/

Artefactos deixados pelas missões Apollo na Lua estão agora protegidos por lei

5

Buzz Aldrin, astronauta da missão Apollo 11, caminha na superfície lunar perto do módulo Eagle

Os Estados Unidos promulgaram no passado dia 31 pela primeira vez legislação que obriga as empresas norte-americanas e outras entidades que trabalhem com a NASA em prol de novas missões à Lua evitem perturbar as centenas de vestígios deixados pelas missões Apollo há cerca de 50 anos.

One Small Step to Protect Human Heritage in Space Act” (Um Pequeno Passo para Proteger a Herança Humana no Espaço”) tornou-se lei no último dia de 2020.

Entre os artefactos deixados na Lua pelas missões norte-americanas estão veículos, equipamentos, objetos pessoais, bandeiras dos Estados Unidos – que estão agora totalmente brancas -, peças de vestuário, bolas de golfe, mensagens, a escultura de um ramo de oliveira em ouro e até 96 sacos de fezes produzidas pelos astronautas.

“Há muito que defendo que a preservação dos artefactos da Apollo tem profundo valor cultural, histórico e científico, não apenas para os Estados Unidos, como para a toda a Humanidade”, afirmou a presidente do Congresso Democrata do Estado do Texas, Eddie Bernice Johnson, que faz também parte do Comité de Ciência Espaço e Tecnologia da Câmara dos Representantes, citada em comunicado.

A nova lei determina que a agência espacial norte-americana exija que as futuras missões à Lua sejam levadas a cabo sob a sua supervisão, de modo a estas que sejam cumpram uma série de recomendações de “boas práticas para proteger e preservar o valor histórico e científicos dos artefactos lunares do Governo dos Estados Unidos”.

A legislação sugere as trajetórias que as naves espaciais devem seguir para descer até à superfície da Lua e define “zonas de exclusão” para evitar a alteração acidental ou propositada dos locais de alunagem da Apollo e dos objetos deixados pelos astronautas norte-americanos durante o Programa Apollo.

“É importante que a NASA e os Estados Unidos liderem o caminho para a criação de um comportamento responsável no Espaço e esta legislação para preservar a nossa herança humana é, por si só, um pequeno passo na prática desta liderança“, sustentou.

As próximas missões à Lua devem, por isso, alunar em áreas diferentes daquelas que foram utilizadas durante a missão Apollo. Entre 1969 e 1972, seis missões do Programa Apollo pousaram na superfície do satélite natural da Terra, levando com sucesso os primeiros Humanos até à Lua: Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins, que orbitou a Lua em 3 missões Apollo, mas não chegou a pisar o solo lunar.

Até hoje, apenas 12 homens pisaram a Lua.

  Sara Silva Alves, ZAP //

5 Comments

  1. Os dejectos de Americanos finalmente são reconhecidos como artefactos imperturbáveis. Um grande passo para a humanidade!

    • Não há problema. Na superfície da Lua não há nenhum vestígio das missões Apollo, pois os americanos nunca lá puseram os pés. Tudo aquilo foi uma montagem vergonhosa, a mando do Nixon, para afrontar os Russos. Basta ver no YT os documentários “A Funny Thing Happened on the way to the Moon” e “Astronauts gone wild ( sub español)”.
      Com a tecnologia antiquada que havia em 1969-1972, conseguiram alunar e andar pela Lua em 6 missões, sem nunca terem tido um desastre fatal! (houve um alegado problema com a Apollo 13 que teve de fazer meia volta, mas mesmo assim sobreviveram!), e desde então, com a tecnologia de ponta que entretanto se desenvolveu, nunca, mas nunca mais lá conseguiram voltar?!! É certo que a Lua não deve ser muito interessante em termos de paisagem, mas nunca mais lá voltar? Ou estão a mentir, ou então nunca lá puseram os pés! Isso seria o mesmo que se os Portugueses do século XV se tivessem contentado em ficar-se pela Madeira e pelos Açores, sem se terem aventurado até ao Cabo Bojador, Cabo da Boa Esperança, Caminho para a Índia, Brasil, etc. etc.!

      • Incrível!… o que a ignorância, em conjunto com certas limitações intelectuais, consegue fazer..
        Então foi apenas para “afrontar” os russos e, nem eles questionam a veracidade da ida dos americanos à lua??
        John, John… aposto que vives na Terra plana!…

  2. Quando os Americanos perceberam que não havia nem manteiga de amendoim nem pimenta na Lua, viraram-se para o Vietnam e depois para Afeganistão que até esta última parece mais simpática que a Lua

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.