As alterações climáticas estão a “asfixiar” os oceanos

Os efeitos da diminuição de oxigénio serão “dramáticos” para os habitats e as economias costeiras que dependem dos oceanos.

O oxigénio dos oceanos diminuiu 2% entre 1960 e 2010, prevendo-se que no ano de 2100 essa quantidade sofra uma redução adicional entre 3% e 4% devido ao aquecimento global, segundo um inventário mundial, apresentado no sábado em Madrid.

Os efeitos desta diminuição de oxigénio serão “dramáticos” para os habitats e as economias costeiras que dependem dos oceanos, concluiu o inventário mundial “A desoxigenação dos oceanos: um problema de todos”, desenvolvido pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) e apresentado no âmbito da 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, que em Madrid.

Segundo a informação do inventário, a perda de oxigénio dos oceanos está estreitamente relacionada com o aquecimento e a acidificação dos oceanos, causados pelo aumento do dióxido de carbono (CO2), em consequência das emissões de gases com efeito de estufa e da chamada fertilização dos oceanos.

A maior parte do excesso de calor retido pela Terra é absorvida pelos oceanos, o que inibe a difusão do oxigénio desde a superfície até às profundidades, e o aumento de nutrientes que chegam através dos rios promove a proliferação de algas e o conseguinte aumento da exigência de oxigénio, explicou Dan Laffoley, responsável do programa de ciência e conservação marinha da IUCN.

Os dados do inventário indicam que a média mundial de desoxigenação esconde mudanças locais que poderiam ser mais severas em latitudes médias ou altas, pelo que algumas simulações de modelos oceânicos preveem para o ano 2100 uma diminuição do stock de oxigénio dos oceanos até 7% num cenário sem alterações.

O estudo identificou mais de 900 zonas costeiras e mares semifechados em todo o mundo objeto dos efeitos da eutrofização (enriquecimento excessivo das águas com nutrientes ou matéria orgânica).

Destas zonas, mais de 700 têm problemas de hipoxia (falta de oxigénio) – na década dos anos 60 eram 45 – e o volume de águas completamente esgotadas de oxigénio quadruplicou, de acordo com os dados do inventário.

Os investigadores assinalaram que a combinação da hipoxia induzida pela eutrofização pode ser revertida se forem adotadas as medidas necessárias, mas a hipoxia causada pelo aquecimento do planeta é mais difícil de combater.

Por isso, urge empenhar um “esforço drástico” de redução das emissões de gases de efeito estufa para atenuar o índice de diminuição do oxigénio dos oceanos do mundo ou desoxigenação, apontou a professora Lisa Levin, do Scripps Institution of Oceanography, considerando que este é um novo problema de importância mundial ainda desconhecido.

Além dos danos provocados por ações humanas como a sobrepesca, a contaminação, a destruição de habitats ou os plásticos, não existe uma variável ambiental de tal importância ecológica para os ecossistemas marinhos que tenha alterado tão drasticamente em tão pouco tempo em consequência das atividades humanas como o oxigénio dissolvido, indicou John Baxter, especialista em áreas protegidas da IUCN.

John Baxter referiu que, ainda que se conheçam as causas, não se presta atenção às consequências que a longo prazo este fenómeno terá para a saúde humana, a economia e a sociedade, nomeadamente a perda de biodiversidade, alterações na distribuição das espécies, desaparecimento ou redução dos recursos pesqueiros e alterações nos ciclos biogeoquímicos.

A informação do inventário destaca o oceano como uma das fontes de oxigénio para a atmosfera, apesar de representar apenas 0,6% da atmosfera, e o Mar Báltico e o Mar Negro como os maiores ecossistemas marinhos semifechados em que a quantidade de oxigénio é baixa.

Mas as repercussões da desoxigenação não se limitam só aos mares fechados ou semifechados, uma vez que as zonas com quantidade limitada de oxigénio se expandiram drasticamente na maior parte do Atlântico nos últimos 50 a cem anos, inclusive mares com ligação, como o Mediterrâneo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cunhado do rei de Espanha passa a regime de semiliberdade

A justiça espanhola concedeu esta quarta-feira o regime de semiliberdade ao cunhado do rei de Espanha, Inaki Urdangarin, que cumpre uma pena de prisão pelo seu envolvimento no caso de corrupção Nóos. Na prisão desde 18 …

"A Constituição não é uma vaca sagrada". Albuquerque reitera que as Presidenciais deviam ter sido adiadas

O chefe do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, reafirmou que as eleições presidenciais deviam ter sido adiadas, face ao estado de emergência no país. "A Constituição tem de ser instrumental, tem de estar ao serviço da …

Rio pede a António Costa para encerrar escolas já na quinta-feira

O presidente do PSD, Rui Rio, pediu esta quarta-feira ao primeiro-ministro, António Costa, que encerre as escolas, já a partir desta quinta-feira, como forma de conter a epidemia de covid-19. “Faço-lhe um apelo público para que …

PGR alega papel clarificador e transparente de diretiva sobre poderes hierárquicos no MP

A Procuradora-geral da República (PGR) garantiu esta terça-feira no parlamento que a recente diretiva sobre subordinação hierárquica teve unicamente um "propósito clarificador e de transparência" sobre aquilo que já era o relacionamento entre os escalões …

"A democracia prevaleceu". Joe Biden apela à união na tomada de posse como 46º Presidente dos Estados Unidos

O democrata Joe Biden tomou esta quarta-feira posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos, após ter feito o juramento de funções perante o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, nas escadas do Capitólio, em Washington. Joe …

Presidente da Suíça no topo dos salários. Marcelo no fim da lista

Uma lista elaborada com dados da IG - consultora britânica de mercados financeiros - revelou que quanto mais rico o país, em regra, mais alto é o ordenado do chefe de Estado, com o Presidente …

Novo estudo reitera eficácia da vacina da Pfizer contra variante britânica do coronavírus

Um novo estudo da empresa alemã BioNTech sugere que a vacina desenvolvida por esta e pela farmacêutica norte-americana Pfizer contra a covid-19 é também eficaz na variante do coronavírus que surgiu no Reino Unido. O estudo, …

Governo reúne-se com especialistas ainda esta quarta-feira

O Governo vai reunir-se ainda nesta quarta-feira com epidemiologistas. A informação foi inicialmente avançada pela TSF, sendo posteriormente confirmada pelo primeiro-ministro, António Costa, em Bruxelas. O encontro será presidido pela ministra da Saúde, Marta Temido, …

Charles Michel propõe "pacto fundador" para tornar Europa e EUA "mais fortes"

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, propôs esta quarta-feira ao novo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a criação de um “pacto fundador” para tornar a Europa e a América “mais fortes”. “No primeiro dia …

Mayan faz visita "surreal" a hospital fechado em Miranda do Corvo (e adverte para destruição económica e social)

O candidato presidencial apoiado pelo Iniciativa, Liberal Tiago Mayan Gonçalves, esteve na terça-feira em campanha nas instalações do hospital fechado de Miranda do Corvo, tendo-o apontado como um cenário “surreal” num dos períodos mais difíceis …