Uma ameaça para o planeta. É preciso reinventar o antigo (e centenário) ar condicionado

O ar condicionado tem quase 100 anos, mas não evoluiu muito – a tecnologia é essencialmente a mesma e sofreu poucas alterações desde que foi inventada.

O ar condicionado mudou as nossas vidas, mas tudo por um preço: de acordo com a Agência Internacional de Energia (IEA), o arrefecimento do ar é responsável por 10% do consumo de eletricidade do planeta.

À medida que a temperatura tende a aumentar, a procura por ares condicionados vai crescer, especialmente nos países em desenvolvimento, o que, por sua vez, aumentará o impacto que os aparelhos de refrigeração têm sobre o clima, aquecendo ainda mais a Terra – um verdadeiro ciclo vicioso.

Segundo a CNN, a tecnologia atual é insustentável. Por esse motivo, o Governo indiano e o Rocky Mountain Institute (RMI), uma organização ambiental sem fins lucrativos, lançaram o Global Cooling Prize no ano passado, um concurso para desenhar e planear a próxima geração de sistemas de refrigeração a ar.

O Global Cooling Prize definiu diretrizes específicas para os participantes, que foram encarregados de projetar uma solução de arrefecimento de ar com cinco vezes menos impacto climático do que as de hoje, o que significa que poderiam ajudar a neutralizar os efeitos ambientais do crescimento esperado no futuro.

Para permitir a eficiência aprimorada, os projetos propostos foram autorizados a serem mais caros do que os ares condicionados atuais. O preço mais alto seria, em teoria, compensado pelos custos operacionais mais baratos.

Neste outono, os candidatos vão testar os seus ares condicionados e o vencedor receberá um prémio de 1 milhão de dólares em março de 2021.

A verdade é que uma única mudança na nossa abordagem de eficiência energética pode permitir salvar o planeta. A Agência Internacional de Energia prevê que o número de ACs irá aumentar de 1,6 mil milhões para 5,6 mil milhões em 2050. Nos próximos 30 anos, dez aparelhos de ar condicionado serão vendidos a cada segundo.

A maioria dos equipamentos vendidos atualmente são 2 a 3 vezes menos eficientes do que os melhores do mercado, dado que os consumidores optam por opções mais baratas. Mas, enquanto a indústria continua os seus esforços para tornar estas unidades mais eficientes, podemos – e devemos – tomar medidas para impulsionar a adoção dos melhores equipamentos já disponíveis.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …