidade de ouvir e produzir os sons da fala dos humanos modernos. Nos últimos anos, várias evidências científicas provaram que os Neandertais eram muitos …

Maria José Valério morre vítima de covid-19 ao 87 anos

A cançonetista Maria José Valério, que deu voz à "Marcha do Sporting", morreu esta quarta-feira em Lisboa, aos 87 anos, vítima de covid-19, disse fonte da Casa do Artista. A intérprete de "Menina dos Telefones" (1961) …

Mais impostos e incentivos. Governo avança com reforma fiscal verde (e tem o apoio de Bruxelas)

O Governo está a trabalhar com a Comissão Europeia para aprofundar a primeira vaga reformista, lançada pelo anterior Governo PSD-CDS em 2015, para avançar com uma nova reforma fiscal verde. O Diário de Notícias avança esta …

Costa dá guião a deputados do PS sobre bazuca e promete plano nacional

António Costa reuniu-se com deputados do PS para elucidar sobre a aplicação da bazuca europeia. O primeiro-ministro prometeu um plano nacional para os setores mais afetados. Com as eleições autárquicas à porta e 16 mil milhões …

"Mini cérebros" criados em laboratório sugerem mutação que revolucionou a mente humana

A mudança de uma única letra no nosso código genético pode ter desencadeado um novo nível de função cerebral em humanos modernos, sugere um novo estudo. Como é que nós, humanos, nos tornamos o que somos …

6% da população já recebeu uma dose da vacina. 3% tem a vacinação completa

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose da vacina contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana, das quais 265.281 pessoas já têm a vacinação completa, informou o Ministério da …

Costa avisa: "A ideia de que as tragédias não se repetem é uma ideia falsa"

O primeiro-ministro fez, esta terça-feira, um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal não pode esquecer o que aconteceu no mês de janeiro. "Apelo ao sentido cívico de …

Marta Temido admite professores e funcionários prioritários na vacinação

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu esta terça-feira que "está a ser analisada" a possibilidade de vacinar os professores e funcionários de escolas no arranque do desconfinamento.  Esta terça-feira à noite, numa entrevista à SIC, …