Arábia Saudita. Repórteres sem Fronteiras pedem acusação do príncipe herdeiro pela morte de Khashoggi

USDoD / Wikimedia

O príncipe saudita Mohammed bin Salman

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) entrou com uma ação judicial na Alemanha, na qual pede a acusação do príncipe herdeiro saudita Mohammed Bin Salman por crimes contra a humanidade, incluindo o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, em 2018.

Segundo noticiou esta terça-feira a Time, a ação, apresentada a 01 de março, é a primeira a ser movida contra a Arábia Saudita na Alemanha. A escolha do país deve-se ao compromisso do governo alemão com a liberdade de imprensa e a com proteção de jornalistas. Além disso, o seu sistema judicial concede aos tribunais jurisdição sobre os principais crimes internacionais, referiu a RSF.

A ação surge após a CIA ter divulgado um relatório no qual revelava que o príncipe herdeiro “aprovou uma operação para capturar ou matar Khashoggi”, assassinado no consulado saudita em Istambul, na Turquia, em outubro de 2018.

Entretanto, foram impostas sanções e os Estados Unidos (EUA) restrigiram os vistos a 76 funcionários sauditas. A 01 de março, o Departamento de Estado norte-americano se recusou a confirmar se o príncipe herdeiro estava nessa lista, relatou o Guardian.

“Os responsáveis ​​pela perseguição de jornalistas na Arábia Saudita, incluindo o assassinato de Jamal Khashoggi, devem ser responsabilizados pelos seus crimes”, disse o secretário-geral da RSF, Christophe Deloire, num comunicado com detalhes sobre a ação judicial.

A Arábia Saudita está na 170.ª posição no Índice Mundial de Liberdade de Imprensa da RSF, que inlcui 180 países.

Além da morte de Khashoggi, a denúncia da RSF aborda a situação de 34 jornalistas que foram detidos na Arábia Saudita, entre eles o escritor Raif Badawi, condenado em 2014 a 10 anos de prisão e a 1000 chicotadas por acusações relacionadas aos conteúdos de um blogue que o próprio fundou.

Com mais de 500 páginas, a denúncia detalha assassinatos, tortura, violência sexual, desaparecimentos e outros crimes contra a humanidade cometidos contra jornalistas.

A 24 de fevereiro, um tribunal alemão condenou um ex-membro dos serviços de segurança do Presidente sírio Bashar al-Assad a quatro anos e meio de prisão por cumplicidade na tortura de civis. Este foi o primeiro veredicto do género por crimes contra a humanidade cometidos durante a guerra civil síria.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Relatório secreto de Costa Pinto defende que Banco de Portugal podia ter feito mais no BES

O "Relatório Costa Pinto" argumenta que o Banco de Portugal tinha conhecimento dos problemas do BES e tinha poderes para fazer mais, melhor e mais cedo. O "Relatório Costa Pinto" tem vindo a ser negado ao …

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Sob o mote da "prudência", especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS suspeito no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …

Atraso com vacina da Johnson não altera metas do plano de vacinação

O anúncio desta terça-feira do atraso da distribuição da vacina da Johnson & Johnson na Europa não vai afetar o plano de vacinação em Portugal, garantiu a task force. Mais um contratempo para o processo de …

Descoberta de bactérias comedoras de metano numa árvore comum pode ser boa notícia

A descoberta de bactérias que "comem" metano numa árvore australiana comum pode ser uma boa notícia no desafio de reduzir a emissão de gases com efeito de estufa. As árvores são os pulmões da Terra, uma …

Rio diz ser "desejável" que PSD Madeira e Açores excluam Chega de coligações

Em Portugal Continental, o PSD não aceita coligações com o Chega para as próximas autárquicas, sublinhou Rui Rio, que deseja que o mesmo princípio seja seguido nas Regiões Autónoma. Esta terça-feira, Rui Rio reiterou que …

Marcelo começa a despedir-se da emergência e passa a bola ao Governo

Depois do 15.º estado de emergência e com a situação mais controlada, o Presidente da República entende que o ideal é o Governo começar a procurar alternativas legais. Marcelo Rebelo de Sousa espera que o 15.º …