Astrónomos captam o maior impacto lunar de que há registo

 

Astrónomos espanhóis conseguiram capturar o momento do choque de um asteróide de 400 quilos com a Lua. A colisão foi tão forte que o clarão pôde ser visto da Terra a olho nu e terá sido o maior impacto lunar registado.

O meteorito em questão teria 400 quilos e teria o tamanho aproximado de um frigorífico, viajando a 61 mil quilómetros por hora. A energia do impacto, que provocou um clarão visível a partir da Terra no dia 11 de setembro de 2013, terá sido equivalente a 15 toneladas de TNT – três vezes maior do que o recorde lunar anterior, observado pela NASA em março de 2013.

E porque é que só se fala nisto agora? Porque apenas esta semana foi publicado um artigo na Monthly Notices of the Royal Astronomical Society (RAS), publicação britânica onde os astrónomos espanhóis descrevem o evento que durou oito segundos e pôde ser visto a partir da Terra sem a necessidade de telescópios.

J. Madiedo / MIDAS

Imagem do clarão resultante do impacto de um grande asteróide com a superfície lunar a 11 de setembro de 2013, capturada pelo observatório MIDAS.

Imagem do clarão resultante do impacto de um grande asteróide com a superfície lunar a 11 de setembro de 2013, capturada pelo observatório MIDAS.

José María Madiedo, astrónomo que lidera o projeto MIDAS (Moon Impacts Detection and Analysis System – Detecção de Impactos na Lua e Sistema de Análises), da Universidade de Huelva, cujos telescópios capturaram o fenómeno, afirma que este impacto pode ajudar a aprender mais sobre as ameaças ao nosso planeta.

“Somos vizinhos muito próximos. O que acontece na Lua também pode acontecer na Terra”, afirma, explicando que “a taxa de impactos no nosso planeta por rochas deste tamanho é cerca de 10 vezes maior do que pensávamos”.

José Madiedo salienta que a maioria dos meteoritos são destruídos antes de chegar à Terra. No caso da colisão lunar, a zona de impacto foi uma cratera de 40 metros de largura que numa zona da Lua conhecida como Mare Nubium. Ao contrário do nosso planeta, a Lua não tem uma atmosfera a protegê-la dos meteoritos, por isso as suas muitas crateras.  

O asteróide vaporizou-se instantaneamente no momento do impacto, criando (mais) uma cratera de 40 metros de diâmetro.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar não vacinados contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …

Retrato de Monsieur Lavoisier e a sua esposa Marie-Anne-Pierrette Paulze.

Análise revela composição secreta debaixo de retrato de Lavoisier

Um icónico retrato do químico francês Antoine-Laurent de Lavoisier e da sua esposa, Marie-Anne, mostrou ter uma composição escondida debaixo dele. Antoine-Laurent de Lavoisier foi um químico francês fundamental para a revolução deste campo científico no …

Combustíveis: governantes "não fizeram o trabalho de casa"

A presidente executiva da OZ Energia, Micaela Silva, defendeu que o “Governo devia intervir menos” no mercado dos combustíveis, porque é liberalizado e não tem margens excessivas de comercialização, mas é “muito penalizado” pela quantidade …

Implante cerebral permite que paciente totalmente cega consiga ver formas e letras

Os cientistas da Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH), em Espanha, fizeram com que uma mulher completamente cega conseguisse ver formas simples e letras, através da colocação de um implante no seu córtex visual. Os investigadores …

Teoria dos primatas pedrados. Podem os cogumelos mágicos ter sido a chave para a nossa evolução?

A teoria já era conhecida desde os anos 90, mas um novo estudo veio trazê-la à baila novamente. O argumento é de que os cogumelos com efeitos psicadélicos podem ter ajudado a tornar os nossos …

Ainda sem fumo branco para o OE, Bloco e PCP reúnem órgãos máximos

O PCP e o Bloco de Esquerda reúnem hoje os respetivos órgãos máximos entre congressos com a proposta orçamental para 2022 no centro do debate. As conclusões da reunião da Mesa Nacional do BE serão apresentadas …