A maior árvore genealógica do mundo revela quando os primos deixaram de se casar

Genealogistas criaram a maior árvore genealógica do mundo, com ligações entre mais de 13 milhões de pessoas. Baseando-se nos milhões de perfis da rede social Geni.com, fizeram descobertas interessantes sobre os comportamento sociais dos últimos 500 anos.

O Geni.com, site de genealogia lançado em 2007, permite a genealogistas amadores criar perfis individuais, ligados por casamento ou nascimento.  Estes dados foram analisados e organizados por um grupo de cientistas norte-americanos, com uma teoria de gráficos matemáticos, que permitiu apurar dados da “árvore genealógica” até à 11.ª geração.

A análise efectuada foi agora publicada num artigo na Science, depois de esmiuçados milhões de perfis do Geni.com, permitindo, nomeadamente verificar como é que as migrações humanas e as escolhas de casamento mudaram nos últimos 500 anos.

“Através do árduo trabalho de muitos genealogistas curiosos quanto à história da sua família, fizemos crowdsourcing de uma enorme árvore de família e boom, apareceu algo único”, explica ao EurekAlert o cientista de computação Yaniv Erlich, da Universidade de Columbia, nos EUA.

Erlich, que é director da empresa de ADN e genealogia MyHeritage, proprietária do Geni.com, foi um dos investigadores envolvidos na pesquisa que comparou os perfis do site com 80 mil certificados de óbito públicos, em jornais e em arquivos de Igrejas, datados de entre 1985 e 2010.

Essa comparação revelou muitas semelhanças socio-demográficas, levando os investigadores a concluir que a “árvore de família do mundo” representa de forma bastante fidedigna a população dos EUA.

Os investigadores puderam assim apurar que, com o evoluir do tempo, as pessoas passaram a percorrer maiores distâncias para encontrar um parceiro para casar.

Antes de 1750, a maioria das pessoas dos EUA casava com alguém que vivia a uma distância de cerca de 10 quilómetros do seu local de nascimento. Já em 1950, essa distância subiu para 100 quilómetros. “Tornou-se mais difícil encontrar o amor da sua vida”, diz Erlich, citado pelo LiveScience.

Columbia University

A Árvore de Família do mundo

Os cientistas também notam que entre 1650 e 1850, era comum primos em quarto grau casarem, algo que, hoje em dia, é inaceitável socialmente. De 1800 a 1850, as pessoas viajavam, em média, cerca de 19 quilómetros para casaram e ainda assim, tinham grandes probabilidades de casar com um primo em quarto grau ou mais próximo.

Actualmente, no que diz respeito à consaguinidade nos casamentos, o mais comum é haver casamentos entre primos em sétimo grau, o que já é uma considerável distância familiar.

Os investigadores entendem que “as mudanças nos transportes do Século XIX não foram a primeira causa para a descida na consanguinidade”, mas que esta foi antes motivada por “factores culturais em mudança”.

Tornou-se simplesmente menos aceitável socialmente“, explica a investigadora Joanna Kaplanis, do Instituto Wellcome Trust Sanger em Cambridge, no Reino Unido, em declarações à New Scientist.

Outro dado que a análise da árvore genealógica do mundo nos revela é que, nos últimos 300 anos, as mulheres da América do Norte e da Europa migraram tendencialmente mais do que os homens. Mas quando os homens emigraram, viajaram para muito mais longe, em média, do que as mulheres.

Os investigadores também analisaram o modo como os genes influenciam a longevidade, comparando dados de 3 milhões de parentes nascidos entre 1600 e 1910, que viveram até depois dos 30 anos.

Desta forma, compararam a média de vida de cada pessoa relativamente aos seus parentes, bem como o grau de separação entre elas, e concluíram que os genes contribuíram para 16% da variação de longevidade.

A árvore está disponível para consulta em FamiLinx.org, com os dados em formato anónimo. Mas quem quiser pode pesquisar o seu nome no site Geni.com para tentar perceber se foi adicionado à árvore por algum familiar, mais próximo ou distante.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Documentário "low cost" afirma que Jesus era, afinal, um filósofo grego

O documentário Bible Conspiracies (Conspirações Bíblicas, em tradução livre), disponível na Amazon Prime desde novembro de 2017, tem dado que falar. Durante o filme, realizado em 2016, são proferidas várias afirmações que contrariam o que …

Choupette já é a gata mais rica do mundo e pode herdar fortuna de Karl Lagerfeld

A gata do estilista Karl Lagerfeld, Choupette, pode ser uma das beneficiárias da sua fortuna de mais de 170 milhões de euros. Não é que o felino precisasse, já que tem, só por si, um …

Gravuras rupestres descobertas na Serra da Gardunha

Um conjunto de rochas com gravuras rupestres foi descoberto na Serra da Gardunha, Fundão, e a primeira análise indica que serão do período entre o Calcolítico e a Idade do Bronze, disse o arqueólogo Martinho …

Cinco telemóveis são apreendidos por dia nas prisões portuguesas

O número de apreensões de telemóveis, drogas e armas brancas nas prisões portuguesas caiu em 2018. Ainda assim, foram confiscados 1934 aparelhos, o que dá uma média superior a cinco por dia. Para os guardas prisionais, …

Estado vai dar incentivo de 250 euros para compra de bicicletas elétricas

Visando impulsionar o uso de veículos mais verdes, o Governo vai conceder um incentivo de 250 euros para a compra de uma bicicleta elétrica. Os detalhes das novas regras deverão ser anunciadas já nos próximos …

Lisboa em primeiro lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir

A capital portuguesa subiu do 10.º para o 1.º lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir, da PricewaterhouseCoopers, avança a Visão. Lisboa foi alvo de uma ascensão sem precedentes, subindo do 10.º para o …

O Sol vai brilhar e os termómetros vão chegar aos 26 graus este fim de semana

As temperaturas máximas vão subir e o fim de semana promete ser solarengo, com os termómetros a chegarem aos 26 graus Celsius. A temperatura máxima vai subir nos próximos dias em Portugal continental, com a máxima …

Lidl deixa de vender sacos de plástico em Portugal

O Lidl Portugal vai deixar de vender sacos de plástico em todas as suas lojas no mercado português até ao final do ano, medida que será faseada e arranca em maio na região Norte, anunciou …

As mulheres ganham menos 2464 euros do que os homens por ano

Em média, as mulheres em Portugal ganham menos 176 euros por mês do que os homens. Anualmente, cria-se um fosso de 2464 euros, segundo dados de 2017 acedidos pelo Diário de Notícias. O diário avança estes …

Vem aí um novo Cartão de Cidadão e vai ser igual ao dos restantes países da UE

O Cartão do Cidadão vai mudar. As alterações serão residuais e poderão ser observadas já a partir de 2021, ano limite para que se atualize o formato de todos os documentos de identidade na União …