Astrónomos descobrem estrela que “devorou” planetas gémeos da Terra

M. Garlick / Universidade de Warwick / ESO

Cientistas descobriram na constelação de Cassiopeia um estranho par de estrelas, uma das quais na sua vida passada teria absorvido cerca de uma dúzia de planetas semelhantes à Terra.

As estrelas podem de vez em quando destruir e “comer” os planetas que os orbitam. Isso pode acontecer quando os planetas acabam de nascer ou no fim da vida das estrelas, quando a camada exterior se expande e cobre os planetas, e mesmo após a morte da estrela, quando esta se torna uma anã branca ou estrela de neutrões.

Antigamente, os cientistas não prestavam atenção a esses processos, já que acreditavam que estes não causavam mudanças significativas na aparência e comportamento das estrelas.

Só mais recentemente, os planetólogos descobriram que, depois de “comerem” os planetas, as anãs brancas e as estrelas de neutrões mudam de aspeto exterior, enquanto as estrelas convencionais podem mudar de modo radical de comportamento, tornando-se maiores e menos brilhantes.

O especialista Semyeong Oh, da Universidade de Princeton (EUA), e os seus colegas encontraram um dos exemplos mais extraordinários do tal “canibalismo” espacial – o par de estrelas HD 240430 и HD 240429, recém-descobertas na constelação de Cassiopeia (também conhecida como Tamaquaré e Taquaré).

De acordo com os cientistas, estes astros são quase iguais. Formaram-se há cerca de 4 mil milhões de anos atrás e, desde então, têm viajado pelo espaço em conjunto, situados a apenas dois anos-luz um do outro.

Os astrónomos acreditam que as estrelas façam parte de um sistema estelar duplo, cujos elementos se comportam de forma diferente de outros pares de estrelas.

Os especialistas tentaram verificá-lo e encontraram uma caraterística estranha neste par de astros. O núcleo da primeira estrela contém muitos mais “metais”, elementos mais pesados do que o hidrogénio e hélio, do que a sua vizinha, conforme o artigo publicado na biblioteca virtual da Cornell University.

Titãs espaciais

Geralmente, essas diferenças indicam que as estrelas ter-se-iam formado em partes diferentes da galáxia. No entanto, o tamanho e a idade semelhantes das duas estrelas sugere o contrário.

Semyeong Oh e os seus colegas descobriram que este paradoxo “impossível” deve-se ao fato de uma das estrelas ter “comido” mais de uma dezena de planetas parecidos com a Terra, cuja massa total dos corpos “devorados” é 15 vezes maior que a da Terra. A estrela foi chamada Cronos, em homenagem ao titã na mitologia grega que devorava os filhos.

Como é que isso poderia ter acontecido? Segundo os cientistas, recentemente, Cronos e o irmão Crio ter-se-iam aproximado de outra estrela, cuja gravidade destabilizou os sistemas planetários. Como resultado, uma parte ou mesmo todos os planetas foram absorvidos por Cronos.

Neste momento, os astrónomos estão à procura de planetas nos arredores deste sistema estelar que possam ter sofrido este cataclismo. Caso sejam descobertos, ajudarão a entender como é que Cronos “comeu” os seus “filhos”.

PARTILHAR

RESPONDER

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …